JUNHO 2017

Edição - 119
0001
  • Claudius
    claudius119-DIRETAS
    EDITORIAL
    Em busca de uma alternativa

    O que precisa mudar é o sistema político como um todo, desvinculá-lo da tutela do poder econômico, torná-lo muito mais aberto às intervenções da cidadania, instituir e reforçar mecanismos de controle sobre as ações de parlamentares e governantes, submeter as políticas públicas ao crivo dos seus beneficiários, a população, utilizando os referendos e plebiscitos, entre outras iniciativas.

    por: Silvio Caccia Bava
    02/06/2017
    Leia Mais →
  • Aroeira
    p4-5-AROEIRA
    A LUTA DE CLASSES SE ACIRRA NO BRASIL
    Hora de quebrar ovos

    A presente crise constitui uma nova chance para o conjunto da esquerda brasileira. Mas, para aproveitá-la, é importante responder ao seguinte: a crise que o país vive pode ser solucionada por meio de uma negociação entre as partes em conflito? Ou ela exige uma derrota profunda de uma das partes em conflito?

    por: Valter Pomar
    18/07/2017
    Leia Mais →
  • Claudius
    claudius119-DIRETAS
    EDITORIAL
    Em busca de uma alternativa

    O que precisa mudar é o sistema político como um todo, desvinculá-lo da tutela do poder econômico, torná-lo muito mais aberto às intervenções da cidadania, instituir e reforçar mecanismos de controle sobre as ações de parlamentares e governantes, submeter as políticas públicas ao crivo dos seus beneficiários, a população, utilizando os referendos e plebiscitos, entre outras iniciativas.

    por: Silvio Caccia Bava
    02/06/2017
    Leia Mais →
  • Daniel Kondo
    africa_china
    A CIVILIZAÇÃO DO TOMATE
    Para a África, produtos adulterados

    A força de um sistema econômico agarra-se à sua capacidade de participar dos menores detalhes da existência e, em particular, de nossos pratos. Uma banal lata de extrato de tomate contém, assim, dois séculos de história do capitalismo. Jean-Baptiste Malet apresenta aqui uma pesquisa feita nos quatro continentes: uma geopolítica da junk food

    por: Jean-Baptiste Mallet
    28/08/2017
    Leia Mais →
  • Deustche Welle
    P1000533
    A MAIOR MINERADORA DE OURO A CÉU ABERTO
    Para quem a Belo Sun mente?

    Apesar de o processo estar atualmente suspenso na justiça federal, o fato é que não existe manifestação inequívoca do poder público sobre os limites da capacidade de suporte da região da Volta Grande do Xingu para segurar simultaneamente a terceira maior hidrelétrica do planeta e a maior mineradora de ouro a céu aberto do Brasil

    por: Biviany Rojas
    23/08/2017
    Leia Mais →
  • Daniel Kondo
    p32-deputado
    MUDANÇAS NAS VIAS DE ACESSO À POLÍTICA
    Profissão: deputado

    Adeptos do acúmulo de mandatos e da contratação de aliados como assistentes, os parlamentares franceses simbolizam a “casta” de políticos profissionais que Emmanuel Macron promete renovar. Mas em que consiste essa profissionalização? Traçando as trajetórias dos deputados desde os anos 1970, uma investigação esclarece a questão

    por: Julien Boelaert, Sébastien Michon e Étienne Ollion
    22/08/2017
    Leia Mais →
  • Daniel Kondo
    0001 (1)
    UM RÓTULO CADA VEZ MENOS EXIGENTE
    A agricultura orgânica ameaçada pela indústria do “orgânico”

    Esforço virtuoso em prol do emprego, do uso dos recursos e da saúde pública, a agricultura orgânica progride rapidamente na França. A tal ponto que a indústria agroalimentar e os grandes supermercados pretendem se apossar do negócio, com o risco de apagar seus fundamentos por meio da pressão pela redução das exigências de qualidade

    por: Claire Lecoeuvre
    09/08/2017
    Leia Mais →
  • Ana Mendes
    ANAMENDES-2130
    “PARECE QUE ESTAMOS NO SÉCULO XVIII”
    Novo massacre indígena no Maranhão

