ECONOMIA

Onde foi parar o nosso dinheiro?

Não há nenhuma razão técnica para esta catástrofe em câmara lenta. Produzimos o suficiente para todos, cerca de R$ 11 mil de bens e serviços por mês por família de quatro pessoas, número que vale tanto para o mundo como para o Brasil: estamos exatamente na média mundial

por: Ladislau Dowbor
3 de maio de 2017
Crédito da Imagem: Alpino
Conteúdo apenas para Assinantes
Clique aqui para fazer o login como Assinante


Não é Assinante? Acesse nossa Loja e faça sua Assinatura hoje mesmo.
EDIÇÕES ANTERIORES

1 Comment

  • Correta análise do Dr Ladislau. Acredito que o problema está na falta de tecnologia, um exemplo: o Brasil importa 80% das peças para produção de um automóvel. Não temos uma política focada na produção, o país nunca se preocupou com isso. Países com endividamento superior ao Brasil (Japão, Holanda, outros) têm uma baixa taxa de juros, No Brasil a taxa de juro é definida pelos credores, não temos controle familiar como países da Europa, numa democracia a engenharia financeira é direcionada ao comprador, contribuinte, um exemplo, a aposentadoria não é deficitária para quem paga, ou um imóvel é construído com preços acessíveis para o comprador e não especulador, o Brasil adota uma política antiga, qual seja, socialismo para não proprietário e capitalismo com justiça para ricos (Nicolae Ceauşescu) e no final, odeio socialista. O crédito foi retirado da política brasileira para manter o status dominante, uma taxa de 6% ou 7% ao ano num financiamento a longo prazo (imóvel) corresponde a 70% do valor da sua dívida em juros, inviável. O Brasil tributa na produção e não consumo do produto ou serviço, por esta razão pagamos duas vezes a previdência, uma na folha e outra no consumo, perdemos 9 anos na nossa aposentadoria pela não contabilização desta duplicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *