A violência obstétrica como rotina do parto - Le Monde Diplomatique

NASCIMENTO HUMANIZADO

A violência obstétrica como rotina do parto

por Luciana Motoki
Fevereiro 2, 2018
Imagem por Flavia Bonfim
compartilhar
visualização

Figurando como o segundo país com maior número de cesáreas do mundo, o Brasil segue desencorajando mulheres sobre a escolha do parto. A humanização do nascimento é o respeito ao protagonismo feminino e à sua fisiologia

A mulher engravidou. Conforme seu útero cresce, ela percebe que o corpo vai deixando de ser somente dela. Desconhecidos colocam a mão em seu ventre sem pedir licença, enquanto perguntam: “Para quando é?”. Algumas respondem: “Está previsto para dia tal, mas vou aguardar o parto normal”. E escutam: “Corajosa! Conheço uma mulher que ficou aguardando …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados


Edições Anteriores