    O deputado federal Aluísio Mendes (PTN/Podemos) participa de ato que incitou a população de Viana (MA) a atacar indígenas que, horas antes, haviam ocupado sítio na região. O saldo é de 22 gamela feridos, dos quais cinco a bala e dois com a mão amputada. “Depois que viam que não se mexia mais, partiam para cima de outro”, relata indígena

    por: Renato Santana
    07/08/2017
    Leia Mais →
  • Daniel Kondo
    19-tomato
    A CIVILIZAÇÃO DO TOMATE
    A história do capitalismo contada pelo ketchup

    A força de um sistema econômico agarra-se à sua capacidade de participar dos menores detalhes da existência e, em particular, de nossos pratos. Uma banal lata de extrato de tomate contém, assim, dois séculos de história do capitalismo. Jean-Baptiste Malet apresenta aqui uma pesquisa feita nos quatro continentes: uma geopolítica da junk food

    por: Jean-Baptiste Mallet
    04/08/2017
    Leia Mais →
  • Daliri Orepeza
    ezln
    QUASE 15 ANOS DE AUTOGOVERNO ZAPATISTA
    Em Chiapas, a revolução continua

    No início dos anos 1990, o levante zapatista encarnou uma opção estratégica: mudar o mundo sem tomar o poder. A chegada ao governo de forças de esquerda na América Latina, alguns anos depois, parecia tirar-lhes a razão. Mas, da Venezuela ao Brasil, as dificuldades das administrações progressistas levantam uma questão: como está Chiapas?

    por: François Cusset
    03/08/2017
    Leia Mais →
  • Reuters
    p27-palestina_baixa
    CINQUENTA ANOS APÓS A GUERRA DOS SEIS DIAS
    A Palestina, sempre recomeçando

    Na aurora do dia 5 de junho de 1967, o Exército israelense destruiu no solo a aviação militar egípcia. Em seis dias, conquistou o Sinai, a parte síria das Colinas de Golã e a porção histórica da Palestina que lhe havia escapado em 1948: Cisjordânia, Jerusalém Oriental e Gaza. A ocupação continua, mas a estratégia de erradicação da aspiração nacional palestina choca-se com uma resistência enraizada em uma longa história

    por: Alain Gresh
    27/07/2017
    Leia Mais →
  • Daniel Kondo
    anos loucos
    “ESTABILIZAÇÃO DO CAPITALISMO”
    Anos loucos

    A incrustação no poder de uma direita espanhola corrupta, a vitória dos liberais na Holanda e o novo arrendamento governamental prometido, talvez imprudentemente, aos conservadores britânicos e alemães sugerem que o tempo das indignações que marcou o ano passado pode ter perdido o fôlego. A eleição de Macron e sua visita imediata a Berlim assinalam que as grandes orientações defendidas pela chanceler Angela Merkel

    por: Serge Halimi
    20/07/2017
    Leia Mais →
  • Hangzhou/China - Presidente Michel Temer durante reunião da Cúpula do G20. ( Beto Barata/PR)
    POLÍTICA EXTERNA
    A deriva brasileira no cenário internacional

    Com o impeachment, a política externa deixa de ser prioridade na agenda presidencial. Cada vez mais, esta ocupa-se, e não sem motivo, da tentativa de manutenção do atual presidente no cargo. Assim, um país que foi muito hábil em ter uma política externa relevante no cenário internacional hoje tem seu protagonismo amplamente reduzido

    por: Ramon Blanco e Lucas Mesquita
    19/07/2017
    Leia Mais →
  • Aroeira
    p4-5-AROEIRA
    A LUTA DE CLASSES SE ACIRRA NO BRASIL
    Hora de quebrar ovos

    A presente crise constitui uma nova chance para o conjunto da esquerda brasileira. Mas, para aproveitá-la, é importante responder ao seguinte: a crise que o país vive pode ser solucionada por meio de uma negociação entre as partes em conflito? Ou ela exige uma derrota profunda de uma das partes em conflito?

    por: Valter Pomar
    18/07/2017
    Leia Mais →
  • Marcelo Noah
    Crédito: Marcelo Noah
    O ÚLTIMO MODERNISTA
    Antonio Candido e a era da incerteza

    Vale lembrar que, junto à sutileza, Antonio Candido prezava também pela clareza da escrita, em consonância com suas convicções políticas e com o papel que a crítica, segundo acreditava, deveria assumir no esforço de transformação social

    por: Fábio Salem Daie
    13/07/2017
    Leia Mais →
  • Crédito: Ana de Francesco
    A LUTA DOS RIBEIRINHOS DO RIO XINGU
    Será que todo mundo evaporou?

