Biblioteca

  • Educação
    A revolução dos professorespor: Jorge Barcellos
    29/05/2017

    Ao recusarem a reforma educacional de Adriano Naves de Brito, professores municipais de Porto Alegre fazem seu primeiro ato de desobediência e acendem o debate sobre o uso cultural do tempo e a democracia na escola.

    Leia Mais →
  • Educação
    A revolução dos professorespor: Jorge Barcellos
    29/05/2017

    Ao recusarem a reforma educacional de Adriano Naves de Brito, professores municipais de Porto Alegre fazem seu primeiro ato de desobediência e acendem o debate sobre o uso cultural do tempo e a democracia na escola.

    Leia Mais →
  • O GOLPE DENTRO DO GOLPE
    O que está por trás das denúncias da Globo contra Michel Temer e seus prováveis desdobramentospor: Wallace dos Santos de Moraes
    26/05/2017

    Nos últimos 65 anos, a Rede Globo ocupou o espaço de um dos principais atores políticos, sempre participando com grande poder de decisão em momentos-chaves. Com o fim do regime militar, por exemplo, teve início a luta pelas “Diretas Já” e a Globo impediu que as imagens de comícios nas ruas fossem exibidas na TV, nos seus jornais e rádios

    Leia Mais →
  • DONALD TRUMP EM MISSÃO DE GUERRA E PAZ
    Do céu ao (buraco do) infernopor: Viviane Vaz
    25/05/2017

    Em sua primeira viagem internacional, o presidente dos EUA, Donald Trump, negocia a paz e dá um empurrão na OTAN. Enquanto Trump era recebido na quarta-feira pelo premiê belga Charles Michel e pelo rei Felipe da Bélgica, cerca de 9 mil pessoas protestavam sob o slogan e tendência no Twitter #TrumpNotWelcome

    Leia Mais →
  • TRABALHADOR RURAL
    Fim dos direitos no campo?por: Heidi Buzato e Luis Fernando Guedes Pinto
    25/05/2017

    4 milhões de trabalhadores assalariados rurais, dos quais apenas 40% têm carteira de trabalho assinada e os outros 60% vivem na informalidade, podem perder seus direitos básicos caso seja aprovado o Projeto de Lei 6442/2016. A extensão da jornada para 12 horas diárias e o já previsto aumento dos anos de contribuição para a Previdência Social devem acarretar uma sobrecarga de trabalho, sobretudo, para as mulheres do meio rural

    Leia Mais →
  • Heidi Buzato e Luis Fernando Guedes Pinto
    25/05/2017

    Heidi Buzato e Luis Fernando Guedes Pinto

    Leia Mais →
  • AGRONEGÓCIO
    O aumento da violência no campo tem a cara do Golpepor: Ruben Siqueira
    25/05/2017

    O relatório  “Conflitos no Campo Brasil 2016” da CPT traz índices recordes e ainda mais preocupantes: aumentaram todos os tipos de conflito (maiores números dos últimos 10 anos, o de terra maior em 32 anos de documentação) e todas as formas de violência no campo em relação a 2015. Os assassinatos tiveram um aumento de 22%, menor índice de aumento em 2016, mas o maior número desde 2003. As agressões tiveram o maior índice de aumento: 206%

    Leia Mais →
  • CRISE, RERORMAS, FORA TEMER, ELEIÇÕES INDIRETAS
    13 pontos para embasar qualquer análise de conjunturapor: Maurício Abdalla
    24/05/2017

    O complexo financeiro-empresarial não tem opção partidária, não veste nenhuma camisa na política, nem defende pessoas. Sua intenção é tornar as leis e a administração do país totalmente favoráveis para suas metas de maximização dos lucros.

    Leia Mais →
  • OS GOLPES NOS DIREITOS SOCIAIS
    As reformas, os direitos e a economia: o que sobrará depois?por: Isabela Prado Calegari, Queren Rodrigues, Beatriz Passarelli Gomes
    23/05/2017

    Com a possibilidade de eleições indiretas em uma sucessão que provavelmente seguirá a mesma linha de Temer, as medidas que estão sendo impostas são sistematicamente rejeitadas pela ampla maioria da sociedade e derivam do acordo explícito entre um Executivo ilegítimo, um Legislativo não representativo e confederações patronais.

    Leia Mais →
  • OS GOLPES NOS DIREITOS SOCIAIS
    As reformas, os direitos e a economia: o que sobrará depois?por: Isabela Prado Calegari, Queren Rodrigues, Beatriz Passarelli Gomes
    23/05/2017

    Com a possibilidade eleições indiretas com uma sucessão que seguirá a mesma linha de Temer, as medidas que seguem sendo impostas são rejeitadas pela ampla maioria da sociedade e derivam do acordo explícito entre um Executivo ilegítimo, um Legislativo não representativo e confederações patronais.

