Pandemia e neoliberalismo: a conta chegou - Le Monde Diplomatique

Pandemia e neoliberalismo: a conta chegou

14 de setembro de 2020
compartilhar
visualização

A pandemia da Covid-19 evidenciou a importância de sistemas de saúde públicos e robustos em momentos de crise sanitária. No entanto, as políticas voltadas para o setor na América Latina nas últimas décadas têm caminhado na direção oposta do que se observa na maior parte dos países desenvolvidos e que responderam bem à pandemia. Em países como o Brasil, a disponibilidade de leitos de UTI na rede pública é de somente 10 para cada 100 mil habitantes, enquanto na rede privada esse número chega a 48. Já nos países europeus afetados, existem, em média, 24 camas de UTI para cada 100 mil habitantes na rede pública.

Este vídeo, produzido pela Internacional de Serviços Públicos (ISP), em parceria com o Le Monde Diplomatique Brasil, e apoiado pela Fundação Friedrich Ebert (FES), apresenta os discursos e interesses que deram suporte para o desfinanciamento da saúde na região durante as últimas décadas e como as políticas neoliberais, principalmente as medidas de austeridade fiscal, prejudicam o combate à pandemia hoje.

Acesse o estudo completo em https://psishort.link/v6l

Gosta dos nossos vídeos? Inscreva-se em nosso canal



Artigos Relacionados

Chacina de Jacarezinho

Bala, fome, vírus e rivotril na cidade do purgatório, da beleza e do caos

por Rachel Gouveia Passos
GUILHOTINA

Guilhotina #115 — Julita Lemgruber

Apagão estatístico

A extinção do censo demográfico e a negação do Estado Social

Online | Brasil
por Fábio Prudente Netto e Gabriel Mattos da Silva
Repressão

Violência estrutural e construção da ordem social na Colômbia

Online | Colômbia
por João Estevam dos Santos Filho
Mídia e Justiça

Acabou o BBB, agora temos a CPI

Online | Brasil
por Grazielle Albuquerque

Novo apagão na Ciência brasileira no pior momento da pandemia

Online | Brasil
por Angelina Moreno
Direito à Educação

Meninas negras têm menos acesso ao ensino remoto, diz estudo

por Campanha Nacional pelo Direito à Educação
Luto

Em tempos de ódio e negacionismo rir é um ato de resistência

Online | Brasil
por Rachel Gouveia Passos