Junho 2012

Edição 59

R$14,90Comprar

EDITORIAL

Impasse na Rio+20

Silvio Caccia Bava


ENTRE O IDEAL ESPORTIVO E A LEI DO MAIS FORTE

Clubes de futebol: iguais, mas não muito

De 8 de junho a 1º de julho, a Eurocopa 2012, organizada pela Polônia e pela Ucrânia, verá o confronto de craques de grandes clubes. Superendividados, os times foram chamados pela Uefa a se endireitar. Porém, o “fair play financeiro” recentemente decretado pode de fato preocupar as equipes de elite do continente?David Garcia


MEIO AMBIENTE

O transporte urbano no Brasil

Uma política diferente de mobilidade deveria reduzir os benefícios e subsídios ao transporte individual, garantir espaço nas vias públicas para que as formas não motorizadas e o transporte público tenham qualidade, segurança e prioridade na circulação, e incentivar novas formas de ocupação e desenvolvimento urbanoEduardo A. Vasconcellos


ECONOMIA E JUSTIÇA

Franceses iniciam campanha por auditoria cidadã da dívida

De tema frustrante ou inatingível, a questão da dívida pública tornou-se “desejável” para aqueles que começaram a dominar o assunto, como ocorreu no caso da reforma da previdência em 2010 ou do projeto do Tratado Constitucional Europeu (TCE), em 2005Jean Gadrey


AMEAÇA À DEMOCRACIA

Radicalização

Os herdeiros Sarkozy contiuam a privilegiar as posições mais reacionárias com a esperança de arrancar da Frente Nacional um eleitorado popularSerge Halimi


MEIO AMBIENTE

A sustentabilidade das cidades e a Rio+20

O modelo de crescimento urbano que vigora na maior parte dos países com acelerado crescimento é insustentável. Está marcado por processos como a apropriação privada da terra e a remoção forçada de populações, especulação imobiliária, altas densidades, acentuada desigualdade socioterritorial, e priorização do automóvelNabil Bonduki


MEIO AMBIENTE

Cidades justas e sustentáveis

Em entrevista, Pablo J. Farias, vice-presidente da Fundação Ford e chairman da coalizão Living Cities, que reúne 22 das maiores fundações e instituições financeiras e já investiu mais de US$ 1 bilhão na melhoria da vida nas cidades, fala sobre os desafios para o meio ambiente urbano em escala mundialSilvio Caccia Bava


Meio Ambiente

As Olimpíadas e a Rua

Os Jogos Olímpicos são um conjunto de competições entre as cidades, assim como entre os atletas. Eles são a ocasião de uma cidade ser designada como a mais moderna, a de maior mobilidade urbana, a mais cara, porque ela será a mais valorizada, num universo de referência previamente reduzidoAnne Querien


MEIO AMBIENTE

A biodiversidade do Equador nas mãos da solidariedade internacional

A Rio+20 será realizada de 20 a 22 de junho. Na conferência, enquanto os países ricos buscam impor uma economia “verde” compatível com a ordem neoliberal, outros propõem uma via diferente. É o caso do Equador, que defenderá um projeto visando conciliar soberania nacional, progresso social e proteção dos ecossistemasAurélien Bernier


MEIO AMBIENTE

A energia renovável vai para o espaço

No solo, a energia solar, apesar de ser uma boa opção em escala local, acarretaria problemas em nível global, pois é o modo de geração de energia que exige maiores extensões de terraAmâncio Friaça


MEIO AMBIENTE

Arquitetos, não derrubem nada!

É preciso destruir prédios antigos para erguer imóveis “verdes” no lugar? Ao considerar a energia empregada na construção, é difícil a conta fecharPhilippe Bovet


SERVIÇO DOMÉSTICO

Um trabalho de formiga

Isolamento das assalariadas, ausência de tradição sindical, enfraquecimento das relações de força tradicionais: são inúmeros os obstáculos para a mobilização das pessoas que trabalham no setor do apoio domiciliar. Exemplos em Ardèche, Berry e SommePierre Souchon


ENTREVISTA

“A literatura não é regional ou universal: é individual”

Para a escritora argentina María Teresa Andruetto, vencedora do prestigiado prêmio Hans Christian Andersen, a qualidade dos livros infantis e a presença de bons professores são fundamentais para manter a literatura vivaFelipe Machado


AS VELHAS FÁBRICAS DA FOXCONN

Na China, a vida segundo a Apple

A gigante taiwanesa Foxconn, primeira fornecedora mundial de eletrônicos e principal empregador privado da China, está cada vez mais espremida em seu bunker gigante em Shenzhen Longhua. A companhia se desloca para Dongguan, depois a Sichuan, local emblemático da sua renovação industrialJordan Pouille


JUSTIÇA

Ministério Público à brasileira

O problema de fundo, se bem compreendido, ajuda-nos a entender por que o MP brasileiro é singular no quadro das democracias contemporâneas: trata-se de uma instituição capaz de representar a sociedade sem se deixar vincular diretamente a elaRogério B. Arantes


CULTURA VIVA NA AMÉRICA LATINA

É tudo tão comum!

Campanha pela Cultura Viva Comunitária busca destinar legalmente um mínimo de 0,1% do orçamento público para o “fazer cultural” autônomo e protagonista, potencializando os pontos de cultura existentes. Trata-se de uma experiência de lei continental, que se estende da Terra do Fogo ao Rio Grande, unindo 21 naçõesCélio Turino


CANADÁ

A tenacidade dos estudantes do Quebec

Dezenas de milhares de pessoas desfilaram por Montreal no centésimo dia da greve dos estudantes contra a alta das taxas de matrícula nas universidades. A defesa das liberdades civis mobiliza tanto quanto a luta pelo acesso ao conhecimento, enquanto o governo de Jean Charest tenta restringir o direito de manifestaçãoPascale Dufour


GOLPE DE ESTADO EUROPEU

UE cada vez menos democrática, e menos social

O ministro da Economia francês anunciou que o tratado orçamentário europeu não será “ratificado como está” e que é preciso “complementá-lo”. Mas essa renegociação vai enfrentar dificuldades para alterar um texto que prevê o desmantelamento dos sistemas sociais e dos mecanismos democráticos europeusRaoul Marc Jennar


NACIONALIZAÇÃO DA YPF

E Buenos Aires (re) encontra o petróleo

Ontem, era à América Latina que o FMI impunha sua receita de “ajuste estrutural”, cujos ingredientes são cada vez mais familiares aos europeus. Austeridade, desregulamentação, privatização: o fracasso do coquetel neoliberal fez a região elaborar outra via. Esta passa pela renacionalização de companhias de petróleoJosé Natanson


LUTA DE CLASSES OU RESPEITO ÀS DIFERENÇAS?

Igualdade, identidades e justiça social

Historicamente, a luta pela redução das desigualdades se fundamentou na partilha justa da riqueza. Há alguns anos, um novo tipo de demanda articula a igualdade ao respeito às diferenças e minorias e ao combate às discriminações. Podemos pensar na relação dessas concepções, de forma que elas se reforcem reciprocamente?Nancy Fraser