    Leia Mais →
  • DESIGUALDADE E JUSTIÇA - ENTREVISTA COM JOSÉ MURILO DE CARVALHO
    Poderes desequilibrados, democracia frágilpor: Guilherme Henrique
    23/05/2017

    O historiador, membro da Academia Brasileira de Letras e professor da Universidade Federal de Minas Gerais, José Murilo de Carvalho, analisa atuação do Ministério Público e da Polícia Federal contra a corrupção, o desequilíbrio entre Executivo, Legislativo e Judiciário, e a desigualdade social como entrave à democracia

    Leia Mais →
  • O MÉXICO DIANTE DE TRUMP
    “Não somos uma colônia dos Estados Unidos”por: Andrés Manuel López Obrador
    22/05/2017

    As proposições injuriosas do presidente Donald Trump em relação ao México aceleraram a campanha presidencial no país latino-americano. As eleições serão apenas em julho de 2018, mas um candidato já se destaca: Andrés Manuel López Obrador, que encarna as esperanças da esquerda

    Leia Mais →
  • VIOLÊNCIA SEM TAMANHO
    O que significa a prisão de Desireè?por: Bruna Angotti, Carolina Vieira e Humberto Fabretti
    19/05/2017

    Desireè pode ser presa a qualquer momento. Mas o que significa sua prisão dentro da política de encarceramento em massa promovida pelo Estado brasileiro?

    Leia Mais →
  • ARTIGO ESPECIAL DIVIDIDO EM TRÊS PARTES
    O poder de morte da PM-SP – Parte III: Controle externo e controle internopor: Luís Antônio Francisco de Souza, Gabriel de Sousa Romero, Evelyn Moreira Januário e Juliane Figueiredo Silva Pereira
    17/05/2017

    É possível controlar o uso da força policial? O uso da força pela polícia, destarte a legalidade do mandato, tem servido como instrumento de morte num virtual combate ao “crime”. Ainda que denúncias, pesquisas e movimentos sociais se articulem contra a violência promovida pelo Estado, o problema se mantém. Quais são as possibilidades perante a permanente “exceção” da ilegalidade da ação policial?

    Leia Mais →
  • ARTIGO ESPECIAL DIVIDIDO EM TRÊS PARTES
    O poder de morte da PM-SP – Parte II: Mecanismos de controle do uso da forçapor: Luís Antônio Francisco de Souza, Gabriel de Sousa Romero, Evelyn Moreira Januário e Juliane Figueiredo Silva Pereira
    17/05/2017

    A partir da transição democrática no Brasil, como se tratou o problema da violência policial nas políticas de segurança pública do estado de São Paulo? Mesmo sendo signatário de acordos internacionais, a violência nas ações policiais é um problema constatado no Brasil como um todo. Quais são os limites de ação de grupos internos e externos de controle frente às instituições e às condições de atuação das forças policiais?

    Leia Mais →
  • ESPECIAL DIVIDIDO EM TRÊS PARTES
    O poder de morte da PM-SP – Parte I: Mandato policialpor: Luís Antônio Francisco de Souza, Gabriel de Sousa Romero, Evelyn Moreira Januário e Juliane Figueiredo Silva Pereira
    17/05/2017

    A PMSP é reconhecidamente uma das forças públicas de segurança mais letais do mundo. Como esse padrão se manteve mesmo com a transição entre o regime ditatorial para o democrático? Trata-se de um problema jurídico-político complexo, em que a morte dos “bandidos” não pode se perpetuar como paradigma de segurança e “justiça”

    Leia Mais →
  • RT, PEÇA-CHAVE DA ESTRATÉGIA RUSSA
    Moscou perturba o consenso globalpor: Maxime Audinet
    17/05/2017

    Acusado de ser um instrumento do Kremlin, o canal RT retoma os códigos, e os defeitos, dos canais de informação 24 horas. O forte crescimento de sua audiência nos Estados Unidos e na Europa deve-se a uma linha editorial abertamente crítica em relação às políticas ocidentais, modulada em função das regiões

    Leia Mais →
  • CAPA
    O desmonte do Estado de proteção socialpor: Antônio Augusto de Queiroz
    16/05/2017

    O governo Temer poderá, em pouco tempo, colocar em prática um conjunto de reformas que significará uma revisão do papel do Estado brasileiro, que, em lugar de combater desigualdades, prestar serviços públicos de qualidade e formular políticas públicas de interesse social, se voltará para garantir o direito de propriedade, assegurar o cumprimento de acordos e honrar os compromissos com os credores das dívidas interna e externa

    Leia Mais →
  • DEBATE
    Um ano de golpes contra a cultura
    13/05/2017

    Instituto Polis, Le Monde Diplomatique Brasil, Editora Veneta conversam com artistas sobre os efeitos do golpe na produção cultural

    Leia Mais →
  • CAPA
    Um país repartidopor: Wilson Gomes
    12/05/2017

    Os partidários do impeachment, como se sabe, venceram folgadamente nas duas Casas Legislativas, na opinião pública e, é bom que fique claro, nas ruas. Mas o que aconteceu com as duas posições e seus argumentos quase um ano depois daquele 12 de maio em que Dilma foi afastada da Presidência da República?