    Expulsos pela construção da usina de Belo Monte para uma área de Altamira distante do rio, os ribeirinhos lutam para ter seus direitos garantidos e, principalmente, voltar para a beira do Xingu. Em um processo de intensa articulação, foi criado, em novembro de 2016, o Conselho Ribeirinho

    por: Ana de Francesco e Isabel Harari
    05/07/2017
    Leia Mais →
  • SÉRIE ESPECIAL – RACISMO NA MÍDIA E NA ESQUERDA
    TV a serviço da tecnologia do racismo

    “Os serviçais negros, sempre pacíficos, embora ignorantes e desprovidos de cultura e bons modos brancos, são um exemplo comum dessa técnica de manutenção do lugar criado para o sujeito negro exercido pela televisão”, observa Joice Berth, colunista do site Justificando/Carta Capital, no quinto artigo da série especial “Racismo na mídia e na esquerda”

    02/06/2017
    Leia Mais →
  • Daniel Kondo
    0001 2
    “SE VOCÊ TRABALHAR DURO, TUDO É POSSÍVEL”
    O mito da ascensão social por meio do basquete norte-americano

    Com cerca de 30 milhões de jogadores ocasionais, o basquete está entre os esportes mais populares dos Estados Unidos. De acordo com o local em que é praticado – no ginásio do Chicago Bulls, nas ruas de um gueto negro ou em um colégio de uma pequena cidade de Indiana –, o jogo desempenha funções sociais bem distintas

    por: Julien Brygo
    02/06/2017
    Leia Mais →
  • Samuel Casal
    p31-CASAL_Brexit
    EM CAMPANHA COM AS TROPAS DE JEREMY CORBYN
    No Reino Unido, eleições, sanduíches e buracos no asfalto

    O atentado de 22 de maio em Manchester interrompeu a campanha das eleições legislativas antecipadas no Reino Unido. Mas a votação de 8 de junho continua decisiva: ainda que alguns eleitores priorizem questões locais, o resultado nacional determinará as margens de manobra de Downing Street para negociar a saída da União Europeia

    por: Paul Mason
    02/06/2017
    Leia Mais →
  • Bernardo França
    12_bernardo
    MERCANTILIZAÇÃO DA NATUREZA
    Água e agronegócio: uma relação a ser mais bem examinada

    Quando se analisa o aumento no volume das exportações brasileiras de soja, carne e açúcar e, consequentemente, constata-se o aumento do volume de água embutido nessa produção, conclui-se que é necessário pensar sobre os possíveis impactos ambientais que a exportação de produtos primários e semimanufaturados pode estar tendo sobre nossos recursos hídricos

    por: Osvaldo Aly Junior
    02/06/2017
    Leia Mais →
  • Denny Chang
    06-07_Denny_Pieiller
    DO CÍRCULO VIRTUOSO AO CÍRCULO VICIOSO
    Patologias da democracia

    O funcionamento do governo do povo, para o povo, suscita cada vez mais críticas, quando não dúvidas. As análises dos limites e descaminhos da democracia definem como principal responsável a impotência do político ou a incapacidade do próprio povo. Estaremos, portanto, condenados à oligarquia ou ao populismo?

    por: Evelyne Pieiller
    02/06/2017
    Leia Mais →
  • Claudius
    claudius119-DIRETAS
    EDITORIAL
    Em busca de uma alternativa

    O que precisa mudar é o sistema político como um todo, desvinculá-lo da tutela do poder econômico, torná-lo muito mais aberto às intervenções da cidadania, instituir e reforçar mecanismos de controle sobre as ações de parlamentares e governantes, submeter as políticas públicas ao crivo dos seus beneficiários, a população, utilizando os referendos e plebiscitos, entre outras iniciativas.

    por: Silvio Caccia Bava
    02/06/2017
    Leia Mais →
EDIÇÕES ANTERIORES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *