Guilhotina #22 – Camila Rocha - Le Monde Diplomatique

PODCAST

Guilhotina #22 – Camila Rocha

Guilhotina | Brasil
16 de maio de 2019
compartilhar
visualização

Novo episódio do podcast do Le Monde Diplomatique Brasil. Ouça no SpotifyGoogle PodcastsiTunes ou no seu agregador preferido; ou clique na imagem abaixo

Bianca Pyl, Cristiano Navarro e Luís Brasilino recebem a cientista política Camila Rocha, autora da tese de doutorado “‘Menos Marx mais Mises’: uma gênese da nova direita brasileira (2006-2018)”. Camila iniciou a pesquisa em 2015, quando passou quatro meses estudando os arquivos na sede do Instituto Liberal, e entrevistou as principais lideranças do que hoje se pode chamar a nova direita brasileira, como Bernardo Santoro, Fábio Ostermann, Hélio Beltrão, Paulo Batista, Ricardo Vélez Rodrigues e Rodrigo Constantino. No papo, a trajetória do próprio Instituto Liberal, do Instituto Mises, do Estudantes pela Liberdade, do MBL, do bolsonarismo e do Partido Novo, do PSC e do PSL, as três legendas que encampam esse movimento ultraliberal-conservador, há dez anos marginal e que hoje, além do controle do Palácio do Planalto, pauta o debate político mainstream no Brasil. Como isso aconteceu e quais lições podem ser tiradas desse processo? *Link para o artigo de Arlie Hochschild: http://bit.ly/pobres_direita. E-mail: guilhotina@diplomatique.org.br.

Camila Rocha



Artigos Relacionados

RESPEITEM OS LOUCOS

A patologização do fascismo

Online | Brasil
por Roger Flores Ceccon
NOVO MINISTÉRIO, A CONCRETIZAÇÃO DE UM VERDADEIRO MARCO

Os povos indígenas e seu protagonismo na transição de governo

Online | Brasil
por Aline Ngrenhtabare Kaxiriana Lopes Kayapó, Edson Kayapó e Flávio de Leão Bastos Pereira
IDEIAS PARA UM BRASIL DEMOCRÁTICO

Por que incluir práticas pedagógicas de mídia e educação nas escolas?

Online | Brasil
por Elaine Dal Gobbo e Franciani Bernardes
O CASO DE LUANA BARBOSA DOS REIS SANTOS

Anatomia de um crime

Online | Brasil
por Dina Alves
PODER PASTORAL E NEOLIBERALISMO GOLPISTA

A bíblia e o palácio

por João Roberto Barros II
A QUESTÃO DA PLURINACIONALIDADE NO CHILE

O processo constituinte e os povos originários

por Fernando Pairican
INVERTENDO O ALVO E MIRANDO NO SISTEMA DE JUSTIÇA

O que faz o caso Luana Barbosa tão assustador?

Online | Brasil
por Vários autores
RESENHAS

Miscelânea

Edição 185 | Mundo