Bolívia: Democracia e revolução (A comuna de La Paz de 1971) - Le Monde Diplomatique

Bolívia: Democracia e revolução (A comuna de La Paz de 1971)

1 de dezembro de 2011
compartilhar
visualização

A Comuna de La Paz, ou Assembleia Popular, movimento operário de cunho político ocorrido em 1971, na Bolívia, em pleno contexto das ditaduras militares na América do Sul, consistiu na organização de um conselho operário e popular que buscava atuação parlamentar. Tendo como base organizações sindicais e o movimento dos mineiros bolivianos, propunha o “aprofundamento e radicalização da democracia”. À medida que se constituía, a Assembleia incorporava setores do movimento camponês, militares de baixa patente, organizações de profissionais da classe média e universitários. Organizava-se de forma a garantir a representação de todas as instituições e movimentos envolvidos, tendo como pressuposto a democracia direta para tomadas de decisão. Articulava comissões e assembleias em vários departamentos bolivianos, buscando combinar a autonomia local e a unidade nacional.

As medidas propostas pela Assembleia Popular buscavam contemplar os interesses dos grupos envolvidos, passando pela redistribuição de terras, reforma universitária, democratização do acesso à arte e cultura, estatização do setor minerador, entre outras propostas de reformas e reestruturação política e social boliviana.

O livro de Everaldo de Oliveira Andrade é resultado de sua tese de douramento pela FFLCH-USP e traz, combinado ao rigor acadêmico, o compromisso com a narrativa dos fatos. A escrita, fluida e instigante, nos coloca diante do importante processo revolucionário de um dos países mais pobres e ao mesmo tempo de população com mais tradição combativa da América do Sul.

O trabalho do autor contribui ao entendimento da realidade boliviana e dos triunfos dos movimentos populares nesse país. Entender o processo que leva Evo Morales à Presidência do Estado Plurinacional da Bolívia passa por conhecer a Comuna de La Paz e seus desdobramentos. Estudar a história da Bolívia é estudar o continente latino-americano, além de processos que nos aproximam e nos envolvem numa história compartilhada de lutas e resistência.



Artigos Relacionados

ARQUITETURA

Brasília: imagens de Três Poderes

Online | Brasil
por Adalberto da Silva Retto Júnior
DISPUTA EM ABERTO

O papel vindicado pelos trabalhadores plataformizados na atual agenda de governo

Online | Brasil
por Gabriela Neves Delgado e Bruna Vasconcelos de Carvalho
PUNITIVISMO

Sobre morfinas, terrenos e o 8 de janeiro

Online | Brasil
por Hamilton Gonçalves Ferraz e Pedro Amorim
CAPITAL ESPECULATIVO

Globalização e Forças Armadas

Online | Mundo
por Antônio Carlos Will Ludwig
MIGRANTES VENEZUELANOS

Impressões do campo em Roraima

Online | Brasil
por Sofia C. Zanforlin
PARA COMPREENDER O NEOFASCISMO

O "fascismo eterno", revisitado

Online | Brasil
por Liszt Vieira
POVOS INDÍGENAS PÓS GOVERNO BOLSONARO

O Brasil verde-amarelo é um país sem cor

Online | Brasil
por Vinício Carrilho Martinez e Márcia Camargo
DIREITO À CIDADE

Inovação como integrante de um projeto social e político emancipatório

por Regina Tunes