Big data: mídia e consumo digital

A percepção de que a sociedade pode ser um grande conglomerado de bolhas não é uma particularidade da internet, pois o mercado sempre viu as pessoas como possíveis clusters, como são identificadas as pessoas com um determinado comportamento em marketing. O meio digital trouxe novas possibilidades de catalogar e se relacionar com seus públicos-alvo, fazendo-os …

A saúde dos povos indígenas e a obscuridade do governo

Darcy Ribeiro, em sua clássica obra Os índios e a civilização: a integração das populações indígenas no Brasil moderno, ensinou que a história da relação entre a sociedade dominante e os povos indígenas do país constitui-se numa história marcada por chacinas e epidemias; ainda mais, que as doenças pulmonares encontram-se entre as principais causas da …

Por uma comunidade cívica no Brasil

Mais uma pesquisa sobre a popularidade do governo de Jair Bolsonaro em tempos de pandemia foi divulgada. Mal publicam e uma horda de analistas políticos distribuem os resultados de maneira aleatória e instantânea em suas redes sociais. A conversa sobre política em tempos de covid-19 é feita nesse espaço social e não mais no bar, …

A irresistível ascensão do fascismo de coalizão

A obra principal do fascismo é o aperfeiçoamento e organização do sistema ferroviário. Os comboios agora andam bem e chegam sempre à tabela. Por exemplo, você vive em Milão; seu pai vive em Roma. Os fascistas matam seu pai, mas você tem a certeza que, metendo-se no comboio, chega a tempo para o enterro. Fernando …

Capítulos finais

O impasse que o Brasil vive está prestes a ser rompido. Quando Bolsonaro estabilizou os índices de apoio a seu governo em torno dos 30%, o país passou a viver uma situação nova: a rejeição ao governo e sua aprovação eram equivalentes. Entre os polos de rejeição/aprovação havia uma maioria que via aspectos positivos e …

O uso da hidroxicloroquina e cloroquina à luz do ordenamento jurídico

Instalou-se no país um intenso e exaustivo debate em torno do uso off label dos medicamentos hidroxicloroquina e cloroquina, para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e seus efeitos. Ao lado da discussão de seu uso terapêutico, há uma questão de ordem jurídica que não pode ser olvidada, ou seja, o desenho regulatório …

Diplo transmite ao vivo seminário virtual sobre as direitas brasileiras

Entre os dias 1º e 10 de junho acontece o II Simpósio Direitas Brasileiras – “Bolsonaro no poder”, organizado pelo Centro de Estudos Marxistas (Cemarx), do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas. O evento é aberto e poderá ser acompanhado no canal do Youtube do Le Monde Diplomatique Brasil (youtube.com/diplobrasil). …

Programação do II Simpósio Direitas Brasileiras – “Bolsonaro no poder”

  1) Análise de conjuntura: governo Bolsonaro no contexto da pandemia Sessão 1: Governo e economia – 1º de junho (segunda) / 17:00-18:30 MARCOS NOBRE (UNICAMP/CEBRAP) LAURA CARVALHO (USP) Mediação: Sávio Cavalcante Sessão 2: Próximas eleições – 1º de junho (segunda) / 19:30-21:00 RACHEL MENEGUELLO (UNICAMP/CESOP) ANDRÉ SINGER (USP) Mediação: André Kaysel   2) Direitas, …

A diluição do poder de expor à morte

Nós choramos a morte de João Pedro. O menino, morador de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, foi morto durante uma operação da Polícia Federal, com apoio das polícias Civil e Militar. Morreu enquanto brincava. João Pedro, junto com os seus primos, jogavam sinuca em casa. Segundo as testemunhas, a família tentou …

Sars-CoV-2, suinocultura intensiva e a agricultura industrializada

O aumento da produção de alimentos após a Segunda Guerra Mundial esteve atrelado à intensificação da agricultura, e, em sua esteira, à criação de animais em escala industrial, principalmente carnes bovina, suína e de frango, como, supostamente, um meio de produção de carne a preços acessíveis. À época, as tecnologias a ela relacionadas foram amplamente …

Enem: não basta adiar, é preciso debater o calendário

Em seus 22 anos de trajetória, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se consolidou como o principal mecanismo de acesso ao ensino superior no Brasil. Todas as universidades federais usam a nota do exame de alguma forma em seus processos de admissão. Através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) instituições públicas federais, estaduais e …

O que separa João Hélio de João Pedro?

“Vamos às atividades do dia: lavar os copos, contar os corpos e sorrir a essa borda rebeldia.” (Lion Man, Criolo). João Pedro Mattos, morador de São Gonçalo, Rio de Janeiro, foi baleado no abdômen dentro da casa do tio durante uma operação policial. João Pedro tinha 14 anos, era um adolescente, negro, morador da favela …

Por quem os sinos dobram?

“Nunca se vence uma guerra lutando sozinho Você sabe que a gente precisa entrar em contato Com toda essa força contida e que vive guardada O eco de suas palavras não repercutem em nada”. Raul Seixas No ano de 1940, Ernest Hemingway publicou o romance For whom the bell tolls (em português, “Por quem os …

O Estado e o Direito como perpetuadores de injustiças

Em Piracicaba, interior de São Paulo, um evento bizarro aconteceu no início do mês de maio. Simplesmente no meio de uma pandemia, uma crise sanitária e de saúde sem precedentes, uma juíza aprovou a reintegração de posse da gleba onde estava a comunidade Taquaral, no bairro Monte Líbano. O terreno em questão era uma propriedade …

Figura alguma é o bastante

Entre os dias 23 de março e 23 de abril de 2020, Jeff Bezos teve sua fortuna aumentada em US$ 27,5 bilhões. Fundador e principal acionista da Amazon, Bezos é o homem mais rico do planeta, detentor, em 23 de abril, de um patrimônio de US$ 144,5 bilhões. O aumento de sua fortuna em 19% …

Quando a cor importa: o racismo estrutural na esquerda

Para João Pedro Matos Pinto Os fascistas nunca esconderam o seu desejo pela punição da população negra. A famosa frase “bandido bom é bandido morto” tem endereço e cor. Esse texto não é para eles. Quem se coloca no lugar de julgar quem deve morrer e viver já abandonou qualquer resíduo disso que ainda chamamos …

O “Evangelho da Razão” segundo Celso Furtado

Que diários são estes, escritos por Celso Furtado em diversos momentos de sua vida, e que Rosa Freire d’Aguiar, com criterioso trabalho de organização, nos presenteia? Rosa leu, releu e transcreveu os diários. Elaborou com esmero as notas de rodapé, as apresentações de cada capítulo e a introdução geral do livro, captando o essencial do …

Etnia Xukuru-Kariri e as práticas populares no enfrentamento à Covid-19

A Covid-19 fez emergir uma crise instalada há muito tempo no sistema capitalista moderno e colonial. Essa crise aponta para a insustentabilidade desse modelo extrativista de sociedade, que busca mediar as relações do viver, por meio da mercadoria, buscando transformar todas as formas de vida e a natureza em recursos a serem extraídos para o …

O abandono de pessoas trans durante a pandemia

Com o distanciamento social, muitos profissionais informais sofrem com a paralisação dos seus serviços. Para alguns grupos sociais já marginalizados, a situação se agrava. E nesse aspecto o isolamento social deixa de ser uma novidade para quem cresce num contexto de violência e vulnerabilidade social.  A discriminação social dos “diferentes” é um elemento presente no …

O novo veto do Capitão Fome

Frustram nossa esperança equilibrista, mas estão longe de ser surpresa, os vetos do presidente Jair Bolsonaro ao Projeto de Lei 873/2020, que foi aprovado pelo Congresso Nacional e incorporava entre os beneficiários do chamado auxílio emergencial diversas categorias ausentes na lei original (13.982) e igualmente necessitadas dessa renda. Entre elas, foram vetados os agricultores familiares …

Impeachment, autogolpe ou novas eleições

O Brasil “marcha” a passos desconcertados, porém diários, para uma ditadura que – quando comparada ao sombrio regime de exceção sofrido pelo país a partir do golpe militar de 1964 – tende a ser ainda mais nociva à sociedade, à economia, ao meio ambiente e à vida. Agora, o conjunto de forças que prestará esse …

A perversa economia política da pandemia no Brasil

Após Keynes escrever sua célebre frase de que “no longo prazo todos estaremos mortos”, ele passou a ser acusado de se preocupar somente com as benesses que o uso de políticas econômicas expansionistas poderiam proporcionar no curto prazo, relegando às gerações futuras o ônus dessas decisões. Posteriormente, quando publicou sua teoria geral, resgatou a ideia …

O governo contra-revolucionário de Jair Bolsonaro

Foi o cientista político Bernard Harcourt que, em sua obra “A contra-revolução” (Basic Books, 2018), demonstrou como se impôs nos Estados Unidos um modelo de governo de contra-insurgência pelo presidente Donald Trump cuja descrição serve como uma luva para descrever o modelo de governo de Jair Bolsonaro: assim como Trump nomeou para diretor geral da …

A educação brasileira e a pandemia: breve olhar conjuntural

Qualquer aposta sobre o futuro, em qualquer flanco científico, é demasiadamente arriscada. Mesmo em mãos as evidências pretéritas, toda tentativa de descortinar o inexistente pode padecer ao fracasso, principalmente, no campo das ciências humanas. Neste sentido, tenho a pretensão de expor latentes questões, projetos, problemas e tendências da agenda neoliberal, materializada por meio das políticas …

Hollywood vs o coronavírus

Os filmes oferecem cartografias de notável precisão para diagnosticar o caráter psico político, cultural e sociológico de uma sociedade em uma determinada época. Segundo o filósofo e teórico cultural norte-americano Douglas Kellner, nos anos 2000, uma série de filmes hollywoodianos retratou catástrofes apocalípticas variando de desastres ambientais a cataclismas sociopolíticos nas formas de entretenimento de …

Cidadania a se construir

Nossa luta está iluminada pela vontade da construção da cidadania porque se houve cidadania para alguém neste país, ela foi concebida e gestada à imagem e semelhança das elites dominantes ou de grupo de poder autoritário. Depois de concebida foi doada pura e simplesmente, para dar feição de “povo” à população genérica. No Brasil, o …

O multilateralismo, a pandemia e o rio da nossa aldeia

A singularidade, os dramas e as incertezas da pandemia do novo coronavírus apanharam descalça a humanidade, anunciando o limiar de um mundo que ainda não se revelou na extensão e profundidade de mudanças obviamente inevitáveis. Entre elas, certamente se colocará o incremento da busca por soluções comuns para desafios que são universais, em um mundo …

É hora de falar da educação como bem público

Na rotina escolar da pandemia não existe aula presencial. Medida excepcional, a suspensão das aulas foi necessária para proteger a saúde e a vida de profissionais da educação, estudantes e suas famílias, mas tem gerado intensas polêmicas sobre as decisões tomadas pelas redes de ensino para administrar essa suspensão e, sobretudo, para lidar com a …

O amanhã não pode ser normal

Nestas últimas semanas de quarentena tenho lido vários artigos, posts e comentários sobre a nova organização da vida social, da economia e das cidades. As crônicas são marcadas por muitas concordâncias, algumas fabulações, esperanças em tempos melhores, mais solidários, e o normal ceticismo daqueles que procuram, e não acham, algo intrinsicamente positivo na essência humana.  …

Sobre abusos sexuais, isolamento social e rede de proteção

Em tempos de pandemia de Covid-19 e de isolamento social estamos mais próximos de compreendermos a maneira como crianças e adolescentes abusadas sexualmente são forçadas a lidar, em muitos casos, com a violência vivenciada, e, inversamente, estamos mais distantes de conseguir denunciar os casos justamente por causa da condição do distanciamento e de seus impactos …

A ‘política negativa’ nos moldes do bolsonarismo

O título pode erroneamente induzir-nos a visualizar o bolsonarismo como um fenômeno de negação para o estabelecimento de algo novo. O que ocorre é justamente o inverso. A negação exerce um papel retroativo, de estabelecimento de ordens política, social e epistêmica corroídas pelo tempo. Logo ao expressar o seu interesse pela corrida eleitoral, Jair Bolsonaro …

Pouca saúde

Não se deu até aqui prioridade necessária dentro do orçamento federal para gastar com saúde, nem mesmo para as ações específicas de combate à Covid-19 diante de uma tragédia humana, social e econômica, anunciada e crescente. Muito antes de ser confirmado o primeiro caso no país, em 3 de fevereiro foi declarada emergência nacional1 e, …

Em defesa da vida, da saúde e dos direitos sociais em São Paulo

Estamos juntas/os, militantes de diferentes coletivos, pastorais sociais, fóruns, movimentos sociais, frentes e sindicatos enfrentando a pandemia do coronavírus que assola o país e, em especial, o estado de São Paulo. Reconhecemos os esforços das autoridades públicas municipais e estadual em São Paulo, que reagiram à pandemia instaurando o distanciamento social e reorganizaram-se para desenvolvimento …

Quando a desigualdade passa a comandar a economia

“O governo deveria emitir mais moeda para enfrentar a crise econômica? Sim ou não?” A pergunta colocada pela página de debates da Folha de S.Paulo em 10 de maio oferece importantes pontos e contrapontos sobre os diferentes posicionamentos. Não estranhe, porém, ficar apenas mais confuso na tentativa de formar uma opinião após a leitura. Isso …

Os militares e a destruição nacional

A combinação da tragédia humanitária da Covid-19 com a escalada autoritária do presidente Bolsonaro, no seu intento de alcançar o poder absoluto, coloca na ordem do dia o debate sobre o papel dos militares e aponta para a necessidade de a sociedade civil organizada enfrentar publicamente o debate acerca do papel constitucional das forças armadas, …

Quem ganha com a crise?

A ideia de que a pandemia do novo coronavírus levará a ganhos geopolíticos para a China vem tornando-se parte de um senso comum no Brasil. Esse argumento foi expressado de forma irresponsável, difamatória e xenófoba pelo ministro da Educação brasileiro, por exemplo. Contudo, a suposição de ganhos geopolíticos para a China é uma afirmação peremptória, …

Žižek e o cinismo do Messias

Slavoj Žižek foi considerado pela revista neoconservadora americana New Republic o “filósofo mais perigoso do ocidente” – o que deve ter significado um elogio, apesar das interpretações ao pé da letra de fragmentos de seus livros pelo editor sênior do jornal, Adam Kirsch, no afã de construir o perigo eminente. Além disso, o jornal britânico …

A dívida pública: de vilã a aliada do Estado

O debate sobre a dívida pública há tempos tem sido alvo de discussões acaloradas. Consagrado no popular “gráfico pizza” da autoria cidadã da dívida, o questionamento em torno do uso da emissão de título como parte considerável do financiamento do Estado tomou espaço nas discussões sobre política econômica.  Nosso objetivo aqui é, aproveitando o ensejo …

Os mitos da Brasil Paralelo

Nos anos 1950, tornou-se famosa a análise semiológica de uma capa de Paris-Match por Roland Barthes. A edição em questão mostra um soldado negro, vestindo uniforme francês, saudando a bandeira tricolor. A conclusão do semiólogo aponta ali a existência de um discurso mítico: o colonialismo francês está presente na cor da pele do militar, mas …

O riso do inferno

Alegria maligna! Poucas palavras expressariam os deboches, as gargalhadas e as agendas de lazer não canceladas do Chefe de Estado brasileiro ante os milhares de mortos pela Covid-19. Um dos últimos exemplos foi seu passeio de jet ski no dia em que o número de vítimas fatais passou de 10 mil. É certo que palavras …

Duzentos anos de discussão: história da saúde pública, pobreza e covid-19

Dia desses, Jair Bolsonaro relacionou as mortes por covid-19 à renda. Mal sabe ele que esse é um debate secular na história da saúde pública mundial. Nesse debate quem defendeu a relação entre mortalidade e pobreza foram os progressistas atentos às desigualdades sociais. E esses progressistas foram um a um abafados por práticas conservadoras de …

Os resultados cambiais do BC devem ser usados no combate à crise

O Brasil é o atual epicentro da pandemia da Covid-19. O isolamento social é inevitável para mitigar o contágio e os óbitos, sobretudo com a grande possibilidade de colapso no sistema de saúde. Enquanto não se controlar o avanço da pandemia, não há como propor a volta à normalidade econômica. Há grande apreensão e incerteza …

O contínuo prisão – periferia na pandemia

Uma pandemia provocada por vírus que ataca diretamente nossas vias respiratórias exige o máximo cuidado com questões sanitárias, como distanciamento social e higienização de superfícies, produtos sintéticos, alimentos, corpos e tudo que possa eventualmente ter contato com o novo coronavírus. Propagandas públicas e da iniciativa privada buscam constantemente divulgar e recomendar a adesão de novas …

Homo Notitia: indivíduos como vetores de dados para consumo

O título para esse artigo é uma provocação para chamar a atenção de algo que trouxe uma ruptura em nossa sociedade de consumo, o uso de dados e informações para compreender comportamentos e compras. Notitia está em latim e expressa a ideia de informações ou dados, aquilo que é possível de ser transmitido através de …

Nem tudo está perdido

Para o geógrafo David Harvey, há uma taxa quase mística de crescimento para uma economia de mercado. Segundo ele, informalmente estipulada desde os primórdios do capitalismo, seria de 3%. Se mantida anualmente, por muito tempo, levaria o capitalismo a encontrar saídas para os períodos de baixa do rendimento acumulado das taxas de retorno do capital …

Covid-19 é mais que pneumonia; é uma endotelite

Uma equipe interdisciplinar do Hospital Universitário de Zurique (HUZ), na Suíça, descobriu que mais do que uma doença respiratória, a Covid-19 pode ser caracterizada como uma endotelite, uma doença do endotélio. Os pesquisadores publicaram em abril um estudo na revista médica Lancet demonstrando que o novo coronavírus SARS-CoV-2 atinge diretamente o sistema de defesa do …

Ernesto Araújo e o nazismo no Brasil

Em Bertioga, cidade litorânea de São Paulo, foi encontrado em 1979 o corpo do austríaco Wolfgang Gerhard, com sinais de afogamento. Mas somente em 1985 é que se descobriu que não se tratava de um imigrante austríaco. Sua verdadeira identidade era Josef Mengele, também conhecido como “O Anjo da Morte”1. Mengele foi capitão da SS …

Natureza humana ou condição humana: uma questão pré e pós-pandemia

Se o neoliberalismo tem marcado tanto nossas sociedades nas últimas décadas é porque ele está longe de se reduzir a sua dimensão econômica e se constituiu num verdadeiro projeto antropológico. Formulado por autores como F.Hayek e M.Friedman, sob inspiração de L.Mises, tal doutrina nasce em reação à emergência de novos movimentos sociais no último terço …

Ministério “terrivelmente evangélico” e polícia “dos amigos”

Mas sei, que uma dor assim pungente Não há de ser inutilmente, a esperança O Bêbado e a Equilibrista – Aldir Blanc / João Bosco Moro caiu e Bolsonaro trouxe dois quadros do que poderíamos situar como alinhados ao bolsonarismo de núcleo-duro (a facção impregnada por uma ideologia que combina os imaginários militaristas e milicianos): …

Renda básica é conquista da sociedade civil organizada

Direitos para a maioria da população não são concedidos gratuitamente. Não são benesses do poder, dos ocupantes de cargos na estrutura do Estado. Toda conquista de direitos tem por trás a mobilização da sociedade civil organizada, ainda que isso seja pouco visível aos olhos do conjunto da população brasileira. A pandemia da Covid-19 é mais …

A Nakba continuada na Palestina e o enfrentamento da pandemia

Em uma crise política, os mitos do senso comum emergem. A imagem de Jair Bolsonaro – também conhecido como “Bolsomito” – segurando a bandeira israelense em uma manifestação no Palácio do Planalto, no dia 3 de maio de 2020, gerou uma tentativa de construção de um novo mito: o da bandeira sequestrada. Ou seja, o …

Uma escalada militar, em meio à crise pandêmica

Eu gostaria de enfatizar que qualquer ataque de um submarino americano de mísseis balísticos, independentemente de suas características, será percebido como um ataque com armas nucleares. E, de acordo com nossa doutrina militar, uma ação desse tipo seria considerada motivo para uso retaliatório de armas nucleares pela Rússia. Maria Zakharova, porta-voz do Ministério dos Negócios …

Pescadores e os rumos do desenvolvimento no Brasil

Antes mesmo de se recuperarem dos impactos causados pelas manchas de óleo que atingiram a costa brasileira em 2019, os pescadores artesanais precisam lidar com um nova crise econômica, ambiental, sanitária e social com a pandemia de Covid-19. Em geral localizadas em áreas com grande atividade turística, suas comunidades assistiram à chegada de pessoas, potencialmente …

Quando a economia se torna o berro agonizante dos eugenistas

Em seu livro “Corpos em Aliança e a Política das Ruas” de 2015, a filósofa estadunidense Judith Butler afirma que as discussões acerca da expressão “nós, o povo” deveriam compreender a complexidade cultural e ideológica do tecido social que compõe uma nação.  Na publicação ela faz apontamentos em relação à questão da precariedade populacional – …

O que os números revelam sobre mães e gestantes encarceradas

Ao longo de quase 20 anos, o Instituto Terra, Trabalho e Cidadania tem se dedicado ao monitoramento da condição das mulheres privadas de liberdade, as quais são em sua maioria mães ou gestantes. Assegurado pelo direito fundamental ao acesso à informação, o instituto enviou a todos os estados do país e ao Depen pedidos de …

Pode a China inspirar o direito brasileiro no combate a Covid-19?

Em tempos de instabilidade política, sanitária e econômica em razão da Covid-19, o direito deve se apresentar para oferecer soluções pacíficas e justas aos conflitos e dilemas políticos, sociais e econômicos que dilaceram o Brasil: o aumento abrupto das já altas taxas de violência doméstica, desemprego e miséria escancararam a necessidade de políticas públicas inovadoras. …

A Covid-19 e a desinformação que mata

O papel da disseminação das chamadas fake news durante as eleições foi algo fartamente documentado e verificado, tendo ocorrido principalmente por meio do uso de aplicativos como o WhatsApp. É a chamada desinformação que tem mobilizado vários países e governos diante da compreensão dos prejuízos que a circulação de mentiras tem causado aos países e …

A servidão voluntária e a sociedade conservadora

Desde meados desta década, a configuração política planetária vem se alterando sensivelmente. Se antes, o que se via eram quadros razoavelmente progressistas, em especial na América Latina, o que se nota hoje é o surgimento de líderes reacionários e o conservadorismo dirigindo nações, promovendo enorme retrocesso em questão não apenas social, mas econômica. Exemplos não …

A autonomia indígena em defesa da Amazônia (Parte II)

Parte II: Ao centro, pro fundo Estou no centro do Território Maró, na chamada “Casa de Apoio”, realizando uma ação de vigilância territorial junto aos indígenas Borari e Arapium. O grupo está visivelmente apreensivo com o sumiço de Ademir, um experiente caçador Borari que se perdera na mata fechada durante a atividade de monitoramento, no …

A autonomia indígena em defesa da Amazônia (Parte I)

 Parte I: Na beira, à margem  São 5h00 da manhã e os japiins iniciam a cantoria nas pequiaranas que margeiam as águas escuras do rio Maró, quase na divisa do Pará com o Amazonas. Estou na Terra Indígena (TI) Maró, há 14 horas de barco da cidade de Santarém, em um território de 42 …

A Covid-19 e alguns retratos da internacionalização do ensino superior

Discentes estão em casa, professores estão em casa e as aulas agora são ministradas por videoconferência – ou foram canceladas. A pandemia de Covid-19 impôs novas realidades e limites ao contato social tradicional do ensino superior, no Brasil e no mundo. Além das classes terem sido afetadas, diversos serviços e organismos que têm sua vida …

Aumento das denúncias pode significar maior confiança na Justiça

Levantamentos indicam que na cidade de São Paulo os casos de feminicídios dobraram durante a quarentena. Houve também um aumento significativo de pedidos de medidas protetivas de urgência, prisões em flagrante por violência contra a mulher, denúncias por meio do canal “Ligue 180” e chamadas ao serviço de emergência 190 da Polícia Militar do Estado …

A falta de empatia do presidente

De acordo com Antônio Geraldo da Cunha, em seu tradicional Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa, a palavra empatia significa “tendência para sentir o que se sentiria caso se estivesse na situação e circunstâncias experimentadas por outra pessoa”. Palavra que pode ter surgido na língua portuguesa por meio de uma derivação de empathy do inglês, a …

Covid-19 e a política urbana: a densidade não é a vilã

Um único lar de idosos no Brooklyn (Cobble Hill Health Center), em Nova Iorque, registrou aproximadamente três vezes mais mortes por Covid-19 que a cidade de São Francisco, cinco vezes mais que Cingapura e nove vezes mais que toda Taiwan. A dramática situação vivida no estado levou o governador Andrew Cuomo a sentenciar a densidade …

O sistema prisional e a Covid-19

Em 19 de março, foi declarada a primeira morte por Covid-19 no estado do Rio de Janeiro. Desde então, informações oficiais revelam que houve, aproximadamente, uma morte por dia no sistema prisional do estado, mas apenas quatro óbitos teriam sido causados pela doença. Entretanto, como não houve necropsia ou testes, não há como afirmar, e …

Os poros abertos da América Latina

Quando Eduardo Galeano escreveu sua obra “As veias abertas da América Latina”, na década de 1970, fez uma crítica ao colonialismo e contestou uma visão eurocêntrica da história. No prefácio ele diz: “O passado é mudo? Ou continuamos sendo surdos?”. Diante da crise que assola a humanidade é trágico que milhares de pessoas estejam morrendo …

As ruínas do palácio de Bolsonaro

As relações de Bolsonaro com o Congresso nunca foram amistosas, porém, nas últimas semanas, o caos se instaurou no Planalto. Os motivos? Falta de articulação política, apoio a manifestações antidemocráticas, ataques a governadores, a grande mídia, ao Congresso e ao Supremo Tribunal Federal, incapacidade do presidente em lidar com a crise do novo coronavírus e, …

“Impeachment depende da união da esquerda e da direita democrática”

Desde a chegada ao país do coronavírus, São Paulo tornou-se o epicentro da pandemia no Brasil. E assim como em todo o mundo, são os setores populares os mais expostos ao contágio e os que mais dificuldades têm para obter um atendimento rápido e eficiente em qualquer unidade de saúde. A falta políticas públicas repercute …

O uso do pensamento neoliberal como fortalecimento da elite

Foi na Bahia, em 1808, enquanto negros ainda eram escravizados no país, que a primeira instituição de ensino superior abria suas portas para a elite brasileira. A Escola de Cirurgia da Bahia é instituída em 18 de fevereiro e em novembro do mesmo ano, o Rio de Janeiro abriria sua Faculdade de Medicina. Antes, os …

Covid-19, economia política e a esperança à la brasileira

As perdas humanas, sociais e econômicas provocadas pela pandemia da Covid-19 desnudaram o atual sistema econômico, evidenciando mais uma vez sua incapacidade em lidar com situações de crise. As incertezas causadas pela Covid-19 empurram, cada vez mais, o mundo de forma contundente ao que de pior o atual sistema produtivo oferece. Tal cenário fomenta forças …

A punição penal na sociedade sem contato

A pandemia de coronavírus generaliza uma nova forma de sociabilidade que, a cada dia mais, parece ser a única forma de autopreservação possível neste tempo histórico: a sociedade sem contato. O encontro com o mundo exterior e o toque do outro foram apropriados pelo sanitarismo, de modo que todo contato passou a ser mediado por …

Discurso fake de combate à fome versus práticas necessárias

Dentre as coisas que assumiram certa centralidade em tempos de Covid-19, o debate sobre a necessidade de romper a quarentena ganha certo destaque. Entre as alegações feitas por figuras públicas para a quebra do isolamento, ecoa a necessidade das famílias em garantir meios para seu sustento, para que as economias das famílias não sejam prejudicadas …

Trabalho docente e ensino a distância nas escolas privadas

“A delinquência acadêmica caracteriza-se pela existência de estruturas de ensino em que os meios (técnicas) se tornam fins, e os fins formativos são esquecidos(…).” Maurício Tragtenberg Covid-19 e escolas privadas A necessidade de distanciamento social imposta pela pandemia de coronavírus se impôs também na educação. Desde o dia 23 de março, as aulas foram interrompidas …

Siga o líder?

A última pesquisa de opinião do Datafolha saiu e surpreendeu críticos do governo Bolsonaro. Nela, o apoio ao presidente resiste às falas e ao comportamento irresponsável do chefe do Executivo federal brasileiro. Muito acontecimento grave já ocorreu desde que Bolsonaro foi eleito. Dois ministros com grande popularidade, o da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e da …

Cuba e as possibilidade de enfrentamento aos efeitos da pandemia

Acompanhamos os efeitos da pandemia do novo coronavírus no Brasil, em todas as dimensões, mas também devemos nos voltar para acompanhar a situação em outros países, sobretudo, os países latino-americanos. Esse acompanhamento é ainda mais necessário se encararmos que se acirraram as desigualdades, as competições, incluindo-se a ‘guerra das máscaras’. Até o dia 14 de …

Por que não querer que os incrédulos se contaminem?

Somente a experiência determina a percepção? Todas as respostas possíveis a essa pergunta não podem ser determinantes.  Ao dizer categoricamente que não, se deslegitima, por consequência inevitável, os importantes relatos individuais sobre ser migrante, mulher, LGBT ou negro em diferentes lugares e contextos do mundo. Neles, é a experiência de ser que organiza boa parte …

Coronavírus é de Esquerda ou de Direita?

Duas obras clássicas vieram de prontidão à cabeça para realizar a reflexão proposta pelo título deste artigo. Foram elas: o filme “Dr. Fantástico” (ou no original em inglês: Dr. Strangelove or: How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb”), de Stanley Kubrik, e o livro “Direita e Esquerda”, de Noberto Bobbio. Em linhas …

A fatura do descaso com o setor de bens de capital e o desenvolvimento tecnológico

A pandemia da Covid-19 impactou fortemente a indústria brasileira; já em crise antes mesmo do vírus chegar. Todavia, a vulnerabilidade das cadeias industriais nacionais ficou evidente quando começaram as dificuldades para importar produtos essenciais da China, somadas à desvalorização do câmbio que passara a pressionar o custo dessas importações e, finalmente, à chegada do vírus …

Um cenário que atualiza uma política estatal de extermínio dos indígenas

Não é a primeira vez que coletivos de povos indígenas, no Brasil, encontram-se em risco de morte devido a doenças não indígenas e, sobretudo, por causa dos não indígenas, como agora, com o novo coronavírus (Covid-19). Essa não é uma constatação fácil de fazer, pelo contrário, é dolorosa e reafirma uma ideia discutida por Pierre …

A morte está dada

Não há trânsito na Marginal do Tietê, uma das vias responsáveis por altos índices de congestionamentos em São Paulo. São 9h30 de uma manhã ensolarada. A rua está vazia. Desde que a pandemia foi decretada eu não pude aderir à quarentena. Já diria um professor de faculdade: não há volta quando se escolhe ser jornalista. …

O repúdio à realidade

O grande delírio racionalista não faz outra coisa senão surrar o real para que este obedeça. Edgar Morin A lenda da Esfinge que afligia a cidade de Tebas ao apresentar um enigma e devorar aqueles que não respondessem corretamente, manifesta-se claramente no momento atual. Somos devorados pela ausência de honestidade no mundo político e entramos …

A derrocada de Bolsonaro

A crise na política brasileira desde o término das eleições de 2014 e que, posteriormente, culminou com o impeachment de Dilma Rousseff demonstram a crescente instabilidade do país nas relações institucionais. Com pouco mais de 30 anos após a promulgação da Constituição Federal de 1988, pela terceira vez, a nação brasileira pode vivenciar o terceiro …

Quem foi Sergio Vieira de Mello?

Diante do lançamento de “Sergio”, longa protagonizado pelo ator Wagner Moura, na Netflix, me perguntei por que poucos brasileiros sabem quem foi Vieira de Mello? Presença de extrema importância , o diplomata e Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, por mais de três décadas, construiu uma extensa credibilidade, trabalhando em todos os …

Covid-19, desigualdade social e tragédia no Brasil

Uma versão corrente do mito grego de Pandora diz sobre a possibilidade – devastadora – de uma caixa, que trazia as mazelas do mundo, ser aberta. Com a abertura da Caixa de Pandora os males da humanidade sairiam e se apresentariam tal como são na realidade. Prometeu, pai da humanidade, cujo nome também pode ser …

Causa mortis determinada: a prisão

Não se deve mais deixar as prisões em paz, em parte alguma (Michel Foucault, em “Ditos & Escritos IV”)   9 de abril de 2015, unidade Paulo Roberto Rocha, complexo de Gericinó (RJ) A Casa de Custódia Paulo Roberto Rocha foi construída para acautelar 750 detentos, porém na data da vistoria a lotação era de …

Sergipe segue modelo Bolsonaro de combate ao coronavírus

Com cores mais ou menos berrantes, a ideologia anti-científica e negacionista não parece estar circunscrita a um espectro político. Nos últimos 12 dias, o estado de Sergipe viu os casos de covid-19 explodirem em número de óbitos e de infecção. Porém na contra-mão das estatísticas e das recomendações da Organização Mundial de Saúde, governador do …

Festival Varilux Em Casa oferece 50 filmes de graça

Há dez anos, o Festival Varilux de Cinema Francês acontece no mês de junho, sempre levando o melhor da cinematografia francesa recente para os cinemas de todo o Brasil. Porém, em tempos em que a recomendação é ficar em casa diante do avanço da pandemia de COVID-19 no Brasil, a edição 2020 precisou ser adiada …

Difusão espacial do coronavírus: diálogo multidisciplinar

O coronavírus não é a primeira epidemia que o mundo assistiu. Já passamos por peste bubônica com a morte de mais de 200 milhões de pessoas, varíola, gripe espanhola, cólera, ebola entre tantas outras enfermidades, mas sem sombra de dúvidas que é a primeira a parar efetivamente a economia e a sociedade no século XXI. …

O uso espúrio do conceito de determinantes sociais da saúde

Nelson Teich, no seu discurso de posse como ministro da Saúde, utilizou uma expressão que pode ter passado despercebida para muitos, em relação ao seu significado mais amplo, mas não para quem trabalha no campo da Saúde Coletiva. Em torno de 1min56 da gravação de seu discurso ele cita en passant o conceito de determinantes …

Não somos deste mundo

“Existe uma Economia da Necessidade e uma Economia do Desejo” Eduardo Moreira, economista brasileiro Não quero escrever sobre política, diretamente, por mais importante que ela seja, e é. Quero escrever sobre vida – não obstante, como verão, ambas estão interligadas, só que muitos ainda insistem em não ver esse fato óbvio e em ficar irritados …

Em 2019, a educação perdeu R$ 32,6 bi para o Teto de Gastos

Já faz quatro anos que a Emenda Constitucional 95, de 2016, foi aprovada. Nesse tempo, seus efeitos foram muito graves para as áreas sociais, especialmente as de saúde, educação, habitação, segurança alimentar e assistência social. Para a educação, área foco deste artigo, desde o começo das políticas de austeridade – em 2015, mas agravando-se a …

Do sofrimento em se isolar ao agir coletivo na solitude

Em dezembro de 2019, em Wuhan, na China, surgiu um surto epidêmico de grave pneumonia, causado pela nova mutação na estirpe do coronavírus, chamado agora de Sars-CoV-2. Isso nos revela também que essa pandemia viral é uma segunda versão da Sars, que acometeu o mundo em 2003. Até às 10 horas do dia 13 de …

O eclipse da cidade e os “sem direitos”

Estamos vivendo o impensável: em muitos lugares da metrópole de São Paulo o som, vindo de fora das janelas, está muito próximo do silêncio. Hoje a realidade parece conspirar com aquilo que define a cidade como o espaço apropriável que sustenta a vida, isto é, um espaço palpável, real e concreto. O que é exterior …

O teatro bolsonarista

Um dos maiores críticos de William Shakespeare (1564-1616), o professor de Universidade de Yale, Harold Bloom (1930-2019), dizia que o Bardo de Avon era o centro do cânone ocidental em uma perspectiva secular, isto é, o ponto de referência da literatura não-bíblica na tradição ocidental. A onipresença shakespeariana se justificaria na medida em que ele …

Militares do governo Bolsonaro engrossam o nevoeiro

Ao anunciar o programa de retomada da economia chamado “Pró-Brasil”, o governo Bolsonaro aumenta a espessura do nevoeiro em que ele nos meteu. Depois de regurgitar tantas sandices, ao radicalizar ideias obscurantistas, de atentar contra a vida de milhares de famílias e disseminar o ódio, de ardilosamente difundir desinformações no meio de uma pandemia, de …

O sequestro do último adeus

“Se, sob o sol, nada mais velho e vil que a morte, quem viu, na vida, novidade em estar vivo?” Belchior, Até mais ver, 1993 A morte é uma ruptura para quem fica. Para quem vai, pouco se sabe. O mistério grava o coração das diferentes culturas: aparece na poesia, no canto sertanejo, longe da retórica …

Pan-africanismo e democracia ainda são possíveis em África?

Hora de retomar um debate que costuma sumir e reaparecer no espaço público sem que saibamos realmente o porquê. Fato é que o interesse em torno ao pan-africanismo nunca se esgota por completo. Nos últimos quatro anos tenho refletido sobre as possibilidades de renovação e redescoberta desse projeto tanto cultural quanto político. O caminho que me …

A economia mundo pós pandemia

Desde os tempos de Jean Baptiste Say (1767-1832) e David Ricardo (1772-1823), os economistas clássicos, assim chamados por Karl Marx (1818-1883), têm nos ensinado que a oferta cria sua própria demanda, que livre mobilidade de capitais é a garantia da eficiência econômica, que a participação do Estado na economia deve ser mínima e que a …

Mentiras Plausíveis

A Covid-19 mexeu com nossa imaginação. Seu ineditismo desestabilizou nossa percepção de futuro. São várias as dimensões da vida social afetadas pela crise sanitária, mas o avanço global dos vírus aguçou os temores mais urgentes quanto aos efeitos econômicos do confinamento a que ele nos submeteu. Sempre que nos vemos desorientados pela inovação, buscamos ancorar …

As gestantes em meio à pandemia de Covid-19

É consenso internacional o reconhecimento dos impactos da Covid-19 na vida das pessoas e no modo como é organizada a nossa sociedade. Entre aqueles que opõem vida e economia ou os que defendem que não há economia sem vida, quase todos estão pensando e experienciando as consequências e os impactos desta pandemia. Quando o tema …

Entrevista com David Miranda

Em tempos de pandemia, na qual as opções de sobrevivência são menores e as vulnerabilidades se somam, ter referências de vidas que emergiram de cenários adversos é essencial. Uma dessas histórias é a do David Miranda, hoje deputado federal (PSOL-RJ), que já passou por situações que seriam dignas de filmes. Desde cedo, o amor foi …

Quadra 36 e a incansável batalha de poder ser e permanecer

Campos Elíseos, 14hs. 18 de abril de 2018. Caminho pela Av. Rio Branco, no centro de São Paulo, avistando ao fundo a cavalaria da Polícia Militar. Ninguém sabia, mas aquele dia era dia de reintegração de posse.  Ela havia sido marcada com as famílias para dali a dois dias. Mas a eficiência do Estado, quem …

Quando a bactéria da covardia se aproveita do vírus da pandemia

Dessa vez o Brasil não teve sorte, pois enfrenta os efeitos da pandemia de Covid-19 e, ao mesmo tempo, o pandemônio de um grupo no poder que – ao atacar, covardemente, a Constituição, as leis, a economia, a natureza, outros países, a lógica e a própria população brasileira – expõe as vísceras já apodrecidas de …

Invisibilidade das pessoas com deficiência

Na terra onde a injustiça social impera, o desemprego aumenta e as políticas de assistência social sofrem com o abandono do governo, o coronavírus chegou de avião, trazido pela classe média, que retornava das suas férias em voos internacionais, mexendo com a estrutura de todo o país. Desde que a Covid-19 foi declarada, no dia …

China e a biopolítica na crise do coronavírus

Da França, Bruno Latour escreve que parecemos estar encenando coletivamente uma palestra sobre biopolítica de Michel Foucault. Giorgio Agamben, da Itália, diz que a vigilância da quarentena é a crescente tendência de usar o estado de exceção como paradigma normal de governo. Achile Mbembe, camaronês, aciona novos sentidos de necropolítica na pandemia ao afirmar que …

Quarto de despejos: a contemporaneidade de Carolina de Jesus

“No nosso paiz tudo está enfraquecido. O dinheiro é fraco. A democracia é fraca e os políticos fraquissimos. E tudo que está fraco, morre um dia”. A afirmação de Carolina Maria de Jesus, datada de meados da década de 1950 relataram para o mundo – anos depois – o cotidiano de moradores de uma favela …

O incloroquinável Napoleão de hospício contra o mundo

Ultrapassamos oficialmente duas mil baixas em decorrência da guerra contra a Covid-19 no Brasil. Oficialmente. Nem o ora ex-Ministro da Saúde Mandetta acreditava nos números, ciente das subnotificações. Há, todavia, os que até das duas mil duvidam. A imagem da mulher agredindo um médico após ser comunicada da causa mortis de sua mãe resume bem …

Cartografia dos óbitos da Covid-19 em São Paulo

Lembro a primeira vez em que entrei em contato com a ideia de que quando observamos as estrelas estamos, a bem da verdade, olhando o passado. A formulação de fundo didático e apelo poético guarda, como um de seus sentidos, o alerta para o fato de que uma atualíssima imagem pode se constituir num retrato …

Erosão na parceria entre China e a cooperação Sul Global

No campo da governança global, ser um player relevante faz toda a diferença no momento de disputas no campo comercial. O Brasil conquistou esse espaço em poucos momentos de sua política exterior. Com efeito, a política externa e o tipo de inserção internacional pretendida estão intrinsecamente articulados com a política econômica e o interesse nacional1. …

Doenças são negligenciadas pela indústria farmacêutica

Mais um dia. E vários pensamentos que não param de chegar. Tenho que ficar isolada? Minha família está em risco? Vou ter sequelas? Vou ficar sem trabalho? E se ficar, como vamos viver? Vai me faltar alimento? Se eu for no serviço de saúde, vão olhar por mim? Vão me olhar torto na rua? E …

A distopia liberal, as economias de guerra e o pós-crise já em disputa

O mais inteligente, a meu ver, é aquele que ao menos uma vez por mês se chama de imbecil – um habilidade da qual não se tem notícia agora! Antes, em último caso, o imbecil tomava consciência da própria imbecilidade ao menos uma vez por ano, mas, agora, jamais. A coisa ficou tão confusa que …

A importância da Filosofia em meio à crise da Covid-19

A quarentena por causa da pandemia do novo coronavírus tem levado as pessoas a buscarem formas de lidar com esta situação singular. Isso levou alguns filósofos italianos a criarem o projeto Prendiamola com Filosofia: stafetta di filosofi – strumenti pratici per affrontare la quarentena, que conta com duas lives realizadas (a primeira em 21/03/2020 e …

Os reflexos da pandemia sobre migrantes e refugiados

A pandemia de Covid-19 atingiu a humanidade de uma maneira inédita, paralisando o planeta e lançando sobre todas as pessoas, simultaneamente, incertezas, medo, ansiedade, histeria coletiva e sentimentos de repulsa e xenofobia. Em curto espaço de tempo, todo o poder político, bélico e econômico se viu impotente diante da velocidade e comportamento imprevisível do coronavírus. …

A dupla cegueira para lidar com a pandemia nas favelas

Se o novo coronavírus pudesse falar diria: “eu sou eu e o que cada sociedade faz de mim”. É que por sua rápida e fácil contaminação, ele persegue os circuitos da sociabilidade de cada sociedade, bem como o intercurso entre elas. Nesse sentido, sua natureza é também social, moldando-se às características do perfil de estratificação …

A violência como propaganda imperialista nos filmes hollywoodianos

A maior parte dos filmes norte-americanos tem a intenção de exibir a superioridade bélica do Tio Sam justificando o seu domínio sobre o planeta. É preciso observar, entretanto, o poder mimético dos filmes hollywoodianos para compreender essa questão. Essas mercadorias retratam situações que dificilmente aconteceriam na vida real, realidades imaginadas, para em seguida mostrar as …

Equador: quando o crime é se acostumar ao horror

O cheiro acre da morte está nas casas, nos bairros, nas ruas, sufocando Guayaquil. A “pérola do pacífico”, para o comércio internacional e comércio portuário, é a cidade da oligarquia político-bancária, a mais populosa e, acima de tudo, a mais desigual do país, com bairros luxuosos e prósperos conformando uma dolorosa contradição com áreas inteiras …

Era uma vez em Hollywood…

Acabo de ler o texto do “filósofo pop” Slavoj Žižek sobre a epidemia do coronavírus: “El coronavírus es un golpe al capitalismo a lo Kill Bill…”, publicado numa coletânea denominada Sopa de Wuhan (2020). Antes de qualquer coisa, chama atenção a imagem de capa da coletânea, desenhos que lembram uma colônia de morcegos. Ao juntar …

Danem-se os liberais, é hora de imprimir moeda

Todos os economistas da tradição clássica liberal estão de acordo: a moeda, ou o dinheiro, resume-se a um meio de trocas. O dinheiro, o meio que lubrifica as trocas, possibilita que o homem possa adquirir a mercadoria que bem necessita, seja ela para satisfazer suas necessidades básicas ou supérfluas. Para facilitar as trocas (compra e …

É a demanda, Paulo Guedes!

Em razão do confinamento de grande parte da população, o consumo agregado caiu drasticamente, aqui e no resto do mundo: nos Estados Unidos, por exemplo, os pedidos de seguro-desemprego já ultrapassam os 22 milhões. Com exceção de itens essenciais, quase nada é consumido pelas famílias. As empresas, já afetadas pela impossibilidade de contar com seus …

A Covid-19 e o direito à cidade dos pobres

Se o vírus causador da pandemia tivesse um DNA, ele traria o gene da sociedade urbana. Diferentemente de doenças como a febre amarela, a dengue ou a hantavirose, a doença causada pelo Sars-CoV-2 não encontraria meios de dispersão eficientes em um planeta coberto de aldeias e comunidades rurais. Diante da novidade, da extensão, da letalidade …

“Não temos tempo de temer a morte”: missão Covid-19

A forma como os governos respondem à crise provocada pela pandemia da Covid-19 irá diferenciá-los em distintas trajetórias de desenvolvimento institucional. A falha épica dos mercados em gerenciar uma crise de proporções globais como essa expõe as “veias abertas” daqueles que, por incompetência ou por escolha, não investiram na construção de instituições sociais e econômicas …

Coronavírus e o oportunismo neoliberal

O debate sobre os efeitos econômicos após o surgimento do coronavírus tem caminhado em paralelo com a preocupação mundial em relação aos milhares de mortos em decorrência do vírus. Sobre o primeiro ponto, ao meu ver a mídia global está expondo de forma contundente uma retórica falaciosa que não demonstra a verdadeira causa da crise …

Biopolítica, política internacional e fim da exceção humana

A pandemia provocada pela Covid-19 evidencia a importância do conceito de biopolítica para compreendermos o modo como somos governados. O controle que ora se estabelece de modo evidente sobre a população tomada como corpo coletivo alude à característica central da noção de biopolítica. Não demora para que se obtenham dados a respeito de qual esfera …

A cidadania vertical no Brasil e o coronavírus

Isolamento parcial, ou vertical como vem sendo denominado, consiste essencialmente em retirar das relações sociais somente os grupos mais suscetíveis à mortalidade pela Covid-19 como, por exemplo, as pessoas acima de 60 anos e portadores de condições de risco como hipertensão, diabetes, doenças respiratórias. A defesa do atual presidente Bolsonaro por essa medida, na base …

A retomada das práticas alimentares ancestrais pelos Guarani Mbya

Comecei a escrever este texto antes da explosão da pandemia de Covid-19 no país. A ideia era refletir sobre a retomada da alimentação tradicional dos povos Guarani Mbya que vivem na Terra Indígena do Jaraguá e como tal processo tem sido de suma importância para a recuperação e a manutenção de seus costumes e para …

Covid-19 e a emergência climática: conexões e desafios

As recentes cenas de aviões lotando as pistas de decolagem em todo o mundo, dos canais de Veneza mais limpos e de vias movimentadas sem o habitual trânsito de veículos, todas efeitos temporários da pandemia do novo coronavírus, remetem-nos a outro desafio enfrentado pela humanidade: as mudanças climáticas. As consequências e os prognósticos noticiados acerca da …

O “Fora Bolsonaro” e o combate ao coronavírus

O Partido dos Trabalhadores segue cometendo um erro político fatal: continua tratando o governo Bolsonaro como um governo normal, como todos os anteriores que passaram pelo país desde a queda da ditadura militar. Coerente com essa avaliação atua em cada momento, em cada conjuntura, guiado pela estratégia onipresente de preparar e acumular forças para derrotá-lo …

Emissão de moeda para diminuir o impacto da crise no Brasil

No momento em que se está diante de uma crise econômica (não financeira) de grandes proporções, ao contrário das demais crises que o capitalismo conheceu, desde a crise de 1929 até o presente, é fundamental fazer escolhas rápidas e certas, sob pena de o número de mortes, no Brasil, pelo coronavírus, poder vir a estar …

Repensar a relação entre economia e sociedade

Há algumas semanas o que constituía uma norma econômica, aparentemente imutável, foi profundamente abalada. Leis de mercado revelam-se impotentes e a economia política se redefine. Mas, qual a amplitude das mudanças em curso ? Teriam as transformações atuais apenas um caráter de urgência ou seriam portadoras de mutações mais importantes, redefinindo nosso futuro ? Se …

O vírus, o petróleo e a geopolítica mundial

Para além dos acontecimentos, existe uma história inconsciente – ou mais ou menos consciente – que escapa à lucidez dos atores, dos responsáveis ou das vítimas: elas fazem a história, mas a história as arrasta. F. Braudel, “História e Ciências Sociais” Editorial Presença, Lisboa, 1972, p. 130 As grandes epidemias repetem-se através da história, mas …

O drama de um setor que agonizava antes da pandemia

O momento é extremamente preocupante no mundo todo. Milhões de vidas estão em risco, a economia vai sofrer uma retração inimaginável e sabemos que os mais impactados do ponto de vista da saúde física, mental e financeira são os mais pobres. Em países com alto índice de desigualdade social como o Brasil a crise se …

O sentido do cárcere em tempos pandêmicos

A prisão brasileira possui suas diferenças com relação ao modelo carcerário que se desenvolveu na Europa, o qual se constituiu como o grande ponto de referência analítica nos estudos da prisão. Essa é uma das razões pelas quais o modelo prisional panóptico, afamado pelas análises de Michel Foucault, parece tão distante daquilo que acontece no …

O coronavírus, entre o império da técnica e a vida nos escombros

“Todos têm de deixar sua zona de conforto.” A expressão surgida nos manuais de gestão corporativa, repetida como mantra nos departamentos de recursos humanos e que virou lugar-comum em um mundo fascinado e dependente de autoajuda, ganhou mais um uso criativo no último dia 30 de março ao sair da boca de Victor Orbán, primeiro-ministro …

Políticas (e lacunas) da proteção do emprego e da renda

Passada pouco mais de uma década desde a crise financeira internacional de 2008, a economia mundial caminha para uma catástrofe, desta feita empurrada pela pandemia do coronavírus. Nesse cenário, o relaxamento das políticas de austeridade, a implementação de políticas fiscais anticíclicas e a formação paulatina de um novo consenso em torno de uma atuação mais …

Regina Duarte não sabe sua função

A crise econômica consequente da pandemia do novo coronavírus afeta trabalhadores da cultura que já há tempos vêm sobrevivendo em contexto de arrocho orçamentário e censura por parte do Governo Federal. Há cerca de três semana, quando foram noticiados os primeiros cancelamentos de espetáculos e fechamento de espaços, a secretária especial da Cultura anunciou medidas …

Covid-19: Não estamos no mesmo barco

Ilona Szabó de Carvalho, colunista do jornal Folha de S. Paulo, que muito respeitamos, escreveu na sua coluna de 8 de abril de 2020, que “Somos todos vulneráveis ao vírus Sars-Cov-2”. O termo epidemiológico correto seria que “somos todos suscetíveis ao vírus Sars-Cov-2”, pois a vulnerabilidade é profundamente desigual entre as pessoas. Tenho certeza de …

Qual democracia precisamos?

O termo democracia tem significados diversos e é parte de disputas políticas, ideológicas e construções – partidárias, acadêmicas, midiáticas e das mais diferentes organizações e instituições. Aqui não se pretende adentrar em maiores aprofundamentos quanto às disputas e definições – necessárias e salutares – conceituais e/ou teóricas. Contudo, importa assinalar alguns aspectos que chamam atenção …

Bolsonaro é presidente, mas não governa

O fato novo da acelerada conjuntura política do país se relaciona diretamente com a pandemia de coronavírus: Bolsonaro continua Presidente da República, mas não governa mais! As classes dominantes, e seus prepostos no Congresso Nacional e no Judiciário (STF), encontraram uma solução momentânea, não traumática, para a defesa e preservação de seus interesses – tira-lhe …

Com a quarentena, “podemos ouvir o alô da Terra”, diz sismologista belga

Com milhões de pessoas ficando em casa para controlar a epidemia do novo coronavírus (Covid-19), o ruído captado no solo das principais capitais do mundo é muito menor. Em Bruxelas, a queda no nível de ruído é da ordem de 30% a 50%. É o que descobriu o sismologista belga Thomas Lecocq. Ele trabalha no …

O mundo depois do fim

“Ainda nos encontraremos no lugar onde não há escuridão” George Orwell, 1984 O mundo não será o mesmo depois que as internações e as mortes diminuírem. Ao fim da pandemia sucederá uma nova ordem, diferente de ontem, da democracia liberal, de seus ideais e promessas. O impacto da Covid-19 irá além da tragédia epidemiológica, da …

Desacelerando em tempos viróticos

Um gerúndio, desacelerando – em inglês, downshifting – traduz bem o momento atual em que o mundo está, literalmente, reduzindo a marcha. Mas o que muitos de nós está vivenciando hoje já faz parte de um movimento em curso. O downshifiting, assim como o minimalismo, reflete sobre o cansaço, o excesso e a saturação de …

Emergindo ou submergindo?

Para o filósofo Wolfgang Leo Maar (A contra-revolução no Brasil), as práticas de natureza anti-democrática que têm ganhado força no Brasil mostram que a desigualdade social é “natural”, sendo o resultado direto de um projeto de construção coletiva. O direito de justiça, nas palavras de Maar, foi sucedido pelo que chamou de “direito oligárquico” e …

Bolsonarismo em rota de colisão

Negacionismo, confronto, populismo, ataque à imprensa, panelaços. O cenário não poderia ser mais propício para uma crise política de governança, mas não só isso. Ao incorporarmos essa situação ao novo status quo produzido pela pandemia da Covid-19 percebemos claramente a instabilidade institucional presente. Bolsonaro foi eleito contra a conjuntura legislativa e constitucional que asseguram o …

O Reichstag de Bolsonaro somos nós

Em 1932 o presidente da Alemanha Paul von Hindenburg ofereceu a Adolf Hitler a chancelaria, o comando do Estado. Logo que chegou ao poder, Hitler buscou eliminar a forte oposição que havia se formado contra ele. Para facilitar a perseguição aos seus opositores ele organizou uma farsa: provocou um incêndio que destruiu o prédio do …

O fantasma de Auschwitz e a recusa em desviar o olhar

Em janeiro, mais de duzentos sobreviventes de Auschwitz, o notório campo de concentração nazista na Polônia, se reuniram para comemorar o 75º aniversário da libertação. Eles testemunharam as brutalidades da máquina de matar sancionada pelo Estado nazista, às quais, naquela época, o resto do mundo parecia indiferente. Mais de 1,1 milhão de judeus – junto …

A covid-19 e a crise da governança regional da América do Sul

No momento em que os olhos do mundo se voltam para a pandemia da Covid-19, é possível pensar a atuação conjunta da América do Sul sob o horizonte da governança regional. É certo que a crise desencadeada pelo coronavírus encerra duas particularidades que reforçam ainda mais a importância em se discutir as relações internacionais e …

Além do coronavírus

Não sou médico para comentar os aspectos epidemiológicos do vírus que nos assola. Mas algumas implicações sociais e políticas são óbvias. O primeiro ponto é que desde o golpe há uma fragilização generalizada das políticas sociais – e para efeitos de governança tudo começa já em 2013 com as manifestações, e com o boicote (“Dilma …

O coronavírus, a barbárie e a força do Cerrado

Teria sido o Covid-19 criado em laboratórios chineses ou em laboratórios norte-americanos, como arma de guerra e com fins geopolíticos? Teria surgido na China, ou teria sido levado para China, por soldados norte-americanos, por ocasião de jogos militares? Seria fruto de mutação natural em patógeno adaptado a animais silvestres, em função de sua criação em …

A luta para colocar comida na mesa durante quarentena

A rotina de Angélica Jahn, de 30 anos, mudou bastante com a chegada do Covid-19 no Brasil. Responsável pela limpeza das aeronaves do aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, ela e seu marido, que trabalha como operador de máquina, foram dispensados pelas suas empresas dia 25 de março. Com dois filhos para sustentar, o casal …

Como pagar pela guerra contra o vírus

Não é fácil para uma economia não planejada se organizar para combater uma pandemia. É mais difícil ainda quando ela já se encontrava letárgica, conjugando dois elementos que aprofundam, exponencialmente, os efeitos negativos da pandemia: por um lado, com uma grande parcela da população no desemprego e na informalidade, a maior parte dos trabalhadores está …

Saúde versus economia: uma falsa oposição

O mundo vive hoje, com a pandemia do coronavírus, uma guerra e o Brasil faz parte dela. Mas, diferentemente dos demais países, temos a presença entre nós de um “5ª coluna”, que trabalha aberta, cínica e descaradamente para derrotar-nos. E esse inimigo da nação é claramente identificado e conhecido de todos nós, tem nome e …

As falsas premissas de Guedes e Bolsonaro sobre a crise

Em 2008, quando um dos maiores bancos de investimento do planeta, o Lehman Brothers, quebrou, desencadeou um tipo de crise que até agora não se esgotou. O estouro da bolha hipotecária norte-americana revelou uma economia global financeirizada, cujo principal efeito foi a superprodução de títulos mobiliários baseada então no endividamento das famílias trabalhadoras. Como se …

É hora de deixar a imaginação descansar

O cenário que vivemos da pandemia do Covid-19 aumenta a percepção que temos das pessoas ao nosso redor e, principalmente, daquelas que assumem algum protagonismo relevante e/ou público. Essa oportunidade é mais uma questão prática do que sensonrial. Simplesmente porque são nesses momentos que precisamos que cada um exerça o melhor que está ao seu …

O urbanismo contemporâneo e a cidade doente

Periódicas ondas epidêmicas e seus efeitos originaram transformações importantes na forma urbana: dos leprosários para confinar as vítimas da peste, às grandes obras de infraestrutura, como sistemas de esgoto e aquedutos para o controle da cólera, às normas de higiene que desenharam bairros projetados disseminados pelas nossas cidades, como o de Higienópolis, ao combate à …

A aporofobia do bolsonarismo

Que o coronavírus esteja sendo “democrático” com os tipos de vida que ceifa mundo afora, que mate tanto ricos quanto pobres indiscriminadamente, é uma constatação relativa. Em especial no Brasil, essa pandemia está dando oportunidade inédita para falas e posturas que, despudoradas, apontam quem merece viver e quem pode morrer sem causar espanto. Quando o …

Pensando o bolsolavismo e formas de ação

O que fazer? Assinamos, um de nós na primeira hora, o pedido de impedimento elaborado pelos parlamentares Fernanda Melchiona, Sâmia Bomfim e David Miranda, todos do Partido Socialismo e Liberdade (PSol). Assinamos o pedido não por acreditar ser ele a única ou mais viável solução para a crise em que estamos. Assinamos por acreditar que …

As prioridades na pandemia do Covid-19

No enfrentamento da depressão que se avizinha, chama atenção a diferença de prioridade para a chegada dos socorros. A agilidade do governo em repassar recursos para o setor financeiro é digna da Bélgica, enquanto os entraves para aumentar o custeio do SUS e pagar a renda mínima dos vulneráveis se arrasta, como na Índia, para …

De pandemias, desenvolvimento e multilateralismo

Em 11 de março de 2020, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a doença pelo coronavírus 19 (Covid-19), causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), como uma pandemia. Quando escrevo este artigo são mais de 1 milhão de infectados, com mais de 40 mil mortos (letalidade de 4%), em todos os países do mundo. Nas Américas …

O coronavírus infecta o óbvio da vida

Em O poço, filme espanhol de 2019, que integrou o catálogo da Netflix no dia 21/03, o diretor Galder Gaztelu-Urrutia mistura cenas de escatologia e canibalismo, assim como os gêneros suspense, terror e ficção. A narrativa impressiona pela sua atualidade subjetiva, sobretudo pela mensagem assustadoramente verdadeira que nos vincula ao filme: o individualismo ao extremo …

Desventura e cegueira

Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara. (José Saramago) Imaginemos um cenário no qual o mundo simplesmente entra em colapso porque algo faz com que toda a economia global se paralise. A breve história do mundo nos ensinou que isso é possível quando eclodem conflitos de proporcionalidade catastrófica ou que envolvam países centrais na …

Bolsonaro e a estratégia do caos

Nos últimos dias, estamos assistindo ao presidente Jair Bolsonaro lutar em diversas frentes contra a estratégia de isolamento social, contrariando recomendações da OMS,  de epidemiologistas, de estatísticos, de cientistas de dados e de demais pesquisadores que, neste momento, estudam o vírus e sua disseminação no mundo. Há quem diga que a preocupação do presidente é …

E se Bolsonaro desejar o caos que a epidemia promete?