    Leia Mais →
  • Novas narrativas da web
    12/05/2017
    Operação Serenata de Amor Jornalismo e inteligência artificial, feitos no Brasil. A Operação Serenata de Amor criou um robô, a Rosie – uma inteligência[...]Leia Mais →
  • A limpeza étnica da Palestina
    12/05/2017
    Tente se inteirar a respeito da chamada Questão Palestina fazendo uma busca nas redes inserindo a palavra “ocupação”. As informações que você encontrará se[...]Leia Mais →
  • Além do PT – A crise da esquerda brasileira em perspectiva latino-americano
    12/05/2017
    A construção de um programa exequível para uma candidatura progressista em 2018 passa necessariamente por uma ampla avaliação dos avanços e recuos empreendidos ao[...]Leia Mais →
  • DIA DAS MÃES
    Serão felizes as mães?por: Roberta Traspadini
    11/05/2017

    O dia das mães representa um momento chave da sociedade do espetáculo centrado na imagem das mercadorias. Mães felizes ganhando perfumes, chocolates, alimentos, cosméticos. Como se o presente fosse o único sentido objetivo de materialização do afeto condicionado pelo dinheiro

    Leia Mais →
  • UM ANO DE GOLPES
    Participe do debate sobre os impactos do governo Temer na cultura do paíspor: Le Monde Diplomatique Brasil
    10/05/2017

    O jornal Le Monde Diplomatique Brasil, a Editora Veneta e o Instituto Pólis reúnem artistas para discutir Cultura em tempos de golpe

    Leia Mais →
  • A SAÚDE DOS REFUGIADOS
    “Ultrapassar fronteiras é uma questão humana”por: Rodrigo Farhat
    09/05/2017

    A saúde das populações refugiadas que atravessam fronteiras em busca de sobrevivência traz consigo imagens que lembram as da Segunda Grande Guerra; são imagens de êxodo, de pessoas se deslocando se movendo, enfrentando muros, arames farpados, acampando à beira da estrada, sem atendimento, a não ser aquele oferecido por organizações da sociedade civil, com todos os limites de recursos que elas possuem.

    Leia Mais →
  • MULHERES NO CÁRCERE
    As condições de mulheres com deficiência e idosas na prisãopor: Beatriz Vico
    09/05/2017

    Se o sistema já é inadequado e impeditivo de tantos direitos para as mulheres de uma forma geral, o gravame é ainda mais acentuado para aquelas com deficiência e idosas, cada qual com as suas especificidades.

    Leia Mais →
  • RETIRADA DE DIREITOS
    Reforma trabalhista: um tiro pela culatrapor: Lucas Ribeiro Prado
    08/05/2017

    A tutela do Poder Judiciário serve para que as abissais desigualdades econômicas entre patrões e empregados, como as observadas entre consumidores e empresas, não desequilibrem a relação entre as partes perante o direito. Usar esse argumento para retirar direitos, no sentido de reduzir a intervenção do Estado, é se aproveitar da situação de pobreza da grande maioria dos trabalhadores deste país para restringir o acesso à justiça

    Leia Mais →
  • REFORMA DA PREVIDÊNCIA
    Por que trabalharemos até morrer?por: Lucas Salvador Andrietta
    08/05/2017

    Devido às características do mercado de trabalho brasileiro, a capacidade de contribuição dos trabalhadores é bastante limitada. Consideremos apenas o alto nível de informalidade, a rotatividade elevada e a baixa remuneração. Isso implica que, ao chegar aos 65 anos, parte das pessoas não terá atingido os 25 anos de contribuição exigidos e não poderá se aposentar

    Leia Mais →
  • RURALISTAS, CAPANGAS E MOTOSSERRAS
    Nenhum hectare a menospor: Carlos Rittl
    08/05/2017

    Sob Temer, interesses privados e paroquiais instalados no Congresso e no Executivo passaram a operar sem nenhum filtro, freio ou contrapeso. Todos os sonhos dos ruralistas começam a se realizar; nenhuma proposta é ousada demais.

    Leia Mais →
EDIÇÕES ANTERIORES