Comunicação e cultura: as ideias de Paulo Freire - Le Monde Diplomatique

Comunicação e cultura: as ideias de Paulo Freire

1 de dezembro de 2011
compartilhar
visualização

As ideias de Paulo Freire constituem uma plataforma para a ação político-social contemporânea e visionária nos campos da educação, cultura, comunicação, entre outros. O texto busca situar e valorizar a obra de Freire em contribuição aos estudos em comunicação e cultura e seus conceitos fundamentais. Estabelece os parâmetros para a relação dialógica nos processos tecnológicos e interativos, pautada na teoria do conhecimento e anterior à revolução digital. Por comunicação dialógica entenda-se o direito de todos os indivíduos ao acesso à informação e aos meios de resposta e articulação. Uma relação que enfrenta qualquer tipo de censura, enfatizando a liberdade de expressão e o discurso em que todas as vozes possam ser ouvidas.

Para isso, o autor recupera, primeiramente, o contexto biográfico de Freire entre os anos 1950 e 1960 desde o Nordeste brasileiro. Venício Lima destaca as principais forças ideológicas que influenciaram a pesquisa de Paulo Freire: o nacionalismo e o catolicismo radical, contribuições importantes na formação do pensamento freiriano, e a busca pela justiça social, no comprometimento com a emancipação dos oprimidos. Após essa introdução, apresenta os conceitos antropológico, epistemológico e sociopolítico de comunicação para então analisar o conceito de cultura do silêncio e a ação cultural propriamente dita.

Comunicação e cultura: as ideias de Paulo Freire nos abre horizontes entre futuro e passado, atualidade e reminiscências históricas. Amplia o repertório sobre informação como direito, conhecimento compartilhado e debate público. Uma referência e registro do educador sobre diversos artigos e declarações, publicações inéditas e de vanguarda, para saber ler o mundo mesmo que sem a palavra. Um amor revolucionário que manteve o educador fiel até o fim de sua vida a valores de transcendência humana e existencial, mantendo a crença de que o homem pode realizar plenamente seu potencial criativo por meio da práxis.

Boa leitura!



Artigos Relacionados

Reino Unido

Finalmente o Brexit!

Online | Reino Unido
por Rodrigo Francisco Maia
Estatal

Por que a Petrobras é estratégica?

Online | Brasil
por William Nozaki e Rodrigo Leão
Direitos Humanos

Nenhum ser humano é ilegal

por Marcel Mangili Laurindo
Tragédia

Solidariedade após o terremoto devastador na Croácia

Online | Croácia
por Plataforma9
Feminismos

Neutralidade na ciência e injustiça epistêmica

Online | Brasil
por Caroline Marim e Susana de Castro
Polis

Por um urbanismo de canteiro: projeto, pesquisa e políticas públicas

Online | Brasil
por Adalberto Retto Jr. e Ana Maria Lombardi Daibem
História

Fake News: entre palavras, conceitos, semelhanças e diferenças

Online | Brasil
por Frederico S. Guimarães
Austeridade

Por que o Brasil retrocedeu na última década?

Online | Brasil
por Bruno Mäder Lins