awffpf84iff2t24
  • Lollo
    xa6886m69m668a6
    EDITORIAL
    A transformação do mundo
    O Movimento altermundialista (altermundo = busca de outro mundo possível) nasce da contestação ao neoliberalismo. Ele se constitui no inicio dos anos 1980 nas[...]
    por: Silvio Caccia Bava
    30/05/2011
    Leia Mais →
  • Lollo
    awffpf84iff2t24
    EDITORIAL
    Dossiê 4

    A transformação do mundo

    30/05/2011
    Leia Mais →
  • Lollo
    xa6886m69m668a6
    EDITORIAL
    A transformação do mundo
    O Movimento altermundialista (altermundo = busca de outro mundo possível) nasce da contestação ao neoliberalismo. Ele se constitui no inicio dos anos 1980 nas[...]
    por: Silvio Caccia Bava
    30/05/2011
    Leia Mais →
  • MEDIDAS DA RIQUEZA
    Mudar mentalidades e práticas: um imperativo

    Precisamos pôr em questão a medida de valor da riqueza comumente usada. Afinal, o Produto Interno Bruto é uma degradação, uma elegia à destruição ambiental e social que a mercantilização de tudo provoca. Exclui quem não está no mercado e aquilo que não tem propósitos comerciais

    por: Cândido Grzybowski
    30/05/2011
    Leia Mais →
  • ECONOMIA
    Economia social, uma resposta ao capitalismo financeiro
    Com o fracasso do capitalismo financeirizado e o questionamento das políticas preconizadoras do individualismo, o espírito associativo, mutualista e cooperativo é cada vez mais evocado. Temos paradoxos de um modelo onde coexistem horticultores solidários e bancos de negócios, experimentação e refundação do capitalismo
    por: Silvio Caccia Bava
    30/05/2011
    Leia Mais →
  • DIREITO PRIVADO
    Bens públicos globais, um conceito revolucionário
    Os bens públicos globais são uma proposição de restringir os direitos de propriedade, sobre bens de utilidade e interesse publico. A água, a terra, o ar, as sementes, são bens públicos globais. Eles se confrontam com a propriedade privada e o controle do capital quando este quer transformar estes bens em mercadoria
    por: Silvio Caccia Bava
    30/05/2011
    Leia Mais →
EDIÇÕES ANTERIORES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *