Argélia, sessenta anos da Independência - Le Monde Diplomatique

VENTOS DE DEPRESSÃO DOIS ANOS DEPOIS DO FIM DO HIRAK

Argélia, sessenta anos da Independência

Edição 180 | Argélia
por Lakhdar Benchiba
1 de julho de 2022
compartilhar
visualização

Em 5 de junho de 1962, a França deixava a Argélia após mais de um século de dominação colonial. As comemorações, contudo, chegam em um clima social morno. A emigração clandestina piora, enquanto o regime, fortalecido financeiramente pelo aumento dos combustíveis, mantém a repressão para impedir o retorno das manifestações populares de 2019

“Como dizer ao mar que nos afogamos na terra?” Escrita num árabe castigado numa parede do bairro de Ain Naâdja, em Argel, e reproduzida numa página do Facebook intitulada “Através do lahyout (as paredes)”, a frase resume um estado de espírito feito de amargura, cansaço e falta de esperança diante do futuro. À medida que …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

ARQUITETURA

Brasília: imagens de Três Poderes

Online | Brasil
por Adalberto da Silva Retto Júnior
DISPUTA EM ABERTO

O papel vindicado pelos trabalhadores plataformizados na atual agenda de governo

Online | Brasil
por Gabriela Neves Delgado e Bruna Vasconcelos de Carvalho
PUNITIVISMO

Sobre morfinas, terrenos e o 8 de janeiro

Online | Brasil
por Hamilton Gonçalves Ferraz e Pedro Amorim
CAPITAL ESPECULATIVO

Globalização e Forças Armadas

Online | Mundo
por Antônio Carlos Will Ludwig
MIGRANTES VENEZUELANOS

Impressões do campo em Roraima

Online | Brasil
por Sofia C. Zanforlin
PARA COMPREENDER O NEOFASCISMO

O "fascismo eterno", revisitado

Online | Brasil
por Liszt Vieira
POVOS INDÍGENAS PÓS GOVERNO BOLSONARO

O Brasil verde-amarelo é um país sem cor

Online | Brasil
por Vinício Carrilho Martinez e Márcia Camargo
DIREITO À CIDADE

Inovação como integrante de um projeto social e político emancipatório

por Regina Tunes