Janeiro 2010

Edição 30

R$14,90Comprar

Capa / Indústria Cultural

O desejo asfixiado

O capitalismo hiperindustrial se desenvolveu a tal ponto que, a cada dia, milhões de pessoas se conectam simultaneamente aos mesmos programas de televisão, de rádio ou de consoles de games. O consumo cultural, metodicamente massificado, não é algo sem consequências sobre o desejo e a consciênciaBernard Stiegler


Entrevista / Juca Ferreira

Cultura: uma necessidade básica

Para Juca Ferreira a “população brasileira é praticamente prisioneira da TV aberta”: pouquíssimas pessoas têm acesso a museus, cinemas e teatros. Segundo o ministro da Cultura, mudar essa “realidade muito dura” significa, em primeiro lugar, entender a complexidade do país e suas diversas manifestações culturaisMaíra Kubík Mano


Internet

Democracia, inovação e cultura digital

Não é só a sociedade e a economia que sentem o impacto da digitalização e da rede mundial de computadores. A política começa a se transformar. Junto com inúmeras outras propostas, o Fórum da Cultura Digital Brasileira é um exemplo de como a democracia pode se beneficiar da inovaçãoRodrigo Savazoni


ONGs

A trajetória da cooperação internacional no Brasil

No século XXI, os grandes avanços começaram a dificultar à cooperação internacional identificar os imensos desafios que a democracia brasileira ainda enfrentava. Ficou evidente que, em comparação com os outros países e continentes, principalmente a África, as questões aqui eram menos prioritáriasAna Toni


Gestão Obama / Política Externa

Um presidente conciliador

Obama é um dirigente metódico, pouco inclinado a ações espetaculares. Entretanto, deixou claro, ao receber o prêmio Nobel da paz, que está disposto – assim como todos os presidentes americanos recentes – a recorrer à força militar quando considerar que os interesses dos Estados Unidos estão ameaçadosMichael Klare


GESTÃO OBAMA / ECONOMIA

Detroit, retrato do pós-crise

Em razão da sua especialização funcional, Detroit revelou-se muito vulnerável às variações dos ciclos econômicos e às mutações do sistema capitalista. Agora, a cidade do automóvel, à beira da falência, é também a das charretes e das cadeiras de rodas elétricas, que são vistas circulando pelos acostamentos das avenidasAllan Popelard e Paul Vannier


Gestão Obama / Retrocessos e perspectivas

As reformas no papel

Um dia, Obama anuncia que decidiu enviar reforços para o Afeganistão; pouco depois, recebe o prêmio Nobel da paz. Esquizofrenia? Bem, no final, tudo se origina da mesma ladainha intermediária: “os meus amigos progressistas exigem demais, os republicanos não concedem o suficiente. Prefiro optar pelo caminho do meioSerge Halimi


Eleições

O que esperar de 2010

A próxima campanha deverá obedecer a um “script” rigoroso, que prescreve unicamente a possibilidade de discussões técnicas entre os candidatos. Desse modo, os verdadeiros problemas do país e suas respectivas soluções não virão à tona no processo eleitoral, a fim de não fornecer combustível para a oposição de esquerdaPlínio Arruda Sampaio


Movimentos sociais

A ordem é matar e criminalizar camponeses

Na etapa atual da repressão à luta camponesa, os diversos métodos historicamente utilizados têm sido articulados segundo o local e o poder político. À legitimidade da criminalização outorgada pelas diatribes do ministro Gilmar Mendes, tenta-se somar as CPIs, que anualmente são instaladas para deslegitimar o MSTAton Fon Filho


FUNDAMENTALISMO RELIGIOSO

O Islã é expansionista?

Duas tendências se distinguem no renascimento religioso atual: por um lado, o “islamismo de mercado”, com sua moda, música pop e até refrigerantes próprios, que refletem uma afirmação a partir da cultura de massa; por outro, o neofundamentalismo que defende o êxodo da Europa como forma de romper com o OcidentePatrick Haenni|Sami Amghar


Neocolonialismo / África

Corrida às terras férteis

Convencidos de obter grandes lucros, muitos bancos, fundos de investimento, grandes grupos industriais, Estados e milionários privados planejam instalar, na África, fazendas-empresa gigantes, a fim de produzir alimentos e biocombustíveis exclusivamente para exportaçãoJoan Baxter


Golpe militar

Transição antidemocrática em Honduras

Após a retirada do presidente Manuel Zelaya do poder, uma nova eleição foi realizada em novembro com o intuito de resolver a situação. Porém, na véspera da votação, o balanço da repressão chegava a 30 mortes, 4.200 prisões e um número incalculável de feridos. Desde então, dezenas de militantes teriam sido assassinadosAnne Vigna


Direitos humanos

O Brasil em cima do muro

Ao se abster, em votações de resoluções na ONU, sobre a situação dos direitos humanos, o Brasil colabora para o desvirtuamento das funções dos organismos multilaterais, gerando questionamentos sobre os possíveis interesses por trás dessa posturaPaula Daibert


Parto natural

Direito de nascer

Ter um parto natural não é algo fácil. Ao menos para quem vive em uma cidade como São Paulo. Trata-se de fazer opções que, simplesmente, não estão previstas no roteiro-padrão do atendimento médico, apesar dos esforços do Ministério da Saúde, já há alguns anos, para reduzir o índice de cesáreas no paísJoana Moncau|Spensy Pimentel


Saneamento básico

Necessidades que passam despercebidas

As condições miseráveis de vida das periferias das cidades em plena expansão na África, Ásia e América Latina não são mais consideradas ameaças para o tecido social e urbano. Porém, todos os anos milhões de pessoas contraem doenças pelo contato com partículas fecais presentes no mato, nos becos e nas margens dos riosMaggie Black


Envelhecer bem

Por uma terceira idade ativa

No momento em que a expectativa de vida atinge oito décadas, os 50 anos tornam-se o momento-chave para a preparação da passagem da vida profissional à terceira idade ativa. No entanto, os quinquagenários são insuportavelmente maltratados pela gestão de “recursos humanos” em nome da lucratividadeLucien Sève


LITERATURA CONTEMPORÂNEA

A decadência da poesia

A poesia não se vende e, portanto, não tem mais importância. É claro que esse gênero literário não é o único que perdeu “fatias de mercado” na cena cultural atual.Jacques Roubaud


Controle Social

De olho nas licitações

Maringá tem uma das maiores rendas per capita do país. No início dos anos 2000, um grande esquema de corrupção foi descoberto em que US$ 57 milhões haviam sido desviados dos cofres públicos. Indignados, voluntários uniram forças para criar um observatório que acompanha a aplicação correta do orçamento na cidadeDirceu Herrero Gomes


Editorial

O fim de uma era

Silvio Caccia Bava