O tríplice desgaste da França

A escolha de Paris não decorre, para começar, de um erro de análise estratégica. Trata-se, muito mais, de atiçar a paranoia de monarcas temerosos de se verem oprimidos pelo Irã e seus aliados, no intuito de lhes fornecer armas suplementares.Serge Halimi