Ao leitor alarmado pelo título, deve-se, desde já, advertir que este é um ensaio meramente especulativo e escrito sob o escusável medo e a violenta emoção que a atual conjuntura nos impõe. Dela também decorre que seu conteúdo pode ser demasiado deprimente e pouco indicado em tempos de isolamento social. Feitas essas ressalvas, destaco que …

Coronavírus: rastro e fruto de uma poeira pandêmica

Das nove grandes “epidemias maciças” de origem viral1 que assolaram o começo do século XXI, refiro-me às poeiras que fortemente atingiram grandes continentes e deixaram rastros pandêmicos, três delas (33.3%) envolveram coronavírus: Sars-Cov ( Cov = Coronavírus e Sars = Síndrome Respiratória Aguda Grave), inaugurando o século em 2002-2003 na Ásia; Mers-Cov (Síndrome Respiratória do Oriente …

Simulações indicam que confinamento deve ser máximo

Nós, pesquisadores da Universidade Federal do ABC e da Universidade de Bristol, desenvolvemos um modelo complexo e robusto (mas simples de usar) que simula a disseminação do Covid-19 na sociedade. Ele mostra que é bem provável que teremos novos ciclos de surto e confinamento. A ferramenta está disponível on-line e pode ser abastecida livremente por …

Crise e reforma

Mesmo após ficar claro que a pandemia do Covid-19 representaria uma catástrofe humanitária global, o ministro da Economia brasileiro seguiu clamando ao Congresso Nacional a necessidade de se “transformar a crise em reformas”. Tomando a calamidade como momentum para alavancar sua agenda, Paulo Guedes insiste na urgência das reformas liberais que, definitivamente, “ajudarão” a enfrentar …

Não aceitar o inaceitável

Primo Levi dizia que monstros existem, mas são pouco numerosos para serem realmente perigosos: mais perigosos são os homens comuns dispostos a acreditar e obedecer sem discutir. Assim inicia a obra Desobedecer, de Frédéric Gros (Ubu Editora, 2018), uma defesa da desobediência civil às avessas. Para Gros, o problema não é a desobediência civil, que …

Por um jornalismo histérico

No dia 24/03/2020, em pronunciamento em rede nacional, o presidente da república proclamou que, sobre a pandemia mundial e os pronunciamentos das comunidades científicas, internacionais e da imprensa nacional – cujo objetivo principal tem sido informar a população sobre os reais perigos da Covid-19 e como evitar/retardar sua propagação e contágio -, não se trata …

Tsunami mundial 2020: a primeira onda, a segunda onda

Uma pandemia é um tsunami. Um tsunami nunca é composto de uma única onda. Nesse caso, aqui de dentro do olho do furacão da minha casa, vivemos agora no mundo da improbabilidade e o da incerteza cotidiana. Estamos obrigados a olhar para nossas vidas e repensarmos o modo como vivíamos até entramos nessa caverna escura. …

Por um futuro que não repita o passado

O mundo mudou. A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) parece ser aquele momento de inflexão, de marco, no curso da história da humanidade. Havia um mundo pré coronavírus e, agora, abre-se uma janela de incertezas e oportunidades sobre como será este novo futuro. Tudo está instável e qualquer previsão a mais longo prazo será pontual, …

Política da morte e a reconstrução da cidadania

Em pronunciamento à nação no dia 24 de março, o presidente do Brasil, Jair M. Bolsonaro, disse que, durante a pandemia do Sars-Cov2, a prioridade do governo deve ser a de manter empresas funcionando normalmente porque a fome matará mais que o coronavírus. Em um momento em que os brasileiros se põem em quarentena, e …

Notas sobre uma leitura feminista da pandemia

Algumas análises apontaram os impactos da expansão pandêmica do Covid-19 como demonstrativos dos limites do atual modelo capitalista neoliberal. A insuficiência de políticas públicas para sistemas de saúde e seguridade social nos países desmantelados pelos mandatos de austeridade indicariam a urgência de revisar a profunda dessolidarização, jurídica e ética, que aplaca Estados e sujeitos. No …

O distanciamento social como forma de cuidado coletivo

A antropóloga inglesa Marilyn Strathern, no já longínquo ano de 1989, auge do governo neoliberal de Margareth Thatcher no Reino Unido, argumentou que o conceito de sociedade estava teoricamente obsoleto para o uso das ciências sociais. De acordo com a autora, a nossa ideia de sociedade como entidade abstrata fez parecer que as relações sociais …

A pandemia e o senso de coletividade

Atualmente fala-se com muita frequência sobre modos egoístas de relações humanas. E na superficialidade dos discursos sobre nossa postura e nossas ações individualistas, não é comum serem considerados os atravessamentos políticos desse fato social. A racionalidade neoliberal nos constrói, nos atravessa subjetivamente para que façamos de nós microempresas, empresários e negociantes de nós mesmos. Nosso …

Bolsonaro, a pandemia e o compromisso com o mercado

Tomando emprestado o conceito de “capitalismo do desastre”, de Naomi Klein, que associa choques coletivos a rupturas nos regimes de bem-estar social, é possível dizer que o governo Bolsonaro começa a compreender a catástrofe pandêmica do novo coronavírus como ativo político a sua plataforma neoliberal. A identificação documentada dessa tendência política serve para dissipar ilusões …

Falta da merenda escolar prejudica as famílias de baixa renda

Um milhão de alunos da rede municipal de educação da Capital que estão sem aulas por causa da quarentena de prevenção ao coronavírus deixaram de receber a alimentação diária oferecida nas escolas (merenda escolar). Na rede estadual, 3 milhões de refeições por dia deixaram de ser fornecidas por conta da suspensão das aulas. A antecipação …

Reflexões sociológicas da quarentena

Os autores desse artigo um morando na cidade de São Paulo (Brasil), outro na cidade de Varese, região da Lombardia (Itália), procuram expressar suas impressões particulares diante da crise pandêmica atual nas localidades onde vivem. Ambos pesquisadores de sociologia, pensam, a partir de suas sensibilidades, como as pessoas em diferentes condições de isolamento social, na …

A queda de braço entre governadores e Bolsonaro

Em artigo publicado no dia 13 de fevereiro na Folha de São Paulo, a professora Maria Hermínia Tavares apontava que governadores e prefeitos podem representar um importante dique de contenção a governos populistas. Na ocasião, a autora recordou que governadores, tais como João Dória e Flávio Dino “têm voz própria e alguns deles a usam …

Jair Bolsonaro: massa, vírus e poder

A crise não é de “confiança”, não é “ética”, não é “financeira”; não é “política”, não é “institucional” e muito menos do “coronavírus”. É a crise de um padrão de sociabilidade que transforma tudo em mercadoria, inclusive saúde, educação e tempo de vida. A crise é do capitalismo. Silvio Almeida Queria começar este ensaio com …

Nancy Fraser: “O neoliberalismo não se legitima mais”

A tradução do livro da filósofa feminista Nancy Fraser com Rahel Jaeggi, “Capitalismo em debate: uma conversa na teoria crítica”, acaba de ser publicado pela Boitempo no Brasil. Nesta entrevista concedida na New School, universidade onde dá aulas nos departamentos de Filosofia e Política, Fraser comenta sobre o livro, o retorno do capitalismo ao centro …

O impeachment e a luta do povo

Concordo em boa medida com o artigo de Vladimir Safatle, intitulado “A única saída é o impeachment”, veiculado no último dia 20 na edição brasileira do jornal El País. Sim, ele tem razão: devemos colocar na ordem do dia o impeachment de Jair Bolsonaro. Sim, o impeachment teria um valor civilizatório, sinalizando importante ganho de …

O que é o vírus e quem nós somos?

Ainda que as perguntas que intitulam esse artigo não estejam postas diretamente, um dos principais movimentos do nosso presente imediato tem sido respondê-las – sempre partindo da primeira para desaguar, inevitavelmente, na segunda, em uma espécie de jogo cuja perspicácia está no fato de que, para cada tentativa particular de explicar o que é o …

Pandemia e a globalização da saúde no Reino Unido e Itália

A pandemia causada pelo Covid-19 tem agitado todos os países do mundo e até o momento a maioria dos casos na Europa e Américas estão em crescimento. Em alguns países a crise sanitária tem sido acompanhada atentamente, como é o caso da Itália e do Reino Unido. Por isso este artigo busca dialogar a respeito …

O massacre como entretenimento, o entretenimento como massacre

Imagine que você chega em casa depois de um longo dia de trabalho e que no caminho do retorno você foi atingido por uma tempestade. Imagine então que você, com suas roupas ainda encharcadas, pega o controle remoto e liga a tv. São pouco mais de oito da noite e a primeira imagem da tela …

Estado e cooperação internacional na luta contra o coronavírus

Tempos de crise internacional suscitam discussões, de ordem política e jurídica, sobre os conceitos de soberania e globalização. De um lado, há quem pregue o prevalecimento do Estado nas suas decisões frente ao sistema internacional, mantendo-o “forte”, no intuito de preservar a sua soberania. Há outros que pregam a cooperação internacional e a criação de …

Reduzir ou suspender salários é solução para manter emprego?

Um dos pontos cruciais da crise do coronavírus no mundo e no Brasil é a questão da paralisia nas atividades econômicas, algumas mais diretamente afetadas, como bares, restaurantes e comércio em geral, que são fortemente intensivas em trabalho, e outras indiretamente em função da paralisação física parcial da produção, sendo boa parte impactada pela forte …

No longo prazo todos estaremos mortos!

Após a grande depressão econômica de 1929, existia um debate na economia norte americana e no mundo, o estado deve ou não intervir na economia em momentos de crise? Este debate está presente até hoje. Em março de 1933 o presidente Franklin D. Roosevelt lançou as frases “Only Thing We Have to Fear Is Fear …

“Fora Bolsonaro”: por que isso é urgente?

O governo Bolsonaro-Mourão não é um governo “normal”, como todos os anteriores que passaram pelo país após o término da ditadura em 1985. Ele é resultado e desdobramento direto do golpe perpetrado em 2016, que tirou Dilma Rousseff da Presidência da República, e também do uso de práticas bandidas durante as eleições. O processo eleitoral …

É hora de comemorar, presidente?

Em meio a uma grave crise mundial, Jair Bolsonaro festeja seu aniversário. Segundo ele mesmo, uma festa pequena, só para os mais íntimos. O presidente Bolsonaro completa 65 anos de vida (ou seja, integrante de grupo de alto risco por contaminação pelo coronavírus). Ao invés de estimular a quarentena e servir de exemplo, Bolsonaro estimula …

É hora de abandonar o vírus do liberalismo econômico

Jean J. Rousseau nas vésperas da Revolução Francesa afirmou que “O homem nasceu livre, mas em toda parte encontra-se acorrentado. Aquele que se julga senhor dos demais, não deixa de ser mais escravo do que eles” (1776). Assim, detectara que tanto os ricos quanto os pobres sofriam por razões diferentes. Essa assertiva abria o seu …

Coronavírus e os contratos

O filósofo anglo-irlandês do século XVIII Edmund Burke (1729-1797) afirmou em sua obra Reflections on the Revolution in France (1790), que […] a sociedade é, de fato, um contrato […]. Acrescentou, ainda, que o Estado deve ser considerado um acordo de parceria, na ciência, em cada arte, em cada virtude e em toda perfeição. Como …

É hora de sair

A cadeira que o presidente ocupa é maior que o próprio presidente. Ela exige uma liturgia e um respeito rigoroso. Trata-se do símbolo maior da República Federativa do Brasil. Nesse sentido, é o presidente Bolsonaro que deve dar o primeiro exemplo, como primeiro cidadão que é. Todavia, a realidade política brasileira passou a ser digna …

Pandemias e crises: do feudalismo à sociedade capitalista atual

As pandemias são frequentemente apresentadas como casualidades, como movimentos aleatórios que surgem da interação humana em sociedade e com a natureza. Isso no melhor dos casos, quando não são compreendidas como castigo divino ou como provação para o paraíso. Contudo, quando olhamos historicamente, nos damos conta de que as grandes pandemias se inserem em quadros …

Ficar em casa para quem?

Nos últimos dias, as redes sociais foram tomadas de assalto por discursos que clamam as pessoas para “ficarem em casa”, esta narrativa foi construída a partir das notícias da presença do Coronavírus (Covid-19) no Brasil. O Ministério da Saúde no dado mais atualizado, até a escrita deste texto, contava 234 pessoas pessoas infectadas pelo Sars-Cov …

Emendas à Constituição Russa

No último dia 16 de março, a Corte Constitucional da Rússia aprovou as emendas que permitirão a Vladimir Putin a possibilidade de se manter na presidência até 2036. Dentre as implicações das emendas, muitas além da extensão do mandato presidencial, estão tentativas de Putin para solucionar os desafios econômicos, políticos e sociais que a Rússia …

Aproveitando a crise para intensificar a concentração de riquezas

Mais uma vez o governo federal tenta aprovar propostas de emendas à Constituição Federal – com nomes que empolgam “Plano Mais Brasil”, “PEC Emergencial” e “PEC do Pacto Federativo”-, que aprofundarão a concentração de riquezas e prejudicarão a prestação dos serviços públicos essenciais. Diante desse cenário de “crise permanente”, utilizada como ferramenta retórica para “fundamentar” …

A favela nos tempos do coronavírus

“Mas se alguma coisa haviam aprendido juntos era que a sabedoria nos chega quando já não serve para nada” (Gabriel G. Márquez)   Vivemos a primeira pandemia da globalização com níveis de letalidade relativamente altos e capacidade já comprovada de pôr em xeque o sistema de saúde mundial, inclusive dos países ricos. Diferente do que …

O design inteligente do mercado

E eis que, novamente, a economia frustrou as expectativas dos economistas do mercado financeiro. Otimistas com a vitória de Bolsonaro na eleição presidencial e, principalmente, com a ida do ultraliberal Paulo Guedes para o comando da economia, eles apostavam, lá no primeiro dia útil de 2019, em um crescimento do PIB de 2,5% naquele ano. …

COVID -19 – um vírus que perfura a retórica política

Na busca da sobrevivência, o coronavírus (COVID -19) desafia os sistemas comunicacionais. Tal qual o ser humano, o vírus busca continuar a existir, proliferar e comunicar. Sim, pode parecer bizarro, mas se concebermos a ideia de que a comunicação demanda por conexões, um vírus não estaria em situação diferente de todos outros seres vivos. A …

As ideias continuam fora do lugar

“O Brasil está atrasado nas reformas estruturais que precisa fazer para voltar a crescer. A modernização das relações de trabalho e da previdência foi um bom começo. Mas é preciso ir além, aprofundar as reformas, se quisermos alcançar os países ricos que estão décadas à nossa frente. O mais importante, agora, são os próximos passos: …

Dependência, superexploração e neoconservadorismo na América Latina

Neste artigo pretendemos dialogar sobre a relação indissociável entre dependência, superexploração e neoconservadorismo na América Latina. Para isto, utilizaremos como referências dois  intelectuais latino-americanistas: Ruy Mauro Marini e Vânia Bambirra. Faremos um breve retrato, em dados, sobre como estamos no mundo do trabalho, do consumo e da renda, para refletir sobre os fatos por trás …

Marx e Engels: uma lição de retórica política para a esquerda

O Manifesto do Partido Comunista é um documento histórico escrito sob e sobre as circunstâncias de um período histórico particular. Segundo Eric Hobsbawm, trata-se do “escrito político individual mais influente desde a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, da Revolução Francesa”. Diversos estudos foram feitos sobre ele, centenas de milhões de pessoas o …

Geopolítica e corporativismo: um capitão entre generais

A geopolítica do petróleo tem passado, nesse início de século XXI, por transformações estruturais, o papel do continente Americano na produção tornou-se tão significativo quanto o da região do Oriente Médio no século XX e o peso do continente Asiático no consumo tornou-se tão relevante quanto o da Europa no passado. Além disso, novas tecnologias …

“Artista não precisa baixar o nível para falar com a quebrada”, diz Rincon Sapiência

Um dos principais nomes do rap nacional, Rincon Sapiência lançou, no final do ano passado, Mundo Manicongo, seu segundo álbum de estúdio. Depois do aclamado Galanga Livre (2017), vencedor do prêmio de melhor disco do ano pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), o MC paulistano voltou à carga com um disco encontra na …

