Arquivos Edição - 124 - Le Monde Diplomatique

O invisível caráter insalubre do trabalho feminino

Quando descobriu que precisaria parar de trabalhar, Béatrice Boulanger, cuidadora, chorou: “Eu gostava muito deles, minhas vovozinhas e meus vovozinhos”, explica sorrindo. Em um sábado ensolarado no Pas-de-Calais, ela enumera seus problemas: prótese no ombro, desgaste da cartilagem da articulação do ombro, estreitamento da coluna cervical e artrose na base do polegar. “Todos os meus …

Provocando uma reflexão da esquerda

Ao contrário do que ocorre com outras políticas públicas, é ainda incipiente no âmbito da esquerda a discussão sobre as políticas cognitivas (de ciência, tecnologia e inovação, e de educação superior). Dado que a retomada do desenvolvimento exigirá uma política cognitiva capaz de gerar o conhecimento necessário para produzir os bens e serviços que irão …

Sem espaço para otimismo na educação

Desde o final do período militar até meados desta década muita coisa mudou na educação brasileira. As taxas de conclusão dos diferentes níveis educacionais mais do que dobraram; a porcentagem de adultos analfabetos caiu para menos do que a metade; o Brasil aumentou muito o número de profissionais de nível superior formados a cada ano. …

Encontro com os pioneiros do “africapitalismo”

Seu nome e rosto aparecem regularmente nas capas das revistas de economia: Aliko Dangote, Tony Elumelu, Patrice Motsepe, Mo Ibrahim, Yérim Habib Sow, Mohamed Ould Bouamatou, Jean Kacou Diagou… Esses novos magnatas da África construíram, em apenas duas décadas, impérios financeiros. Os observadores estavam acostumados às fortunas ostentatórias dos governantes e potentados do continente negro, …

Grandes cidades, bons sentimentos

O ódio não tem lugar aqui”; “Não importa de onde você vem, estamos felizes de ser seu vizinho”; “Todos os clientes são bem-vindos, sem distinção de raça, origem, orientação sexual ou religião”: plantados em jardins ou colados nas janelas, às vezes escritos em árabe, espanhol ou coreano, esses cartazes adornam muitas casas e lojas em …

Alguns votam, outros roubam votos

    Por que você está filmando? – Porque minha cédula eleitoral está nesta urna. E porque o que você está fazendo é ilegal: está abrindo os envelopes quando tudo deveria ser recontado! Em um documentário realizado com base em 3 mil horas de vídeos amadores (Fraude, México, 2006, lançado em 2007), Luis Mandoki revela …

A revolta das domésticas na Índia

Mais de um mês se passou. No crepúsculo do parque, onde brincam macaquinhos, esquilos e passarinhos, Zohra Bibi1 volta a mergulhar na sequência de eventos. A chegada à casa de sua patroa, as bofetadas, a fuga, o celular confiscado, a noite inteira presa no condomínio; depois, de manhãzinha, a chegada de suas colegas, armadas com …

A penosa emancipação das israelenses

  Após aceitar mulheres em aviões de combate, o Exército israelense planeja admiti-las também em tanques de guerra. Como um dos raros países onde o serviço militar não é restrito aos homens, Israel fala ativamente sobre suas soldadas, musas de um Exército que seria o mais moral do mundo. Com Golda Meir, não foi justamente …

O avanço da esquerda radical belga

Sob um fundo escurecido por uma fumaça vermelha, a silhueta ameaçadora de um homem aparece. “Você também está poluído pela extrema esquerda?”, interroga a revista Le Vif/L’Express em sua capa de 31 de março de 2017. A revista semanal belga propõe em seguida um teste para medir sua “taxa de contaminação”. Os leitores que defendem …

Uma vitória para chamar de sua

Em outubro de 2009, o Le Monde Diplomatique fez um apelo a seus leitores.1 Nosso jornal vinha sofrendo, havia três anos, prejuízos financeiros e, como muitos outros, via sua circulação diminuir anualmente. Vale dizer, sua existência – ou, o que é a mesma coisa, sua independência – não estava mais garantida. Passados oito anos, essa …