Guilhotina #137 — Bruno Malheiro - Le Monde Diplomatique Brasil

Guilhotina

Guilhotina #137 — Bruno Malheiro

Guilhotina | Brasil
7 de outubro de 2021
compartilhar
visualização

Bianca Pyl e Luís Brasilino entrevistam o geógrafo e professor Bruno Malheiro, autor, com Carlos Walter Porto-Gonçalves e Fernando Michelotti, do livro “Horizontes amazônicos para repensar o Brasil e o mundo”, lançado em junho pela editora Expressão Popular em parceria com a Fundação Rosa Luxemburgo. A obra contextualiza histórica e geopoliticamente a conjuntura da Amazônia, do período pré-colombiano ao inferno bolsonarista. Ouça nessa postagem ou em seu tocador favorito!

Bianca Pyl e Luís Brasilino entrevistam o geógrafo e professor Bruno Malheiro, autor, com Carlos Walter Porto-Gonçalves e Fernando Michelotti, do livro “Horizontes amazônicos para repensar o Brasil e o mundo”, lançado em junho pela editora Expressão Popular em parceria com a Fundação Rosa Luxemburgo. A obra contextualiza histórica e geopoliticamente a conjuntura da Amazônia, do período pré-colombiano ao inferno bolsonarista. Fala sobre a combinação da acumulação por espoliação com o estado de exceção na exploração da região e seus povos, a escolha pela exportação de commodities, a importância dos povos para a formação e manutenção da floresta, a colonização da Amazônia, as ações da ditadura civil-militar, a fratura do território, um balanço da atuação dos governos progressistas na região e muito mais! Professor da Faculdade de Educação do Campo no Campus de Marabá da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Bruno possui graduação em Geografia pela Universidade Federal do Pará e é mestre em Planejamento do Desenvolvimento pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da UFPA e doutor em Geografia pela Universidade Federal Fluminense. Atualmente, ele coordena o Laboratório de Estudos em Território, Interculturalidade e R-Existência na Amazônia (LaTierra).

Sugestões do Bruno: Seminário com José Quintero Weir, Sentipensar com a Terra; artigo José Quintero Weir, “Da ‘virada ontológica’ ao Tempo de Volta do Nós”; documentário “Pisar Suavemente na Terra”.

Ouça em seu player de preferência ou dê o play:

*Trilha: Neuber Uchoa, “Cruviana”; e Patricia Bastos, “Jeito Tucuju” (Val Milhomem e Joãozinho Gomes).



Artigos Relacionados

ORÇAMENTO SECRETO

A melhor forma de combate à corrupção não é o discurso

Online | Brasil
por Luís Frederico Balsalobre Pinto
DEMOCRACIA MILITANTE

A democracia do erro: Loewenstein e o Brasil de 2022

Online | Brasil
por Gabriel Mattos da Silva
COPA: FUTEBOL E POLÍTICA

Qual é a função dos bandeirinhas após o surgimento do VAR?

por Helcio Herbert Neto
EDUCAÇÃO

Um ensaio timidamente indecente sobre pânico civilizacional e educação

Online | Brasil
por Fernando de Sá Moreira
ECONOMIA E SAÚDE

O SUS e o relatório do TCU

Online | Brasil
por Vários autores
QUE A CLOROQUINA NÃO SE REPITA

Como conter a pulsão de morte bolsonarista

Online | Brasil
por João Lorandi Demarchi
RESPEITEM OS LOUCOS

A patologização do fascismo

Online | Brasil
por Roger Flores Ceccon
NOVO MINISTÉRIO, A CONCRETIZAÇÃO DE UM VERDADEIRO MARCO

Os povos indígenas e seu protagonismo na transição de governo

Online | Brasil
por Aline Ngrenhtabare Kaxiriana Lopes Kayapó, Edson Kayapó e Flávio de Leão Bastos Pereira