Frente ao colapso, uma tentação perigosa

Em momentos como este, é bom lembrar aos “cruzados” uma velha lição da história, a respeito das “guerras santas”, entre pequenos “peões militares” terceirizados pelas grandes potências: depois que começam, elas não costumam ter fim. J.L. Fiori, Geopolítica e Fé, JB, janeiro de 2019   Basta ligar dois pontos para desenhar uma reta. Mas no …

Terraplanismo, crise da ciência e pós-modernismo

Vivemos em tempos em que falam-se mentiras em nome do fato, em que a ciência é ignorada em nome da ciência, em que massas são formadas pelo argumento da liberdade do indivíduo. Tempos em que as soluções fazem parte do problema, em que é urgente agir, mas a ação parece somente aumentar o obstáculo. Tempos …

Negar a ciência: uma forma de expandir de si mesmo

“Não precisa de fórmulas complicadas de matemática para saber onde se vive”. É assim que a jornalista estadunidense Patricia Steere, criadora do podcast “Flat Earth and Other Hot Potatoes” (“Terra Plana e Outras Batatas Quentes”) justifica seu argumento de que o planeta não é redondo, ignorando o que diz a ciência desde pelo menos Galileu …

Facebook: bem na foto entre turistas, nem tanto entre legisladores

O turista brasileiro em Bruxelas, Danilo F. Marques, ficou feliz de tirar uma foto no domingo, 16 de fevereiro, com o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, no bar A La Morte Subite. Outros turistas e frequentadores do centenário bar belga aproveitaram a visita surpresa para fazer o mesmo. Zuckerberg distribuiu sorrisos nas selfies com turistas …

Brilho eterno de uma mente sem lembranças

Nestas últimas semanas, o presidente da República, balbuciando um rascunho de golpe, flertou com seu eros onipresente de autoritarismo, fermentando o clamor afetado de uma pequena parcela da população pelo fechamento do Congresso. Mas, convenhamos: de quem somente orgulho teve desse vezo esdrúxulo era possível cair outros frutos? Por mais incrível que possa parecer, uma …

“Pibinho” mais uma vez

Na última quarta-feira dia 04 de março de 2020, o IBGE divulgou o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do ano de 2019, o resultado apurado foi de 1,1%, ou seja, ainda não recuperamos as perdas da recessão de 2015 e 2016 e ainda estamos no “nível de riqueza” de 2013. Já o crescimento do …

Guiné-Bissau: novo golpe de Estado?

Não obstante sua luta pela libertação nacional ser reconhecida – não com o status que mereceria – como a mais bem sucedida guerra pela descolonização africana e Amílcar Cabral figurar como uma das grandes personalidades do século XX, a Guiné-Bissau, pequeno país situado na costa Ocidental africana, ainda continua a lutar para ser sujeito da …

Mineração em Terras Indígenas: o que mostra a experiência internacional?

“Não há nada mais perigoso para uma Reserva Indígena do que uma mina valiosa” (Carls Shurz, Secretário do Interior dos Estados Unidos, 1881)   Em fevereiro de 2020, o Poder Executivo federal enviou ao Congresso Nacional um Projeto de Lei (PL 191/2020) que, entre outras medidas, propunha a regulamentação da mineração em Terras Indígenas (TIs). …

A banalização da política e a desmoralização das instituições

A insensatez, o discurso de ódio e a violência institucional mostram-se os baluartes e os principais fatores da derrocada do Estado brasileiro sem a expressa perda de vigência da Constituição de 1988. A crise política, somado às inúmeras reinterpretações de direitos e garantias fundamentais de governos legitimados sob uma cortina de fumaça democrática, simplesmente sobre …

São Paulo tem jeito: políticas de desenvolvimento

Toda proposta de desenvolvimento envolve uma visão de conjunto, valores pelos quais medimos o que acontece na cidade e o que deveríamos alcançar. O traço fundamental que nos caracteriza é uma profunda desigualdade, de renda, de patrimônio, de oportunidades. Nenhum dos outros grandes objetivos, a viabilidade econômica e a sustentabilidade ambiental, se alcança sem focar …

As forças democráticas têm que parar o governo Bolsonaro

Como se esperava, era só uma questão de tempo: Bolsonaro, e sua matilha, atravessou de vez o Rubicão: explicitou o seu projeto de implantar uma ditadura no Brasil, tentando envolver, mais uma vez, as Forças Armadas do país. Os últimos acontecimentos, depois de muitos outros assistidos quase que passivamente pelo Congresso Nacional e o Poder …

A formação do público evangélico no Brasil contemporâneo

Em coluna publicada no dia 4 de fevereiro no Estado de S. Paulo, Pedro Nery abordou um fenômeno que nomeou de “crentefobia“, em reflexão sobre a entrevista da cineasta Petra Costa ao programa Amanpour & Company, da PBS. Questionou falas de Petra e posicionamentos públicos diante de declarações biográficas e propostas políticas de Damares Alves, …

Desmilitarização: uma provocação necessária

Nada é tão novo. A obsessão por segurança pública militar dá o tom da discussão. Vejo o absurdo crescente do autoritarismo e, mais uma vez, o silenciamento do debate público sobre desmilitarização. As discussões sobre PM, tiro, milícia e senador, com retroescavadeira e tudo, sacodem a velha história sobre a proibição de greves na conservadora …

Um resgate necessário: o Brasil de combate à fome

Dentre as informações que recebemos ano após ano, os números atualizados de desnutridos da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) encontram-se em uma gama de coisas que parecem nunca mudar: a existência da fome. Mesmo que existam diferenças entre progressos e retrocessos, faz alguns anos que os relatórios apontam algo entre setecentos …

Ampliar o Fundeb é ato de responsabilidade cidadã

O colunista Marcos Mendes defendeu na Folha de São Paulo que “aumentar os recursos do Fundeb (Fundo de Financiamento da Educação Básica) é irresponsabilidade fiscal contra a União”. A União participa hoje com 10% da arrecadação do fundo que é a principal fonte de financiamento da educação básica. O pleito expresso por especialistas, gestores da …

“A juventude sempre será a força motora das grandes mudanças”

Eduardo Suplicy, com quase 79 anos, hoje é um dos pré-candidatos do PT para prefeito de São Paulo nas próximas eleições de outubro. Vale lembrar que Suplicy foi o primeiro candidato a prefeito pelo PT, também em São Paulo, em 1985, em uma eleição marcada pela volta do direito da população de eleger seu prefeito …

Políticas identitárias

“o fascismo que está em todos nós, que ronda nossos espíritos e nossas condutas cotidianas, o fascismo que nos faz gostar do poder, desejar essa coisa mesma que nos domina e nos explora”. Foucault Tentar inferir da condição de vítima a condição de um agente revolucionário parece-me ter sido um dos principais equívocos de Marx …

O assassinato como política pública

Em agosto de 1970 a revista Veja estampou em sua matéria de capa uma inédita investigação acerca dos grupos conhecidos como “Esquadrões da Morte”. Os anos duros da ditadura militar brasileira carregavam consigo um experimento já consagrado em outras experiências autoritárias: a formação de grupos armados para a execução sumária de pessoas tidas como indesejadas. …

A desinformação influencia eleições ao redor do mundo

O uso de desinformação como ferramenta política ganhou força na última década e influenciou significativamente grandes acontecimentos e eleições ao redor do mundo. No entanto, engana-se quem pensa que essa estratégia é recente. Ao longo da história, as conspirações e farsas circularam entre todas as classes sociais, sendo parte indissociável dos governos de reis, imperadores, …

Jaraguá é Guarani

[…] Hoje já não resta quase nada de floresta em sua terra doente e não podem mais beber a água de seus rios. Agora querem fazer a mesma coisa na nossa terra. Davi Kopenawa 1, xamã yanomami. Na segunda semana de janeiro, por intermédio da Aliança Universidade e Povos Indígenas (Aupi), um coletivo que realiza …

Future-se leva adiante política de supressão da autonomia universitária

As indicações para reflexão, debate e ação aqui sistematizadas complementam dois outros textos do autor, respectivamente relativos à primeira e à segunda versões do Future-se. O presente balanço examina, de modo mais específico, a terceira versão divulgada em 3 de janeiro de 2020, mas não se restringe a ela, pois busca analisar as nervuras essenciais …

Depois da lama realidade virou ficção

Há ficção quando a existência passa a ser só carne e osso. Quando a união vira unidade. Quando a vida tenta se reestruturar, mas falha. E a falha vira a única forma de viver. Ou existir. Porque a vida é muito mais do que só carne e osso. Quando só se olha para o todo, …

Campos de veneno

Nos inícios dos anos 2000 o terreno ao lado da casa de Seu Macaxeira foi comprado por um sulista recém chegado. De início, Seu Macaxeira ficou feliz com a chegada do novo vizinho. Era simpático e dizia que vinha trabalhar a terra. Ao se apresentar, falou que queria mesmo vir para um lugar tranquilo, que …

A crise da democracia também está no cotidiano

De Aristóteles a Steven Levitsky, a democracia nunca teve uma explicação definitiva. Talvez seja esse um dos motivos pelos quais é difícil elaborar uma crítica que a totalize ou, da mesma forma, decretar as fronteiras de suas temporalidades, como se tornou comum nos últimos tempos como reação à ascensão de extremas-direitas em vários lugares do …

O desastre do modelo de mineração: o que virá após Brumadinho?

Muito já se discute sobre os desafios da “transição energética” de combustíveis fósseis para renováveis, colocados como “verdes” ou “limpos” e, assim, atraindo uma nova leva de investidores em matrizes energéticas diversificadas. O Banco Mundial anunciou em 2017 o aumento da demanda por minérios variados para uma “economia de baixo carbono”. A proposta chamada de …

Palavras de Samuel

Há alguns dias a sociedade brasileira assistiu ao vídeo de um secretário de governo com retórica, ideias e estética nazifascistas. Foi estarrecedor. Em matéria de Julia Moura publicada em 17 de janeiro na Folha de S. Paulo, o economista Samuel Pessôa disse ter pensado se tratar de fake news. Analistas, ele incluso, apontaram que o …

“A pornografia é a máquina de propaganda do patriarcado”

Savannah é o nome artístico de Shannon Michele Wisley Longoria. Começou a trabalhar aos 20 anos como atriz na Vivid Entertaiment, produtora situada na Califórnia, uma cidade dos Estados Unidos onde reside o núcleo da produção mundial de pornografia. Shannon destacou-se rapidamente pela beleza do seu rosto. Rapidamente também começou a se envolver com drogas …

MAS define candidatos sob ambiente de repressão na Bolívia

Foi da capital Argentina, Buenos Aires, que o ex-presidente Evo Morales anunciou o ex-ministro da economia Luis Arce Catacora como o candidato do Movimento ao Socialismo (MAS) para as eleições previstas para 3 de maio. O fato de a decisão ser proclamada do país vizinho revela a contundência das ameaças e perseguições contra amplos setores …

Educação financeira para tapar o sol com a peneira

Seria completamente irresponsável da minha parte defender que o controle de receitas e despesas e o domínio de conceitos básicos relacionados a finanças pessoais como juros, inflação, empréstimos e investimentos são perfeitamente dispensáveis para um cidadão comum. É claro que não são. Uma vida financeira equilibrada, sem dívidas, por sinal, talvez seja uma das condições …

A sabedoria do povo Na’Vi

Os números divulgados pela The Global Assessment Report on Biodiversity and Ecosystem Services, órgão intergovernamental estabelecido pelos Estados membros da ONU, em seu último relatório, o IPBES/2019, apontam para a avalanche de mais de um milhão de novas espécies que entrarão nas listas das “ameaçadas” de extinção, como consequência direta do aquecimento global. Segundo o …

Memórias de Brumadinho: vidas que não se apagam

Tinham se mudado para a região mais ou menos um ano e nove meses atrás. No sul da Bahia onde viviam estavam sofrendo perseguições dentro da sua própria terra. Alguns integrantes da aldeia já estavam em Belo Horizonte para vender artesanato e mandar o dinheiro para suas famílias. Decidiram vir todos para a região. Apesar …

Enfim, a classe trabalhadora chegou ao paraíso?

A palavra empreendedorismo vem ganhando espaço, desde a crise econômica de 2008, com ênfase em algumas de suas dimensões, supostamente positivas para o trabalhador: a não existência de chefes definindo o quê e como fazer; e a liberdade para decidir quando e onde fazer. Por outro lado, aspectos como insegurança, risco, ausência de direitos, isolamento …

A China pode crescer mais?

O Birô de Estatísticas da China (BEC) anunciou, recentemente, a taxa de crescimento do PIB chinês para 2019. O índice ficou em 6,1%, a menor taxa desde 1990, mas dentro da meta estipulada pela governança chinesa de manter um ritmo de crescimento entre 6% e 6,5% a.a. Porém, uma série de questionamentos são lançados, sendo …

Um ano do crime ambiental e humano em Brumadinho

Dia 25 de janeiro de 2019. 12h28 min. Um som estrondoso foi ouvido. Seu Sebastião jura ter ouvido dois sons, como bombas, seguidos um do outro. Dona Neiva começava a cozinhar o almoço quando o telefone insistiu em tocar. Roberta ouviu o filho batendo à porta de casa gritando que a barragem tinha se rompido. …

A brutalidade democrática contra movimentos autônomos

Como nos último anos, 2020 se inicia com mais um anúncio de reajuste dos preços das tarifas de ônibus e metrô. O custoso valor de R$4,30 passou para R$4,40 no primeiro dia do ano. Agravando ainda mais as dificuldades de locomoção e acesso à cidade da população pobre e desempregada que, como já aponta a …

Governo federal viola direitos culturais

A queda de Roberto Alvim da Secretaria Especial de Cultura não resolve o problema que a pasta enfrenta na gestão de Jair Bolsonaro. O discurso proferido pelo dramaturgo conservador, que copia Joseph Goebbels, ministro da Propaganda na Alemanha nazista, não representa somente a afinidade pessoal de Alvim com a proposta autoritária, e sim o atendimento …

Quando o governo Bolsonaro não consegue esconder sua verdadeira face

O agora ex-secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, foi demitido por pronunciamento em que anunciava o programa do governo federal para a área no ano de 2020. De um governo que, dia sim e no outro também, nega a ciência, ataca as universidades e a liberdade acadêmica, agride a imprensa, não havia qualquer razão para …

Parasita: Ninguém está a salvo

A polarização social, fenômeno crescente em todo o mundo, invadiu as telas de cinema em 2019. É o que mostra a recém-divulgada lista de filmes candidatos ao Oscar. Algumas das melhores produções recentes, como Coringa, do diretor Todd Phillips – candidato a onze estatuetas –, têm como tema a crise social que, em tantos países, …

A esquerda precisa voltar a debater economia

A esquerda crítica perdeu historicamente o fio da meada na economia. Essa realidade pode ser vista, inclusive, nas geografias dos campus universitários. Mundo afora, o curso de economia saiu dos institutos de humanidades e foi parar nas faculdades de business. O neoliberalismo praticou um golpe duplo, tirou a economia da esfera democrática, enquanto, ao mesmo …

O crime que pode derrubar o presidente

O assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018, no Rio de Janeiro,  se deu um mês depois do Estado cair sob intervenção federal. Três dias depois, o interventor general Walter Souza Braga Netto, em sua primeira aparição pública, evitou a imprensa e não deu qualquer …

O dia em que eu não vi Miles Davis…

Setembro de 1988. Eu tinha 23 anos, cursava o segundo ano de Artes Cênicas, do então convênio PUC-PR/Fundação Teatro Guaíra, em Curitiba, trabalhava numa escola de inglês que ficava na praça Osório, no coração da cidade, e morava numa quitinete da XV, quase esquina com a Ubaldino do Amaral. Havia tempo que eu ansiava assistir …

