Revolução boliviana - Le Monde Diplomatique

Revolução boliviana

dezembro 5, 2007
compartilhar
visualização

Nas últimas décadas, o país de maior fronteira com o Brasil era mencionado esporadicamente pela imprensa brasileira, quase de maneira folclórica, com sua sucessão de golpes de Estado, rebeliões e massacres populares. A eleição de Evo Morales à presidência do país recolocou a Bolívia nas pautas. E desta vez para os meios de comunicação, em quase uníssono, criticarem uma administração que investiria contra os “interesses brasileiros” na região. Uma abundância de informações desencontradas passa a ser veiculada como forma de tirar de cena o principal: o povo boliviano tenta, mais uma vez, sair de um secular regime de exploração.
A carência de informações precisas sobre a Bolívia e sua história é agora em boa parte suprida por um pequeno e valioso livro. Trata-se de A Revolução Boliviana, de Everaldo de Oliveira Andrade. De forma viva e rigorosa, Andrade reconstitui os momentos cruciais das reviravoltas e contextualiza seus antecedentes e desdobramentos, num mundo marcado pela descolonização do segundo pós-guerra e pela radicalização da Guerra Fria. Leitura para um bom par de horas. Fulminante!



Artigos Relacionados


Edições Anteriores