diplomatique, Autor em Le Monde Diplomatique - Página 2 de 65

‘Já está feito, já pegou fogo, quer que faça o quê?’

Nas comemorações dos 200 anos do Museu Nacional do Rio de Janeiro, o diretor Alexander Kellner e a Associação de Amigos do Museu Nacional organizaram uma campanha de crowdfunding para arrecadar fundos para reabertura de uma sala expositiva. Em maio de 2018, o diretor do museu afirmou ter estrategicamente transferido a sala da direção para …

Descobrindo um passado que atravessa o presente

Na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a história da ditadura militar dizia: não houve fatos marcantes de repressão; reinava paz e cordialidade nas relações entre administração, professores e estudantes; e, graças a esse quase-consenso e ao protagonismo do primeiro reitor, João David Ferreira Lima, que permaneceu 10 anos no cargo, a universidade foi pioneira …

Escola sem escola?

Rimos quando uma pessoa que passou a vida como engenheiro, por exemplo, pega uma faca afiada e resolve operar o nosso coração, mas não quando opiniões são emitidas sem fundamentação alguma a respeito do que deveria ser a educação dos nossos jovens, aqueles que serão o futuro do nosso país. Assim como em todos os …

Os games como uma nova forma de persuasão

A origem de um mito “O cowboy tornou-se legitimamente norte-americano quando se transformou em um símbolo legendário e folclórico do oeste selvagem e do período de expansão das fronteiras internas da nova nação”,[1] nos mostra Fernando Simão Vugman. O cinema hollywoodiano contribuiu para a “condensação histórica em que se fundam os mitos” para assim consolidar …

Freud, Boaventura e o exemplo de Temístocles em uma nova racionalidade política

Durante estes dias, recordei-me de uma breve passagem machadiana de outrora leitura que me marcou profundamente. Em Esaú e Jacó, Aires discute com Custódio sobre o novo nome de sua Confeitaria, espaço que possuía a alcunha de “Confeitaria do Império” em meio ao novo regime republicano instituído. Aires, como um Conselheiro de parcimônia, dentre suas …

Nunca fomos tão livres

Nunca fomos tão livres quanto agora. Perdemos a cada dia nossos direitos e, em primeiro lugar, o de falar; somos ultrajados todo santo dia e temos de nos calar; somos colocados diante de um horizonte obscuro, decrescente, acintoso; todo amargor de uma derrota muito além do circo das eleições nos é servido no prato fundo …

Brasil já tem 707,4 mil imigrantes

O número dos imigrantes no Brasil atingiu 707.438 registros em 2017. Do total, destacam-se 449.174 imigrantes de longo termo e 245.110 imigrantes temporários. Se considerados apenas fluxos recentes, a partir de 2010, os haitianos (101,9 mil) aparecem como primeira nacionalidade em termos de regularização no período. Os venezuelanos, a partir de 2017, ganham destaque nos …

O que se pode esperar da economia no governo Bolsonaro?

O quadro atual da economia brasileira mostra uma situação de compasso de espera, com uma recuperação gradual e lenta: taxa de crescimento do PIB de 1% em 2017 e 1,4% em 2018 (segundo previsão do Focus). Já a taxa de desocupação se mantém bastante elevada, oscilando entre 12% a 13% desde o início de 2017 …

A sociedade do auto espetáculo

As relações sociais que norteiam as decisões políticas dos nossos tempos mudaram. Muitos dos analistas em jornais, universidades, bares e igrejas estão buscando entender como as novas formas de comunicação e manipulação da informação desse novo século XXI estão impactando nosso cenário político. Termos como fake news, narrativas, big data, bots e sockpuppets se tornaram …

Assine ou dê de presente o Diplo e ganhe um livro

Neste mês de dezembro, assinando o Le Monde Diplomatique Brasil por um ano (impresso ou digital), você ganha o livro “Thomas Piketty – O segredo dos ricos”. Se você já é assinante, aproveite para dar uma assinatura do Diplo Brasil de presente. Organizado pelo Le Monde Diplomatique Brasil e publicado pela editora Veneta, o livro …