Direitas brasileiras são tema de simpósio virtual - Le Monde Diplomatique

ENTRE 1º E 10 DE JUNHO

Diplo transmite ao vivo seminário virtual sobre as direitas brasileiras

26 de maio de 2020
compartilhar
visualização

II Simpósio Direitas Brasileiras – “Bolsonaro no poder” acontece entre 1º e 10 de junho, com exibição ao vivo em youtube.com/diplobrasil

Entre os dias 1º e 10 de junho acontece o II Simpósio Direitas Brasileiras – “Bolsonaro no poder”, organizado pelo Centro de Estudos Marxistas (Cemarx), do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas. O evento é aberto e poderá ser acompanhado no canal do Youtube do Le Monde Diplomatique Brasil (youtube.com/diplobrasil). Confira abaixo a programação completa.

O objetivo do simpósio é reunir pesquisadoras e pesquisadores que contribuam para a compreensão da chegada ao poder de Jair Bolsonaro e dos rumos de seu governo. Para tanto, serão realizadas dezesseis sessões virtuais, sendo duas sessões diárias (das 17hs às 18h30 e das 19h30 às 21hs), divididas em seis áreas: análise de conjuntura; intelectuais e ideologia; bases sociais do bolsonarismo; internet; guerras culturais; e ciclos de protestos.

Simpósio Direitas Brasileiras


Confira a programação completa

1) Análise de conjuntura: governo Bolsonaro no contexto da pandemia

Sessão 1: Governo e economia – 1º de junho (segunda) / 17:00-18:30
MARCOS NOBRE (UNICAMP/CEBRAP)
LAURA CARVALHO (USP)
Mediação: Sávio Cavalcante

Sessão 2: Próximas eleições – 1º de junho (segunda) / 19:30-21:00
RACHEL MENEGUELLO (UNICAMP/CESOP)
ANDRÉ SINGER (USP)
Mediação: André Kaysel

 

2) Direitas, intelectuais e ideologias

Sessão 3: Anticomunismo – 2 de junho (terça) / 17:00-18:30
ANDRÉ KAYSEL (UNICAMP/CEMARX)
DANIELA MUSSI (USP/CEMARX/CEBRAP)
Mediação: Jorge Chaloub

Sessão 4: Intelectuais de direita – 2 de junho (terça) / 19:30-21:00
JORGE CHALOUB (UFJF)
ALVARO BIANCHI (IFCH/Unicamp)
Mediação: André Kaysel

Sessão 5: Fascismo? – 3 de junho (quarta) / 17:00-18:30
RENATO LESSA (PUC-RIO)
PAULO ARANTES (USP)
Mediação: Camila Rocha

 

3) Bases sociais do bolsonarismo

Sessão 6: Bases sociais do bolsonarismo – 3 de junho (quarta)/ 19:30-21:00
ISABELA KALIL (FESP)
SAMUEL SOARES (SANTIAGO DANTAS/UNESP) –
Mediação: Jorge Chaloub

Sessão 7: Classes médias e bolsonarismo – 4 de junho (quinta)/ 17:00-18:30
ADALBERTO CARDOSO – (IESP/UERJ)
SÁVIO CAVALCANTE (UNICAMP/CEMARX)
Mediação: André Kaysel

 

4) Bolsonarismo e internet

Sessão 8: Análise de redes sociais – 4 de junho (quinta) / 19:30-21:00
CELINA LERNER (Doutora UFABC)
FÁBIO MALINI (UFES)
Mediação: André Kaysel

Sessão 9: Bolsonarismo no WhatsApp – 5 de junho (sexta) / 17:00-18:30
JOÃO GUILHERME BASTOS (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Democracia Digital)
LETICIA CESARINO (UFSC)
Mediação: Sávio Cavalcante

Sessão 10: Desinformação e liberdade de expressão – 5 de junho (sexta) / 19:30-21:00
FRANCISCO BRITO CRUZ (INTERLAB)
MARCIO MORETTO RIBEIRO (USP)
Mediação: Camila Rocha

 

5) Guerras culturais

Sessão 11: Religião e política – 8 de junho (segunda)/ 17:00-18:30
VINICIUS VALLE (Faculdade SANTA MARCELINA)
RONALDO ALMEIDA (Antropologia/IFCH/Unicamp)
Mediação: Jorge Chaloub

Sessão 12: Conservadorismos, família e gênero – 8 de junho (segunda) / 19:30-21:00
MARIANA CHAGURI & MICHEL NICOLAU NETTO (Sociologia/IFCH/Unicamp)
CAMILA ROCHA & JONAS MEDEIROS (CEBRAP)
Mediação: Sávio Cavalcante

Sessão 13: Polarização política – 9 de junho (terça) / 17:00-18:30
PABLO ORTELLADO (USP)
RODRIGO NUNES (PUC-RIO)
Mediacão: Camila Rocha

Sessão 14: Racismo e luta antirracista no governo Bolsonaro – 9 de junho (terça) / 19:30-21:00
FLÁVIA RIOS (UFF)
MÁRIO MEDEIROS (Unicamp)
Mediaçao: Sávio Cavalcante

 

6) Ciclos de protestos (2011 a 2019)

Sessão 15: As direitas nas ruas – 10 de junho (quarta)/ 17:00-18:30
LUCIANA TATAGIBA (UNICAMP/NEPAC)
ANGELA ALONSO (USP/CEBRAP)
Mediação: Jorge Chaloub

Sessão 16: Classes trabalhadoras e grupos subalternos – 10 de junho (quarta) / 19:30-21:00
ANDREIA GALVÃO (UNICAMP/CEMARX)
BRENO BRINGEL (IESP-RJ)
Mediação: Sávio Cavalcante

 

Além dessas sessões, haverão entrevistas com Esther Solano (Bolsonarismo em crise?), Benjamin Teitelbaum (Tradicionalismo), Conrado Hubner Mendes (O autoritarismo e o Judiciário) e Armando Boito Junior (Neofascismo hoje).

O II Simpósio Direitas Brasileiras – “Bolsonaro no poder” tem apoio do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Unicamp, Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFJF e do jornal Le Monde Diplomatique Brasil.

 

Serviço

II Simpósio Direitas Brasileiras – “Bolsonaro no poder”

De 1 a 10 de junho, com sessões diárias das 17hs às 18h30 e das 19h30 às 21hs, exibidas ao vivo no youtube.com/diplobrasil

 

 



Artigos Relacionados

GUILHOTINA

Guilhotina #179 - Isabela Kalil

BASE PARA O AUTORITARISMO

Medo e superstição no Brasil contemporâneo

Online | Brasil
por Kelen Vanzin
EMBALAGENS REDUZIDAS

Curiosas “inovações” da indústria brasileira

Online | Brasil
por Ricardo L. C. Amorim
SIDERURGIA

Renovação da licença da Ternium exclui a população e ignora violações ambientais

Online | Brasil
por Instituto Pacs
VIOLÊNCIA CONTRA POVOS INDÍGENAS

Sob Bolsonaro, a violência contra os povos indígenas foi naturalizada

Online | Brasil
por Lucia Helena Rangel e Roberto Antonio Liebgott
CIDADÃO DO BEM

A biopolítica do bolsonarismo e a ideologia do “cidadão de bem”

Online | Brasil
por João Estevam dos Santos Filho
UNIVERSIDADE PÚBLICA E DEMOCRACIA

Lula fala sobre democracia e universidade pública na USP

Online | Brasil
por Samantha Prado
OPINIÃO

A permanência da guerra e a extinção das Forças Armadas

Online | Mundo
por Antonio Carlos Will Ludwig