Em busca de alternativas para o déficit habitacional brasileiro

Como no Rio de Janeiro, cerca de 20% dos 8 milhões de habitantes de Bangcoc vivem em assentamentos informais. Programa do governo tailandês é exemplo do que pode ocorrer quando o Estado passa a atuar como facilitador, em vez de provedor, permitindo que moradores de favelas definam e apliquem suas próprias soluçõesMariana Dias Simpson