diplomatique, Autor em Le Monde Diplomatique

Uma ditadura em uma democracia

A censura se funda como um desdobramento repressivo dos governos, impelidos pela necessidade de manter o controle social sobre a informação. Nos anos de 1960, no Brasil, houve um processo de institucionalização dessa prática, na medida em que foram criadas leis que a regulasse. Naquela época, esse mecanismo repressivo foi consolidado na noite do dia …

Ser de esquerda no Brasil hoje

O deputado que dedicou o seu voto ao torturador, naquele fatídico dia 17 de abril de 2016, tornou-se presidente da República no dia 1º. de janeiro de 2019. Se alguém fizesse essa previsão no dia da farsa, que entrará para os anais da história nacional, seria então chamado de louco. O que aconteceu? Como isso …

Em defesa da filosofia

A Filosofia não se identifica com nenhuma das tantas profissões e saberes específicos que se formam nos cursos superiores. Quem se forma em Filosofia não recebe uma capacitação prática e técnica. Formar-se em Filosofia é ser introduzido no mundo da razão com a missão de fazer dela o seu instrumento de vida e trabalho, sem, …

Guilhotina #09 – Marcia Tiburi

Neste episódio, Luís Brasilino, Cristiano Navarro, Bianca Pyl e Ligia Ximenes conversam com a filósofa Marcia Tiburi sobre seus dois últimos livros, o romance distópico “Sob os pés, meu corpo inteiro” e o ensaio “Feminismo em comum: para todas, todes e todos”. Em debate, o cotidiano cada vez mais distópico do fascismo à brasileira, suas …

Um ano da intervenção federal no Rio e a transparência dos dados

Há poucas cidades, estados ou países em que a coleta e a sistematização de grandes volumes de dados não seja uma realidade cotidiana na gestão pública. Informação é  um ativo valioso, presente seja nas campanhas eleitorais, quando candidatos questionam políticas públicas dos adversários por meio de índices, seja no dia-a-dia da administração de uma cidade, …

Nicarágua: o autoritarismo escancarado

Ao chegar em Manágua, no início de julho de 2018, a Rotonda Jean Paul Genie estava repleta de cruzes de madeira que resistiam à ação do tempo e dos apoiadores do governo de Daniel Ortega desde que foram simbolicamente colocadas no local. No dia 21 de abril, manifestantes revoltados com a repressão empregada pelo governo …

Quem quer ser herói?

“Não sou nenhum herói”, a frase pronunciada pelo capitão Gregório De Falco, logo após o acidente com o navio Costa Concordia na Itália em janeiro de 2012, gerou muita polêmica. De Falco, chefe da Capitania de Portos de Livorno, protagonizou uma discussão acalorada sobre ética e responsabilidade com Francesco Schettino, comandante do navio que estava …

Quão obscurantista é o emplasto filosófico de Olavo de Carvalho?

Dimitrius Dantas, do jornal O Globo, convidou a mim e a dois colegas, Maria de Lourdes Borges, da UFSC, e Maurício Keinert, da USP, para assistirmos a uma das aulas de Olavo de Carvalho e darmos nossa opinião. A matéria, publicada no dia 10 de Fevereiro, ficou interessante e gerou alguma polêmica[1], chegando até mesmo …

Vale: uma empresa financeirizada

A Vale é uma empresa bastante internacionalizada,[1] embora com uma estrutura produtiva pouco diversificada e concentrada em atividades extrativas, de metalurgia, energia e logística. Sua estrutura proprietária, desde a privatização em maio de 1997, foi pulverizada entre investidores institucionais, sobretudo estrangeiros.[2] A estrutura proprietária tem condicionado a adoção de uma estratégia corporativa financeirizada e de …