diplomatique, Autor em Le Monde Diplomatique - Página 2 de 74

Por que agora?

Fazia muito tempo que um movimento social não causava tanta preocupação aos governantes. A amplitude, a duração e a determinação do movimento dos “coletes amarelos” os surpreenderam desagradavelmente. Eles também foram desestabilizados por sua heterogeneidade em termos de interesse pela política, de atividade profissional, de local de residência e de orientação partidária. Ele não pode …

Mudanças climáticas e segurança nacional

Em 2018, caças F-22 foram parcial ou totalmente destruídos quando o Furacão Michael atingiu a Base Aérea Tyndall, na Flórida. As aeronaves, que valem bilhões de dólares, estavam em solo para manutenção. O furacão, de categoria 4 na escala Saffir-Simpson (que vai até 5), danificou gravemente os hangares da base e boa parte do seu …

Lula está preso, Voltaire está morto. Babacas!

O magistrado David Beaudrigue estava convicto: o jovem Marc-Antoine Calas fora assassinado pela própria família. O pai, a mãe e um dos irmãos, e também a empregada Jeanne Viguière e um jovem amigo da família, Gaubert Lavaysse: todos que estavam na casa naquela noite do dia 13 de outubro de 1761 diziam que ao descer …

Intelectuais de internet chegam ao poder: a luta de classes do saber

Dizendo proteger a democracia ao suprimir o comunismo da sociedade, formam-se cruzadas que, ironicamente, suprimem a democracia – ao tolher o dissenso e a liberdade de expressão. Grupos organizados atuam em universidades e escolas para vigiar e denunciar supostos comunistas, sem provas, listando nominalmente professores e acusando-os de doutrinar e seduzir estudantes. Comitês governamentais são …

O velho Atlântico e o novo ouro negro

A energia produzida em alto mar tem sido um componente cada vez mais importante para a indústria mundial de petróleo e gás. Os recursos e projetos offshore têm se consolidado como uma das principais fronteiras de expansão da economia dos hidrocarbonetos neste início do século XXI, desaguando em uma importante transformação: o oceano Atlântico com …

Ladeira abaixo

Entre as grandes instituições multilaterais, financeiras e a mídia especializada, está formado o consenso de que a economia global não escapa de uma desaceleração a partir deste ano; de acordo com alguns indicadores parciais, ela já começou. A dúvida que persiste diz respeito à sua profundidade e à possiblidade de se converter numa recessão ou …

Pulp fiction: tempos de Bolsonaro

Pulp: revista ou livro sensacionalista, que é geralmente publicado e impresso em material de segunda classe. Nada melhor para falar do governo Bolsonaro e de seus personagens do que o termo pulp. Na película de Quentin Tarantino, dois gângsteres estão indo recuperar uma maleta de um sócio que contrariou o chefe do grupo. Enquanto Jules …

Sem igualdade não há liberdade

Ler e reler a Declaração Universal dos Direitos Humanos, setenta anos após sua adoção pelas Nações Unidas em Paris, é sempre um exercício útil, pois o texto propõe, ainda hoje, a visão mais progressista daquilo que nosso mundo poderia ser. No momento de comemorar seu aniversário, seria lógico ressaltar os inegáveis progressos realizados em conjunto …

Miscelânea

ROSA LUXEMBURGO: CRISE E REVOLUÇÃO Rosa Rosa Gomes, Ateliê Editorial Rosa Rosa Gomes não só fez um estudo inédito em arquivos, como também relacionou os debates do Partido Social-Democrata alemão com a formação do pensamento econômico de Rosa Luxemburgo por meio da leitura de seus manuscritos. A primeira contribuição da autora consiste em religar o …

As receitas da Netflix

A história começa por uma proeza tecnológica: tratava-se, inicialmente, de um xeque-mate ao download ilegal. A Netflix então concebeu uma interface com uma fluidez extraordinária. Em todos os lugares, o tempo inteiro, a resolução de uma imagem se adapta à velocidade de conexão de um número exponencial de usuários. A Netflix realiza essa “extensibilidade” (scalability) …