Erica Malunguinho, na luta contra o racismo e o patriarcado - Le Monde Diplomatique

Erica Malunguinho, na luta contra o racismo e o patriarcado

19 de dezembro de 2018
compartilhar
visualização
A candidatura quilombo que se concretizou em representação de resistência e radicalidade

A educadora e artista plástica Erica Malunguinho é fundadora do quilombo urbano Aparelha Luzia e, agora, recém-eleita deputada estadual em São Paulo, com mais de 30 mil votos. Primeira mulher trans a ocupar uma cadeira na Alesp, Erica leva para o legislativo paulista toda a potência do Aparelha e daqueles que de certa forma o habitam, trazendo na bagagem a resistência política e cotidiana desde sempre praticada pelos povos negros. Ao Le Monde Diplomatique Brasil, a deputada falou sobre alternância de poder, Escola sem Partido, a vitória de Bolsonaro e a reestruturação da esquerda.



Artigos Relacionados

ORÇAMENTO SECRETO

A melhor forma de combate à corrupção não é o discurso

Online | Brasil
por Luís Frederico Balsalobre Pinto
DEMOCRACIA MILITANTE

A democracia do erro: Loewenstein e o Brasil de 2022

Online | Brasil
por Gabriel Mattos da Silva
COPA: FUTEBOL E POLÍTICA

Qual é a função dos bandeirinhas após o surgimento do VAR?

por Helcio Herbert Neto
EDUCAÇÃO

Um ensaio timidamente indecente sobre pânico civilizacional e educação

Online | Brasil
por Fernando de Sá Moreira
ECONOMIA E SAÚDE

O SUS e o relatório do TCU

Online | Brasil
por Vários autores
QUE A CLOROQUINA NÃO SE REPITA

Como conter a pulsão de morte bolsonarista

Online | Brasil
por João Lorandi Demarchi
RESPEITEM OS LOUCOS

A patologização do fascismo

Online | Brasil
por Roger Flores Ceccon
NOVO MINISTÉRIO, A CONCRETIZAÇÃO DE UM VERDADEIRO MARCO

Os povos indígenas e seu protagonismo na transição de governo

Online | Brasil
por Aline Ngrenhtabare Kaxiriana Lopes Kayapó, Edson Kayapó e Flávio de Leão Bastos Pereira