Guilhotina #167 - Fábio Mallart - Le Monde Diplomatique Brasil

Guilhotina

Guilhotina #167 – Fábio Mallart

Guilhotina | Brasil
27 de maio de 2022
compartilhar
visualização

Bianca Pyl e Luís Brasilino recebem o sociólogo Fábio Mallart, autor do livro “Findas linhas: circulações e confinamentos pelos subterrâneos de São Paulo”, lançado no fim de 2021 pela editora Etnográfica Press. A obra, fruto da sua tese de doutorado, reflete a trajetória de Fábio como pesquisador do sistema criminal, com pesquisa de campo em diversos espaços institucionais, como a Fundação Casa, presídios e hospitais de custódia e tratamento psiquiátrico. Ouça nessa postagem ou em seu tocador favorito!

Bianca Pyl e Luís Brasilino recebem o sociólogo Fábio Mallart, autor do livro “Findas linhas: circulações e confinamentos pelos subterrâneos de São Paulo”, lançado no fim de 2021 pela editora Etnográfica Press. A obra, fruto da sua tese de doutorado, reflete a trajetória de Fábio como pesquisador do sistema criminal, com pesquisa de campo em diversos espaços institucionais, como a Fundação Casa, presídios e hospitais de custódia e tratamento psiquiátrico. Falamos sobre a relação entre engajamento político e pesquisa acadêmica, as condições desumanas das instituições carcerárias, como as violações não constituem exceções mas sim a regra para o funcionamento desse modelo, o sistema enquanto ferramenta para o controle de corpos e as diferentes tecnologias colocadas em prática para isso, o horizonte abolicionista e muito mais. Mestre em Antropologia e doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo, Fábio é pesquisador de pós-doutorado do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e professor visitante do curso de pós-graduação em Sociologia da Fundação Escola de Sociologia e Política. É autor de “Cadeias dominadas: a Fundação CASA, suas dinâmicas e as trajetórias de jovens internos”. Artigos do Diplo citados no episódio: “As pílulas e a prisão: produção e gestão do sofrimento” e “Vidas matáveis, morte em vida e morte de fato”.

Ouça em seu player de preferência ou dê o play:

*Trilha: Plebe Rude, “Proteção” (Philippe); e Neil Young, “Powderfinger”.



Artigos Relacionados

A CRISE NA CULTURA

Editais de cultura no Paraná: campo de influência na capital controla o estadual

por Por Rodrigo Juste Duarte com colaboração de pesquisadores da rede do Observatório da Cultura do Brasil
A CRISE DA CULTURA

Lei Aldir Blanc e os editais do “cercadinho de Curitiba”

por Rodrigo Juste Duarte com colaboração de pesquisadores da rede do Observatório da Cultura do Brasil
ARGENTINA

Por que Alfonsín está retornando?

Séries Especiais | Argentina
por José Natanson
DESAFIOS DA POLÍTICA EXTERNA BRASILEIRA

Lula no (novo) mundo

Séries Especiais | Argentina
por Federico Merke
COPA: FUTEBOL E POLÍTICA

Aura de líder austero, espectro recorrente em Mundiais, ronda Tite

por Helcio Herbert Neto
GUILHOTINA

Guilhotina #193 - Edson Lopes Cardoso

CONTRIBUIÇÕES PARA O NOVO GOVERNO DE LULA

A nova política externa brasileira

Online | Brasil
por Marina Bolfarine Caixeta
RESENHA

Em Maví, Marco Lucchesi faz de sua poesia uma busca pelo outro

Online | Mundo
por André Rosa