Romper ou dialogar, eis o dilema antibolsonarista

Quando Vladimir Lênin escreveu “O Estado e a Revolução”, em 1917, um dos seus principais alvos eram os sociais-democratas alemães que, ao contrário dos bolcheviques – adeptos de uma revolta armada –, atuavam para reorientar o Estado por dentro da democracia. “A substituição do Estado burguês pelo Estado proletário não é possível sem revolução violenta”, …

Ode à informalidade

A edição de 27 de dezembro de 2019 do Jornal Nacional, dia em que o IBGE divulgou os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad-C) do trimestre móvel encerrado em novembro, enalteceu o dito melhor desempenho do mercado de trabalho desde 2016. Segundo a reportagem, o “desemprego” teria caído à menor taxa …

Descoberta coloca Guiana como novo pólo estratégico no continente

A Guiana tem se destacado como fronteira promissora de exploração e produção de petróleo na América do Sul, em razão das descobertas offshore realizadas em seu território desde 2015. No final de 2019, a descoberta de petróleo no bloco Stabroek no sudeste do campo de Liza, anunciada pela petrolífera ExxonMobil, foi mais um marco desse …

Direitos de crianças e adolescentes na América Latina e no Caribe

No último dia 20 de novembro, a Convenção sobre os Direitos da Criança da ONU completou 30 anos de existência. Trata-se do instrumento internacional de direitos humanos mais ratificado no mundo. Dos Estados-membros das Nações Unidas, apenas os Estados Unidos até hoje não assinaram a Convenção. Em seus artigos 28 e 29, que abordam o …

Conexões entre uso de agrotóxicos e mortalidade na infância

O estudo desenvolvido como pesquisa de mestrado em Desenvolvimento Territorial da América Latina e Caribe na Unesp buscou compreender a relação entre os riscos introduzidos nos territórios rurais com a modernização do campo e o consequente alargamento das desigualdades socioterritoriais, a partir do processo de otimização da produção agrícola, especificamente no cultivo do tomate. Concomitante …

A rede europeia pela democracia brasileira

Na capital da França, o embrião que deu ensejo à atual defesa enfática da abalada democracia brasileira veio à tona, primeiramente, no processo de gênese da Rede Europeia pela Democracia no Brasil, associação parisiense conhecida como RED.Br. A formação da RED.Br se deu em meados de 2016, a partir da articulação de vários intelectuais, professores …

“É o mínimo para ser jornalista” diz Sérgio Gomes

“Um jornalismo humanizado. Algo que quebre essa obsessão pelo furo e pelas declarações”, foi a orientação de sala de aula. Quem melhor que Sérgio Gomes, o Serjão, para discorrer sobre a pauta? Líder de movimento estudantil e sindical, organizador de jornal alternativo e a mente por trás da Oboré e do projeto Repórter do Futuro. …

As milhões de mulheres de A Vida Invisível

O filme “A Vida Invisível” já está fora da disputa do Oscar, mas merece ser assistido. Arranca lágrimas de quase todos os presentes na sala de cinema. Comigo não foi diferente. Custei a me recompor depois que a luz acendeu. Olhei ao redor e vi rostos impactados. Mas não basta que uma história seja triste …

O sujeito moderno e o mal-ser na sociedade do desamparo

A construção da subjetividade humana é atravessada pelos valores éticos, morais, culturais e pela racionalidade política de cada época. E para diversos pensadores, como Michel Foucault, o sujeito moderno (nós em boa parte do Ocidente) vive e é atravessado pelos mecanismos específicos da racionalidade competitiva, individualista, de um ethos que ele procurou investigar nos seus …

Estado de função

Muito se tem falado e escrito sobre a conformação de um estado de exceção em nossas latitudes. Recorrentemente pode ser visto o uso do conceito trabalhado por Giorgio Agamben como forma de entender a realidade brasileira atual. Em poucas palavras, esse filósofo italiano diz que “o estado de exceção tende cada vez mais a se …

Crônica musical em Lisboa

“É brasileiro, já passou de português” Noel Rosa Recentemente, ao retornar de um compromisso acadêmico na Espanha, tive a oportunidade de visitar Lisboa. A capital portuguesa, sempre enigmática e surpreendente, brindou-me com um episódio que não me poderia furtar a narrar. Aconteceu em uma casa de espetáculos de fado que me tinha sido muito bem …

“Fascismo não se debate. Fascismo se destrói”

O livro Antifa: o manual antifascista, de Mark Bray, publicado no Brasil pela editora Autonomia Literária se inicia com uma epígrafe do revolucionário anarquista espanhol Buena Ventura Durruti: “Fascismo não se debate, fascismo de destrói”. Mark Bray é historiador e investiga neste livro as práticas antifascistas do passado e do presente, assim como seus vínculos …

Por uma coleção pública sem condições

O título deste texto retoma a conhecida conferência realizada pelo filósofo Jacques Derrida no ano de 1998, em Stanford, e intitulada “The future of the profession or the university without condition (thanks to the “Humanities”, what could take place tomorrow)”. Na versão brasileira, a conferência foi publicada em livro no começo dos anos 2000 com …

Armas de natal

Que tal dar de presente para as crianças armas de fogo neste Natal? Ideia estapafúrdia e insensata? Mas é o que está acontecendo nos Estados Unidos. A poderosa indústria de armas intensifica nessa época sua publicidade, incentivando os pais a presentearem seus filhos com seus produtos mortíferos. A legislação de alguns estados permite que crianças …

Lula: o centro gravitacional da democracia brasileira

Em 2019 completaram 30 anos que os brasileiros foram às urnas escolher um presidente depois de um quarto de século proibidos de votar para o maior cargo do Executivo. Um marco importante para a história do país, contudo, cabe lembrar, que, em 1989, Luís Inácio Lula da Silva já era o principal adversário das elites …

Dos Cerrados: de saberes vernaculares e de conhecimento científico

Tudo se passa como se só restasse aos Cerrados um destino único: o que vem sendo dado pela expansão da monocultura empresarial de exportação com os seus latifúndios. Ao contrário dos muitos elogios, tanto na mídia como nos meios acadêmicos, ao sucesso do agronegócio que avança pelos Cerrados, há uma avaliação diferente, que não encontra …

O fortalecimento da identidade negra em um clube do RJ

Durante os anos de 1940 e 1950, a sociedade brasileira viveu uma onda de democracia, que permitiu uma abertura ao debate e a liberdade de expressão. De acordo com o historiador José Murilo de Carvalho, o contexto dos anos 1940 iriam se caracterizar como a primeira experiência democrática, na qual a presença e a participação …

Lições das reformas previdenciária e tributária suíças

No imaginário brasileiro, a Suíça é o país que deu certo, e por isso quase sempre aparece para nós como o exemplo a ser seguido. Esse olhar – que já é de antemão interessado – gera, porém, grandes distorções interpretativas. A Suíça acaba, na maioria dos casos, reduzida a um grande tudo e nada do …

O vexame do governo Brasileiro na COP 25 e a luta da juventude

O Brasil construiu nas últimas décadas políticas ambientais que o credenciaram internacionalmente a desempenhar papel de destaque em conferências tendo o meio ambiente como temática. Nossa diplomacia ajudou na articulação de acordos globais importantes e colaborou destravando negociações, credenciando o País como um líder internacional ambiental. Infelizmente, o governo Bolsonaro destruiu essa reputação. A COP25, …

A arte da moderação imprudente: pensando o doisladismo

O fenômeno do “doisladismo” remonta ao segundo turno das eleições de 2018. Na época, ele sustentou a recusa de uma parte dos eleitores a apoiar o candidato do PT Fernando Haddad. Mobilizando a crise econômica – que encontra no governo Dilma Rousseff ao menos algumas de suas causas -, o apoio do PT à ditadura …

Dois argumentos de Ortega y Gasset contra a direita brasileira – que o cultua

Como a maioria dos escritores do chamado boom da literatura latino-americana, o peruano Mario Vargas Llosa entrou nos anos 1960 como um socialista convicto. A Revolução Cubana, em 1959, fora vista por escritores como ele e o colombiano Gabriel García Márquez como o grande acontecimento político da região no século XX, e quiçá um dos …

Três memórias da ditadura e a escalada subhumanista

A dramática situação política do Brasil atual, em especial com o (des)governo da extrema direita subhumanista no poder, personificado na figura de Jair Bolsonaro, tem um ponto de explicação na relação como foi administrado o vínculo entre política e memória do “jovem passado” ditatorial brasileiro. A leitura do presente caótico é inseparável do diálogo com …

A BNCC: dilemas, contradições e desafios

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC), tema que vem despertando certo desespero entre os professores preocupados com a questão da qualidade na educação, deve, de algum modo, ser apresentada ao grande público. O grande público, aqui citado, significa todo o conjunto de pessoas diretamente fora do debate educacional. Entretanto, por questões éticas e de solidariedade …

É preciso falar sobre a polícia

O que ocorreu em Paraisópolis na madrugada do último domingo, primeiro dia do mês de natal, é uma expressão da São Paulo que vivemos. Uma grande metrópole que cresceu sem planejamento e, para nosso azar, continua assim. Paraisópolis está situada em uma região próxima de um dos bairros mais conhecidos da elite paulistana: o Morumbi. …

Retrato da cultura política dos paulistanos: pouco conhecimento político e muita desconfiança

A qualidade da democracia na cidade de São Paulo está em um patamar médio: 5,67 em uma escala que vai de 0 a 10. É o que aponta o Índice de Democracia Local (IDL), calculado pelo Instituto Sivis e divulgado hoje, dia 5 de dezembro. A pesquisa olha para a qualidade da democracia no município …

Matar e deixar que se matem

O sociólogo Mitchell Duneier conta em seu livro “Ghetto: the invention of place, the history a idea” a história de como a palavra “ghetto” chegou ao vocabulário dos negros pobres dos Estados Unidos da América. O termo foi apreendido pelos soldados norte-americanos durante a ocupação da Alemanha nazista ao fim da Segunda Guerra Mundial. Os …

Cachaça: a história oculta da bebida nacional

Durante a Idade Média lusitana, raramente se bebia água pura, por ser muito difícil encontrá-la com bom cheiro e sabor. O historiador e antropólogo João Azevedo Fernandes destaca a relação dos portugueses com os regimes etílicos dos nativos da América e com os dos africanos da Costa Oeste do continente negro. Ressalta que o vinho …

Três histórias de amor

Passados quatro séculos desde que William Shakespeare escreveu Romeu e Julieta, a peça continua viva como nunca. Adaptada para o teatro, cooptado para o cinema, apropriado para os quadrinhos, afinado para ópera e ajustado para novelas e séries de TV, Romeu e Julieta transcendeu a fronteira do tempo e rompeu a barreira do espaço. Publicado …

Direitos Trabalhistas ou barbárie?

Imaginar como seria a situação dos trabalhadores em uma realidade onde não existisse qualquer tipo de proteção derivada de leis trabalhistas é um exercício difícil, mas não impossível. Basta, para tanto, observar a própria história do início da formação da classe operária com a industrialização na Europa, ao longo de todo o século XIX. Relatos …

Negros artistas brasileiros dos séculos passados

Graças ao movimento negro – falado aqui no singular, mas completamente plural e diverso –, ao movimento quilombola e camponês, às políticas públicas de reparação histórica conquistadas ao longo do tempo, à institucionalização da data da Consciência Negra, à aprovação de leis específicas, ao pensamento acadêmico decolonial e outros fatores sociopolíticos, atualmente são vários os …

Um difícil acordo dentro das transformações neoliberais

No fim de novembro de 2018 a então Primeira Ministra do Reino Unido, Theresa May, conseguiu chegar ao “único possível acordo” sobre o Brexit. Logo em seguida, vários ministros e pessoas do governo envolvidas nas negociações se demitiram, admitindo que o acordo era o pior possível para o Reino Unido. As reações foram além da …

Entrevista com Noam Chomsky: o maior desafio ao poder estatal

Sem whistleblowers e jornalismo investigativo, governos são livres para abusar de seu poder e manter a população no escuro sobre as atrocidades que cometem, não apenas aos outros, mas também às pessoas que supostamente representam. Estamos testemunhando as duras consequências de desafiar o poder do Estado com o editor do WikiLeaks, Julian Assange, enfrentando uma …

Estado de exceção, ditadura militar e vida nua

“Uma organização que mobiliza não só guardas corrompíveis, inspetores e juízes de instrução pueris […] Consiste em prender pessoas inocentes e mover contra elas processos absurdos”. Kafka A ditadura civil militar brasileira instaurou uma experiência traumática de violência política que também pode ser pensada nos moldes de uma violência reativa, aquela que é fruto do medo …

“Roda viva” 50 anos depois

Desde criança, sempre ouvi falar da peça “Roda Viva”, de Chico Buarque, e a sua histórica montagem do Oficina, em 1968. Na época, os brutamontes do famigerado Comando de Caça aos Comunistas, o CCC, depredaram o teatro Ruth Escobar e espancaram os atores, entre os quais estava Marília Pêra. Censurada inúmeras vezes, a peça traz …

Universidade, autonomia e sociedade

Em 2019, multidões saíram às ruas com palavras de ordem em defesa da pesquisa e da educação públicas. Com os cortes do governo, as universidades e os institutos federais estavam sendo ameaçadas na sua própria existência. Para o governo, os cortes são necessários por uma crise de insolvência do estado. Constrói-se a ideia de que …

A importância da volta à terra para os palestinos

A partir de março de 2018, milhares de palestinos da região da Faixa de Gaza foram à fronteira para protestar. As manifestações, nomeadas como Grande Marcha do Retorno, relembraram, em um primeiro momento, a morte de seis manifestantes pelas mãos de forças de segurança israelenses em protestos que se deram em 1976 devido ao confisco …

A moral e o passado: o “rótulo” Bolsonaro cresce na América Latina

Quando o empresário coreano-boliviano Chi Hyun Chung irrompeu por uma das ruas que dão acesso à Praça Kantuta, na região do Pari, zona central de São Paulo, no final de setembro, ninguém o notou de imediato. A chuva fina que caía sobre a cidade naquele domingo havia afugentado a maioria dos frequentadores que, normalmente, lotam …

A filosofia africana e o ensino de filosofia no Brasil

Um estudante colonizado, por não fazer parte da origem da história intelectual que as filosofias universitárias são pontos de referência impressionantes, pode ser tão seduzido pelas tentativas de dar uma explicação filosófica ao Universo que rende toda a sua personalidade a elas. Quando o estudante faz isso, perde de vista o fato social fundamental: ele …

Comemora Lula, comemoram os golpistas — e, mais ainda, os revanchistas

Um pacto “com o Supremo, com tudo” para “estancar a sangria”. Quem não se lembra das palavras de Romero Jucá sobre a Lava Jato à época do impeachment de Dilma Rousseff, quando sua turma emedebista tomou o poder? Ao que parece, não são poucos os desmemoriados. Entre os quais aqueles que, então, bradavam aos quatro …

O encarceramento em massa de mulheres no Brasil

Em 2014 o Brasil possuía 37.380 mulheres cumprindo penas em privação de liberdade e, em 2018, esse número saltou para 42.355 mulheres em unidades carcerárias, segundo dados do Infopen. A evolução da taxa de aprisionamento nos cinco países que mais encarceram mulheres no mundo chama a atenção. No caso do Brasil o aumento em 16 anos (2000 …

Os negros e os universitários

Recentemente o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou um relatório atestando que 52% dos ocupantes de instituições superiores públicas de ensino são autodeclarados negros. A publicação deste relatório suscitou três questões pertinentes: estas vagas se dividem de maneira equânime ou representam a ocupação majoritária de negros em vagas que são desvalorizadas? A publicação …

