Arquivos França - Le Monde Diplomatique

Refundar antes de reformar

É uma batalha travada entre adversários desiguais. Ela começa sempre assim: em nome da modernidade, um governo impõe a mutilação do sistema de interesse geral criado no pós-guerra como um ponto de apoio para conquistas futuras – o regime geral da Previdência Social, as aposentadorias, o estatuto dos servidores públicos, o setor público no qual …

Reflexões de um usuário de ferrovias

Parece que as pequenas linhas de trem custam muito caro à administração. A que eu mais frequento, entre Nancy e Saint-Dié-des-Vosges, já sofreu, no entanto, todas as economias possíveis. Não estou falando apenas dos trens sucateados (essas latas-velhas enferrujadas e pichadas) que nos impuseram durante alguns anos por falta de coisa melhor. Eles foram substituídos, …

A história da rejeição aos servidores

Ao assumir o desejo de suprimir 120 mil cargos de funcionários públicos em cinco anos, Emmanuel Macron não é nada original. A denúncia do peso do Estado e do número de seus empregados é, há mais de dois séculos, uma ladainha repetida, segundo os períodos, por agentes cujas convicções atravessam todo o espectro político. Ainda …

A era do fichamento generalizado

Criada por simples decreto no dia 28 de outubro de 2016, em pleno estado de emergência, o banco de dados de títulos eletrônicos seguros (TES) é a concretização de um projeto muitas vezes rejeitado em nome das liberdades individuais: a informatização dos dados biométricos de toda a população.1 Esse mega-arquivo funde e aperfeiçoa dois repertórios …

Uma fábrica do consentimento

O Estado francês planeja enterrar os dejetos mais perigosos da cadeia nuclear na comuna de Bure, no nordeste do país. No laboratório subterrâneo, cientistas e engenheiros testam as propriedades do confinamento em argila. Na superfície, os especialistas em relações públicas preparam a opinião local Nos anos 1980, a Agência Nacional para a Gestão dos Dejetos …

O jihadismo segundo os especialistas

  Durante muitos anos, especialmente após os atentados de janeiro e novembro de 2015 em Paris, o fenômeno dos jihadistas nascidos ou criados no Ocidente alimenta inúmeras perguntas e controvérsias. Cada ataque na Europa ou nos Estados Unidos reabre o debate sobre as raízes do mal e a maneira mais eficaz de restringi-lo. A ideia …

Guerras de religião

A França acaba de viver um momento de loucura midiática e política. Todos os ingredientes estão aí para que ela enfrente outros do mesmo tipo: descomedimento de comentários suscitados por uma caricatura de imprensa; papel ideal do Twitter quando se trata de reagir antes de refletir e de atiçar um incêndio; combustível perfeito de temas …

A solidariedade entre nós

  Você, leitora e leitor, que já não aguenta mais o pensamento único que impera nos grandes jornais diários, nas revistas semanais de notícias e nas emissoras de rádio e televisão, todos alinhados na defesa dos interesses do mercado; que já não confia mais nas notícias que vêm pela internet, muitas delas fakes; que se …

E se refundarmos a legislação trabalhista?

Só um cego discordaria da necessidade de uma reforma profunda do direito trabalhista. Na história da humanidade, as mudanças técnicas sempre acarretaram a refundação das instituições. Foi assim com as revoluções industriais anteriores, que, depois de perturbarem a antiga ordem do mundo abrindo as comportas da proletarização, da colonização e da industrialização da guerra e …

O adeus às armas?

Os três movimentos armados em luta contra os Estados britânico, espanhol e francês sobreviveram várias décadas a mais que outras organizações clandestinas que emanavam de nações sem Estado, na Bretanha, nas Antilhas francesas, na Catalunha, no País de Gales e na Escócia. Eles sobreviveram igualmente a numerosas lutas armadas de extrema esquerda que marcaram a …