A Diplomatique Brasil


Nascido em 1954 na França, Le Monde Diplomatique é publicado em 25 idiomas e tem uma tiragem de 2,4
milhões de exemplares. Tornou-se também uma referência mundial para indivíduos, movimentos e
organizações que buscam transformações sociais e humanas e discutem alternativas ao status quo. Suas
páginas trazem à luz questões altamente relevantes, muitas vezes negligenciadas pela grande
imprensa, contribuindo para a crítica ao pensamento único e para a construção de novos paradigmas.


No Brasil, Le Monde Diplomatique surgiu em versão impressa em 2007 por iniciativa do Instituto Polis e de uma série de apoiadores que viam no original francês uma publicação fundamental para estimular o pensamento crítico, a reflexão e o debate de temas prementes da sociedade.


Com independência político-econômica, autonomia editorial e densidade analítica, Le Monde Diplomatique Brasil é uma publicação apartidária, pluralista e democrática, que busca ocupar um espaço que não foi até agora devidamente contemplado pelo jornalismo brasileiro. Para orientar sua linha de atuação, o jornal criou um Conselho Editorial de renomados jornalistas e especialistas de diferentes áreas, buscando expressar múltiplos olhares sobre a conjuntura, estabelecer o contraditório, explicitar as diferenças e concordâncias em torno de uma agenda que procura aprofundar a democracia e a eqüidade no Brasil e no mundo.

Na edição original do Le Monde Diplomatique têm destaque a análise das tendências internacionais mais relevantes, a crítica da globalização neoliberal, o debate das alternativas, temas emergentes relacionados à cultura, mídia, filosofia, literatura, artes e cinema. A edição brasileira beneficia-se também de análises vindas de fora, não apenas da França como das demais edições do jornal. É importante ressaltar que não se trata de uma publicação noticiosa, voltada à cobertura dos fatos correntes, mas de uma publicação reflexiva, que busca identificar, para além dos fatos, os cenários maiores que lhes conferem sentido e inteligibilidade.


Expediente Diplomatique

LE MONDE DIPLOMATIQUE

Fundador: Hubert BEUVE-MÉRY
Presidente, Diretor da Publicação: Serge HALIMI
Redator-Chefe: Philippe DESCAMPS
Diretora de Relações e das Edições Internacionais: Anne-Cécile ROBERT

LE MONDE DIPLOMATIQUE BRASIL

Diretor da edição brasileira e Editor-Chefe: Silvio Caccia Bava
Outros Diretores: Anna Luiza Salles Souto, Maria Elizabeth Grimberg, Rubens Naves.
Editor: Luis Brasilino
Editor web: Cristiano Navarro
Editores de arte: Adriana Fernandes e Daniel Kondo
Estagiária: Nadine Nascimento
Gestão administrativa e financeira: Arlete Martins
Assinaturas: Viviane Alves
Tradutores: Carolina M. de Paula, Frank de Oliveira, Livia Chede Almendary e Rita Grillo.
Conselho Editorial: Adauto Novaes, Amâncio Friaça, Anna Luiza Salles Souto, Ariovaldo Ramos, Betty Mindlin, Claudius Ceccon, Eduardo Fagnani, Heródoto Barbeiro, Igor Fuser, Ivan Giannini, Jacques Pena, Jorge Eduardo S. Durão, Jorge Romano, José Luis Goldfarb, Ladislau Dowbor, Maria Elizabeth Grimberg, Nabil Bonduki, Raquel Rolnik, Ricardo Musse, Rubens Naves, Sebastião Salgado, Tania Bacelar de Araújo, Vera da Silva Telles.
Assessoria Jurídica: Rubens Naves Santos Jr. Advogados


Endereço:

Telefone: 55 11 2174-2005
diplomatique@diplomatique.org.br
www.diplomatique.org.br

Assinaturas:

assinaturas@diplomatique.org.br
Telefone: 55 11 2174-2015

Escritório Comercial Brasília

Marketing 10: José Hevaldo Rabello Mendes Junior
jh@marketing10.com.br | (61) 3326-0110/39642110.
Le Monde Diplomatique Brasil é uma publicação da associação Palavra Livre, em parceria com o Instituto Pólis.

Impressão:

Plural Indústria Gráfica Ltda.
Av. Marcos Penteado de Ulhôa Rodrigues, 700
CEP 06543-001
Santana de Parnaíba – SP.

Distribuição Nacional:

DINAP – Distribuidora Nacional de Publicações Ltda.
Av. Dr. Kenkiti Shimomoto, 1678
Jd. Belmonte – CEP 06045-390
Osasco – SP.