Arquivos impachment - Le Monde Diplomatique

Austeridade fiscal permanente do fundo público

Dentro da discussão da política macroeconômica, desde a crise da dívida pública nos anos 1980, a política fiscal brasileira vem sofrendo um processo de inflexão quanto à sua capacidade de financiar o desenvolvimento nacional. Naquela década, com um quadro de desequilíbrio nas contas públicas advindo da ruptura do padrão de financiamento, da estatização da dívida …

O governo Temer na economia: conjuntura, estrutura e “fracasso”

No fim de abril de 2017, os sinais da conjuntura econômica eram dúbios, mas não autorizavam grande otimismo. Beneficiados por uma mudança metodológica (usual, mas desta vez muito mal esclarecida) relativa aos setores de comércio e serviços, os indicadores antecedentes apontavam para um encerramento da recessão no primeiro trimestre. Por outro lado, os dados de …

Hora de quebrar ovos

No dia 17 de maio de 2017, o sonho do PSDB parece ter ido a pique. Segundo esse sonho, Michel Temer faria o serviço sujo, as eleições de 2018 seriam vencidas por um dos tucanos históricos, o país voltaria a crescer, devidamente alinhado com os Estados Unidos, sem espaço para “lulopetismos” e com o “custo …

Participe do debate sobre os impactos do governo Temer na cultura do país

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/394958467564282/ Para debater os reflexos do golpe de 2016 na cultura do país, o Le Monde Diplomatique Brasil, em parceria com a Editora Veneta e o Instituto Pólis, realizam neste sábado (13), a partir das 13h30, o debate “Um ano de golpes contra a cultura”. Exatamente um ano após o afastamento da …

Depois do golpe, o Estado penal

Em 1985, quando era secretário de Justiça do governo Montoro em São Paulo, o hoje presidente interino Michel Temer criou a primeira Delegacia da Mulher do Brasil. As demandas do movimento feminista eram outras – passavam por sistemas de prevenção, abrigos, melhoria de atendimento e fim da lógica da legítima defesa da honra no Judiciário …

Brasil em transe: crise política, golpe de Estado e perspectivas da esquerda

O Brasil vive um momento dramático de sua vida política. O golpe de Estado ameaça pôr fim ao período de redemocratização que, iniciado com a abertura política, aprofundou-se com a Constituição de 1988 e prosseguiu, a partir de 1989, com a realização periódica de eleições diretas. O golpe dirige-se não apenas contra o governo Dilma, …

O golpe de Estado contra os direitos

O Congresso que derrubou a presidenta Dilma Rousseff agora deita e rola na condição de herdeiro solitário do Poder Executivo. Uma tragédia anunciada para todos que defendem a democracia no Brasil. Deter esse processo de rápida degradação institucional não pode ser mais visto como um objetivo da esquerda ou de um partido; é uma questão …

A maior traição à Constituição

A nação nos mandou executar um serviço. Nós o fizemos com amor, aplicação e sem medo. A Constituição certamente não é perfeita. Ela própria o confessa ao admitir a reforma. Quanto a ela, discordar, sim. Divergir, sim. Descumprir, jamais. Afrontá-la, nunca. Traidor da Constituição é traidor da pátria. Conhecemos o caminho maldito: rasgar a Constituição, …

O golpe é patriarcal, sexista, capitalista e midiático

Na vigência de um golpe patriarcal, machista, sexista, capitalista, fundamentalista, midiático e parlamentar, que retirou da Presidência da República a primeira mulher eleita e reeleita com mais de 54 milhões de votos, como ficam os direitos conquistados e a cidadania das mulheres? Quem são os articuladores desse golpe em vigência? São homens brancos, ricos, violentos …