Fevereiro 2012

Edição 55

R$14,90Comprar

EDITORIAL

Mudanças necessárias

Silvio Caccia Bava


LUTA PELA MORADIA

Conflitos por moradia estão aumentando no Brasil

Raquel Rolnik, professora da FAU-USP e relatora especial da ONU p/ o direito à moradia, prevê que os conflitos em torno da apropriação do território estão crescendo e devem aumentar. . Para ela, as conquistas no campo dos direitos são minadas e desconstituídas pela predominância da máquina de crescimento econômicoLuís Brasilino


EDUCAÇÃO

No México, a escola sem professor

Enquanto os cartéis de droga controlam regiões inteiras do país, o enfraquecimento do Estado mexicano preocupa até mesmo o governo dos Estados Unidos. O fenômeno pode ser observado também na educação, em que a defesa de estratégias tecnológicas para “reduzir custos” está longe de ser convincenteAnne Vigna


FOME

Quando a comida vira um produto financeiro

O novo diretor-geral da ONU para a Alimentação e a Agricultura, José Graziano da Silva, promete aumentar os recursos destinados à África, a “prioridade” de seu mandato. Mas, além da ajuda pontual – necessária –, será preciso tirar as matérias-primas agrícolas do sistema de especulação financeiraJean Ziegler


LUTA POR MORADIA

Dandara e a luta por habitação em Belo Horizonte

Ocupação urbana demonstra importância de experiências comunitárias no acesso a moradia e revela falhas do setor público no cumprimento do Estatuto da Cidade, expondo a primazia da especulação imobiliária sobre a função social da propriedadeFelipe Magalhães|Douglas Resende


LUTA POR MORADIA

A barbárie nossa de cada dia

Em 2010 teve início a remoção da maior e mais antiga comunidade do centro de São José dos Campos (SP): o Jardim Nova Esperança. Localizado na região do Banhado, esse assentamento abriga desde 1929 cerca de quinhentas famíliasAngela Aparecida da Silva|Cosme Vitor


Luta por moradia

A estética da crueldade

Em Brasília, após a destruição da mata nativa e do modo de vida dos indígenas que ainda resistem, divulga-se a construção no Setor Noroeste de “espaços ecológicos”, como o museu interativo Planetário Indígena e o Museu Vivo do Cerrado. O recado não podia ser mais claro: natureza e indígenas devem ser peças de museuRafael Moreira Serra da Silva


DIREITOS REPRODUTIVOS

Aborto: avanços na América Latina e retrocessos no Brasil?

Todos se lembrarão do papel central que a temática do aborto teve durante as eleições presidenciais e de como a então candidata Dilma comprometeu-se publicamente perante todas as Igrejas, especialmente católica e evangélicas, a levar adiante uma gestão que “defenderia a vida”Margareth Martha Arilha


TUDO DEPENDE DO NKALI

ONU introduz epidemia de cólera no Haiti

O fato de a condição endêmica da cólera não ser possível “sem deficiências simultâneas do sistema de saneamento” não elide a responsabilidade da ONU. Pelo contrário, torna ainda mais grave sua responsabilidade por negligenciar as condições sanitárias de suas instalações em um país com infraestrutura fragilizadaCristine Koehler Zanella|Maria Carolina Silveira Beraldo


DOSSIÊ SALÁRIOS

Ajustes nos custos de produção. A solução? Baixar os salários

A camisa de força macroeconômica da União Europeia não permite outra perspectiva além do dumping salarial organizado. Em um momento em que a negociação coletiva e o aumento salarial parecem impossíveis no quadro legal europeu, o foco das negociações passou a ser a redução da remuneraçãoAnne Dufresne