A produção do consentimento

É claro que a economia capitalista não hesita em lançar mão de formas perversas de superexploração, que lhe propiciam margens de lucro e taxas de acumulação do capital escandalosas. Mas não deixa de surpreender o fato de que essas formas sejam encaradas com absoluta “naturalidade”.