Arquivos aposentadoria - Le Monde Diplomatique

Por que trabalharemos até morrer?

Fica cada vez mais claro para todos que as reformas trabalhista e previdenciária propostas pelo governo Temer se apoiam em justificativas rasas, numa estratégia midiática agressiva e numa violência policial desmedida e antidemocrática. A postura do governo é consequência de um fato evidente: não há nenhum apoio social às reformas. Nem ao governo. Num país …

A fábrica de indesejados

Campos de refugiados internos ou externos, acampamentos de migrantes, zonas de espera para pessoas com pendências, campos de trânsito, centros de retenção ou de detenção administrativa, centros de identificação e de expulsão, pontos de passagem fronteiriços, centros de acolhimento de pessoas em busca de asilo, “guetos”, “jungles”, “hot spots”… Essas palavras ocupam o cotidiano de …

Uma política na contramão do trabalho

A promulgação da Constituição Federal de 1988, em particular o capítulo dos direitos sociais, representa um marco na história do país. Passados 28 anos, os princípios escritos para a Previdência Social brasileira vêm sofrendo um contínuo processo de desestruturação de suas bases institucionais. Nesse intervalo de cinco presidentes (Collor/Itamar, FHC, Lula e Dilma), não se …

Excluindo o povo do orçamento público

O governo golpista enviou ao Congresso Nacional um projeto central para sua ação política: uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para limitar a expansão das despesas orçamentárias. Na fachada, a PEC 241/2016 cria um novo regime fiscal, que abrange as despesas de todos os poderes da União e dos órgãos com autonomia administrativa e …

Por que não há déficit

Contrariamente ao que se informa, há dados que comprovam superávit no Sistema de Seguridade Social e da Previdência Urbana, que poderia ser ainda maior não fossem os inúmeros artifícios usados para mostrar que há déficit. A Constituição Federal define, no artigo 194, o Sistema de Seguridade Social que abrange a saúde, a Previdência e a …

Emigração como alternativa

Até agora, em Portugal, “emigração” tinha um significado muito preciso, carregado de símbolos. Quando alguém mencionava essa palavra, referia-se principalmente a uma multidão de centenas de milhares de pessoas que saíram do país nos anos 1960 e 1970. Empurrada pela miséria da ditadura salazarista e pela guerra colonial, uma grande parte desses indivíduos atravessava as …

A “exportação” de avôs e avós

Em Berlim, a sra. T. mora em uma grande casa, construída outrora pelo marido para eles e para os filhos que acabaram por não ter. Hoje viúva e com 87 anos, ela vive sozinha. Só tem uma sobrinha, a 700 quilômetros dali, e um parente distante do outro lado do oceano. A sra. T. está …

A revolução no significado do trabalho

Desde 2008, a cada dia que passa uma certeza cresce: o mercado de trabalho e o de capitais representam um obstáculo ao trabalho e ao investimento. Essas instituições ainda gozam de uma confiança tão profundamente arraigada, que seu fracasso provoca um aumento de dependência às suas regras. Os indivíduos se esforçam para melhorar sua situação …

O publico e privado: quem fica com as aposentadorias

Muitos argentinos reagiram de forma agressiva à aprovação da lei de nacionalização das aposentadorias, em 7 de novembro deste ano1. Apesar de ter obtido esmagadora maioria no Parlamento, a proposta do governo de Cristina Kirchner foi classificada como “espoliação” por parte da população. A medida provocou fuga de capitais e fortes baixas das Bolsas de …