Arquivos Donald - Le Monde Diplomatique

Golpes democráticos

Com a aura proveniente de uma eleição vencida com 3 milhões de votos a menos que sua adversária, o presidente Donald Trump escolheu a Arábia Saudita para denunciar a ausência de democracia… no Irã. Depois, em Miami, diante dos sobreviventes de uma operação militar fracassada montada em abril de 1961 pela CIA contra o governo …

O desprezo pelo povo

O populismo transcende as divisões ideológicas tradicionais.1 Enquanto o nacionalismo anti-imigração de Donald Trump crescia para tomar de assalto o Partido Republicano e a Casa Branca, à esquerda Bernie Sanders mobilizava os trabalhadores com remédios inspirados no Partido do Povo (People’s Party), que emergiu no final do século XIX em resposta à influência de bancos …

Do céu ao (buraco do) inferno

No ban, no wall: vestidos de estátuas da liberdade contra os muros que Trump pretende levantar na fronteira mexicana e banir imigrantes e refugiados     Os últimos cinco presidentes dos Estados Unidos nas suas primeiras viagens ao exterior deram preferência visitar seus vizinhos e principais parceiros econômicos: Canadá e México. Em sua primeira turnê …

A ética vitoriosa de Donald Trump

A perplexidade generalizada com o resultado das eleições presidenciais nos Estados Unidos deixou escapar um ponto simples e fundamental: o sucesso de Donald Trump não ocorreu apesar de sua figura polêmica, mas exatamente por causa dela. Em outras palavras, o machismo, a xenofobia e a intolerância do candidato fizeram parte de uma bem-sucedida estratégia publicitária. …

O triunfo do estilo paranoico

  As ambições presidenciais de Donald Trump não datam de ontem. Em 1988, o incorporador imobiliário já tinha tentado se tornar concorrente de George H. Bush. Ele postulou em seguida, na perspectiva da eleição de 2000, a investidura pelo Partido da Reforma, o qual havia servido de plataforma para Ross Perot, o primeiro “bilionário populista” …

Como perder uma eleição

  Em entrevista concedida dez meses antes de sua vitória na eleição para a presidência dos Estados Unidos, Barack Obama estimava que “Ronald Reagan tinha transformado a América como nem Richard Nixon nem Bill Clinton fizeram”, engajando o país “numa estrada fundamentalmente diferente”.1 A mensagem pretendia ser clara: contrariamente a Hillary Clinton, sua principal concorrente …

A desorientação da intelligentsia

  Existe pelo menos um país onde as eleições têm efeitos rápidos. Desde a vitória de Donald Trump, o peso mexicano desmorona, o custo dos empréstimos imobiliários se eleva na França, a Comissão Europeia aperta o cerco orçamentário, os pesquisadores eleitorais se mostram mais discretos, o pouco crédito concedido aos jornalistas agoniza, o Japão se …

A artilharia contra Bernie Sanders

Nunca a imprensa norte-americana tomou partido tão abertamente numa eleição. Mês a mês, ela se dedicou a desacreditar todos os candidatos que lhe desagradavam, a começar pelo senador “socialista” de Vermont, Bernie Sanders, concorrente de Hillary Clinton nas primárias democratas. Entretanto, as pontuações por ele obtidas nas primárias nos Estados-chave, aqueles em que Hillary Clinton …

Incômodos Políticos

Em setembro, os Estados Unidos celebram o Dia do Trabalho. Neste ano, ele terá como particularidade o fato de que muitos operários e empregados – homens brancos, em particular – se encaminham para reuniões com o candidato republicano. Donald Trump cultiva esses apoios fustigando os tratados de livre-comércio que precipitaram a desindustrialização dos antigos bastiões …

Um bilionário fantasiado de operário contra uma madona virtuosa

Difícil imaginar escolha pior do que Cleveland, em Ohio, para realizar uma convenção nacional do Partido Republicano. Nessa cidade industrial, bastião tradicional dos democratas, qualquer esquina lembra que a política econômica dos republicanos provocou a destruição do mundo operário durante boa parte dos últimos quarenta anos. Em outros tempos, a cidade encarnava o poder manufatureiro …