Filosofia em disputa

A produção de conhecimento é milenar, os filósofos estão entre os canônicos e há mais de 100 anos há produção de filosofia profissional contínua, mas ainda é extremamente tímida nos currículos de graduação e pós-graduação. Assim é hoje a situação da Filosofia Africana no Brasil que, contudo, reivindica seu lugar e aos poucos ocupa maior …

Porque o “doisladismo” é um totalitarismo

A desqualificação da polarização é uma maneira sutil de silenciar o debate, ridicularizar e humilhar o contraditório. É um tipo de totalitarismo de mercado que opera essencialmente na esfera discursiva. Contudo, ao agir nessa esfera, seu triunfo final se manifesta na concretização de um projeto econômico destrutivo. Trata-se de uma atualização do famoso slogan de …

Imigrantes e refugiados negros na cidade de São Paulo

Eram os últimos dias de setembro de 2017 e Jean* encontrava-se no Al Janiah, famoso restaurante palestino localizado na região central de São Paulo. O restaurante, convertido em um importante espaço de ativismo e resistência política – especialmente entre aqueles envolvidos com a temática migratória – abrigaria naquela noite um debate sobre o acesso de …

Dualidade brasileira: da Faria Lima ao Sertão

Recentemente escrevi que o Brasil poderia apresentar uma taxa de crescimento econômico nos próximos anos e intensificar uma recuperação cíclica com as medidas liberais. Entretanto, isto não poderia ser visto como uma panaceia, que levaria o país para o desenvolvimento automaticamente. Naquela ocasião destaquei a importância da educação, ciência, tecnologia, inovação e de outras políticas …

O transporte público é direito, não mercadoria

Desde 2015 é possível encontrar no artigo 6° da Constituição Federal a constatação de que o transporte público faz parte do grupo de direitos sociais que devem ser assegurados pelo Estado. Contudo, passados quase cinco anos da promulgação da Emenda Constitucional que incluiu esse direito aos cidadãos – a EC 90/15, de autoria da deputada …

Conflito político, presidencialismo e sociedade civil no governo Bolsonaro

Rumo ao final do primeiro ano do governo Bolsonaro (PSL) é inegável o colapso institucional em andamento, confirmando a leitura ventilada durante a campanha eleitoral de que a vitória presidencial do ex-capitão oferecia riscos visíveis à democracia brasileira, refutando, assim, o tom de “normalidade” com o qual alguns analistas e cientistas políticos deram ao defender …

Cultura não é turismo

Desde que teve ministério próprio, em 1985, a Cultura retrocedeu à secretaria em três momentos: na gestão de Fernando Collor, na de Michel Temer e agora com Jair Bolsonaro, por meio de decreto que dispensa a análise e o aval do Congresso Nacional. Na época de Temer, o encerramento da pasta durou pouco, graças às …

Bolsonarismo sem confiança do investidor estrangeiro

A eleição de Bolsonaro, fiada na agenda ultraliberal de Paulo Guedes, inspirou ânimo e expectativas inéditas no Mercado, mas, passados 300 dias da implacável oposição do bolsonarismo a si mesmo, a mística governista dá sinais de esgotamento. O investidor não embarcará em aventuras por mera profissão de fé na ideologia do ocupante do Planalto: sua …

Nós podemos reduzir a violência pela metade até 2030

A violência não somente causa prejuízos sociais e econômicos maciços, mas também corrói as instituições democráticas e prejudica direitos humanos fundamentais.  Entretanto, apesar de notícias assustadoras, houve progresso ao longo do último meio século na prevenção e redução de muitos tipos de violência. Embora a redução seja promissora, não há garantias de que a queda …

O que está por trás do leilão dos excedentes da cessão onerosa

Nos últimos meses, em razão das dificuldades fiscais vivenciadas pelos governos federal e subnacionais, vários debates sobre o leilão do excedente da cessão onerosa, que será realizado no dia 6 de novembro, têm sido escamoteados. Para além da entrada imediata de recursos fiscais, o leilão deve ser contextualizado à luz das transformações geopolítica, bem como …

Noturno do Chile

Para conhecer realmente a fundo qualquer período da história de um país, é necessário saber o que sua ficção já tivera antes a sabedoria de sinalizar, aquilo que em muitos casos fora antecipado pelo descompromisso imaginoso da arte. O que afinal é uma forma distinta entre o sonho e a coragem. A obra do chileno …

Em meio ao fake history e fake news, é tudo verdade

Como professor de uma universidade pública, fui insultado por defensores do governo como um privilegiado, vagabundo, que não produz nada para a sociedade. Então, apresento algumas percepções preliminares das minhas pesquisas sobre os benefícios que o governo tem feito para indígenas, pobres, favelados, negros, trabalhadores, aposentados, mulheres, LGBTs, estudantes, artistas, garantindo-lhes a mais ampla liberdade …

Apenas reagir ou inventar o Brasil que nós queremos?

O governo Bolsonaro combina elementos de uma sociedade disciplinar com técnicas neoliberais de uma sociedade de controle. Porém, não estamos relegados a uma distopia. Para Darcy Ribeiro, o povo brasileiro também pode inventar uma linha de força diversa, criadora. Inventar o Brasil que nós queremos. Com o reforço luminoso de Guimarães Rosa, nos perguntamos: como …

Coringa e o semblante da margem

O real é aquilo que frustra a representação. […] O real é o momento em que o semblante se torna mais real do que o real de que ele é o real. [Alain Badiou, Em busca do real perdido] Vinda que finda A tinta de pintar tristeza. [Chico César, Pétala por Pétala]   Joker (2019) …

O judiciário pune duplamente presas que são mães

Estamos no Fórum Criminal da Barra Funda. Ana atravessa o corredor de cabeça para baixo, algemada, trazida por um policial da carceragem até a porta da sala da audiência de custódia, onde permanece imóvel com a cara virada para a parede. É jovem, negra, mãe de dois filhos pequenos, e aguarda a chegada do defensor …

“Que rei sou eu?” – Os personagens nos enredos do Judiciário

Nos últimos dias, o Supremo Tribunal Federal (STF) voltou a colocar em pauta as prisões em 2ª instância. O entendimento sobre a possibilidade de que réus que ainda não tivessem esgotado todos os recursos de defesa pudessem começar a cumprir pena de prisão havia mudado em 2016, no auge da Lava Jato. Na ocasião, o …

A única ameaça a Bolsonaro está na política institucional

Este outubro que o calendário encaminha para o fim é, deste lado do mundo, mais um desses meses que permanecerão durante muito tempo como parte de nossas características nacionais. Há muitos desses na história da América Latina, como o janeiro da Revolução Cubana, em 1959, o março da Guerra da Água, na Bolívia, em 2000, …

Angela Davis, a filósofa na cidade

Sócrates estava correto quando “afirmou que a razão de ser da filosofia é nos ensinar a viver de maneira apropriada. No nosso tempo, viver de maneira apropriada significa a libertação dos problemas urgentes da pobreza, necessidade econômica, doutrinação e opressão mental” (Angela Daivs, Lectures on Liberation)   Vire e mexe pessoas da comunidade acadêmica nos …

Future-se: A educação pública na mira no setor privado

Recentemente o Governo Federal apresentou um Projeto de Lei (PL) denominado “Programa Institutos e Universidades Empreendedoras e Inovadoras” (Future-se), como uma resposta ao problema de financiamento das Universidades e Institutos Federais. O projeto é repleto de pontos “em aberto” e parte de uma diagnóstico impreciso sobre o funcionamento das Universidades Federais e seus problemas de …

Estado mínimo ou Estado incompetente?

O governo atual promoveu a maior fuga de capitais em 23 anos, totalizado em R$ 10,79 bilhões em agosto. Já os bancos lucraram R$ 109 bilhões entre julho de 2018 e julho de 2019. É o maior lucro do setor em 25 anos. Por seu turno, o magnata Joseph Safra ampliou o seu patrimônio em …

A hora e a vez das deepfakes no Brasil e no mundo

Uma grande agitação global teve início em torno dos perigos das chamadas deepfakes: simulações realistas de uma pessoa dizendo ou fazendo coisas que nunca foram feitas e que podem enganar o público, além de difamar e colocar em risco pessoas que já estão vulneráveis. Essas falsificações são geradas com técnicas de inteligência artificial cada vez …

Privilégio e crise geográfica urbana

Rosa Luxemburgo (1871-1919), filósofa alemã, previu uma crise final do capitalismo porque ele corroeria a si mesmo pela derrocada da capacidade aquisitiva dos trabalhadores. Isso faria cair a mais-valia pela baixa do consumo em massa da classe trabalhadora. Para suprir essa falta de mercado consumidor, a classe capitalista teria que expandir seus negócios para além …

Guerra comercial, petroleiros piratas e o vazamento de óleo

A guerra comercial e as sanções econômicas impostas pelos Estados Unidos sobre o Irã e a Venezuela caminham no sentido de obstaculizar a presença desses países no comércio exterior e nas finanças internacionais, as indústrias naval e petrolífera têm sofrido o impacto dessas medidas de formas mais aguda por meio da retaliação à circulação de …

A escola sob o dogma do mercado

Carlos Roberto Jamil Cury afirma que o princípio da gestão democrática é mais do que a eleição de diretores ou diretoras em escolas públicas. A gestão implica que os interlocutores dialoguem, tenham paciência na busca de respostas, que saibam construir uma boa educação com base na justiça. A gestão é democrática quando é encontro de …

Angela Davis: mudanças estruturais não virão dos processos eleitorais

“Se [Hillary] Clinton tivesse sido eleita, evitaríamos a crise da democracia que estamos vivendo nos Estados Unidos, mas isso não resolveria questões estruturais, como racismo e misoginia”, disse Angela Davis durante o encerramento do seminário internacional “Democracia em Colapso?”, realizado pela editora Boitempo e o Sesc São Paulo entre 15 e 19 de outubro, com …

Resistir é Refletir – Temáticas Sociais Contemporâneas

Nestes tempos sombrios, uma onda conservadora congela a alegria, conspira contra a liberdade, sufoca a democracia, e envolve o país do Oiapoque ao Chuí. Sem perspectiva, somos levados a uma polarização anacrônica que desperta um clima de ódio que paralisa a população pelo medo. Neste cenário, a iniciativa da socióloga e assistente social Márcia Moussallem, …

É papel da Filosofia ajudar a evitar o desastre

O presidente da Sociedade Portuguesa de Filosofia esteve na última semana no Brasil para participar do I Congresso da Sociedade Brasileira pelo Estudo da Filosofia Medieval, em Porto Alegre. Na ocasião, José Meirinhos, que também é diretor do Departamento de Filosofia da Universidade do Porto e presidente da Sociedad [ibérica] de Filosofía Medieval, defendeu a …

Bolsonaro: o fenômeno moral das classes médias

“Pretendo beneficiar um filho meu, sim”, respondeu o presidente Jair Bolsonaro sete dias depois de anunciar a indicação de filho mais novo (entre os três que são políticos), o deputado federal (PSC-SP) Eduardo Bolsonaro, para o cargo de embaixador brasileiro em Washington, nos Estados Unidos, no final de julho. “Se puder dar um filé mignon …

Deflação, o problema é mais sério do que parece

O Brasil registrou deflação em setembro de 2019, menor valor para um mês de setembro desde 1998. Isto tem gerado um debate na sociedade brasileira. Mas, afinal o que é deflação? Isto é bom ou ruim? Quais seus impactos e implicações? O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) é medido pelo IBGE e mensura …

A extrema direita decolando no Uruguai

O Uruguai está atravessando um cenário eleitoral apertado, com vistas às eleições presidenciais de 27 de outubro. Os candidatos dos três principais partidos políticos do país, a Frente Ampla (coalizão de centro-esquerda atualmente no governo), o Partido Nacional e o Partido Colorado (centro-direita), estão no meio da campanha eleitoral. Neste cenário emerge um novo partido …

Rioprevidência e a financeirização dos fundos de aposentadoria

A crise financeira do Estado do Rio de Janeiro a partir do segundo semestre de 2014 só agora vem sendo discutida a fundo. Esta crise foi motivada por um somatório importante de causas, nas quais se destacam: a rapina da administração Sérgio Cabral e Pezão, e seus auxiliares diretos; o sobreendividamento do estado com grandes …

A desconstrução do planejamento na política neoliberal

Podemos conceituar o planejamento como uma atividade técnica (e política) institucionalizada, que a partir de dados históricos, estatísticos e teorias sócio-econômicas intenta interferir na realidade com o intuito de atingir objetivos e metas estabelecidas quantitativa e qualitativamente. Operacionalmente o planejamento, de maneira cíclica retroalimentando-se, pressupõe além de atividades de pesquisa e diagnóstico, atividades de planejamento …

A miséria da alimentação tóxica

“A soberania começa pela boca!” Eduardo Galeano Em 16 de outubro se celebra o Dia Mundial da Alimentação e a criação, em 1945, da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO/ONU), que tem a missão de reunir os países na erradicação da fome no mundo. Desde a criação da FAO, a …

Os efeitos nefastos da reforma da Previdência

A Constituição brasileira, como se sabe, é do tipo rígida, exigindo um ritual solene e difícil para sua modificação. A aprovação de uma emenda constitucional reclama iniciativa restrita (art. 60 da Constituição) e aprovação por maioria qualificada de três quintos dos parlamentares, nas duas casas legislativas, em dois turnos. O que era para ser difícil, …

Lições do movimento municipalista internacional

No último domingo, a capital da Hungria elegeu seu novo prefeito, Gergely Karácsony, de centro-esquerda, derrotando assim o conservador István Tarlós. Além de governar Budapeste desde 2010, Tarlós disputava sua reeleição com o apoio do primeiro ministro, Viktor Orbán. Trata-se de uma derrota significativa imposta pela cidade de Budapeste à hegemonia da ultradireita no país, …

Ser professor no Brasil hoje

A segunda década do século XXI registra no Brasil, como no resto do mundo, uma campanha cujo mote principal é o “ódio à democracia”, para tomar emprestada a expressão e o conceito de Jacques Rancière. Como nos lembra o autor, a palavra democracia foi, em sua origem, usada como insulto por todos que viam no …

O preço do ressentimento: sobre o ataque às ciências humanas

O ataque à ciência tem sido uma constante no governo Bolsonaro. Mas a sua destinação tem como foco principal as ciências humanas. O presente artigo tenta compreender porque esse ataque é deferido com tanta ênfase àquela área. Longe de se localizar em certa noção de produtivismo, que exige extemporaneamente das ciências humanas uma produção científica …

A prova de inocência de Lula é dada pelo bolsonarismo

O apoio consolidado a Moro e Dallagnol, mesmo após os vazamentos do The Intercept Brasil, mostra que uma grande parte da população não se deixa perturbar por um processo jurídico viciado. É cada vez mais difícil sustentar a versão que teria havido alteração nas mensagens expostas por Glenn Greenwald, considerando que até mesmo membros do …

A subjetividade e o setembro amarelo

Relatos, comentários, queixas, piadas, diagnósticos, interpretações e tratamentos se sucedem na clínica. Eles reverberam muitas vezes o que percebemos no dia a dia. Naufrágio, todos morreram. Trinta anos depois, praticamente sem recursos, um esquelético pastor sobrevivente é encontrado numa pequena ilha. É um milagre ele ter sobrevivido naquelas condições. Surpresa maior ainda: ele tinha construído …

Pão pra pensar

Parece que o velho pão entrou na conhecida arena das controvérsias alimentares e na mesma simplificada polaridade que perpassa muitas decisões do nosso esquizofrênico contrato com o neoliberalismo. Seu consumo tem sofrido um impacto devido às restrições impostas pela dieta de exclusão do glúten baseada em estudos que mostram seus malefícios. Por outro lado, percebemos …

A submissão do Brasil a Trump deixou o país isolado

Poucos dias antes de viajar para participar da Assembleia Geral da ONU, Jair Bolsonaro disse que jantaria com o presidente Donald Trump, mas não houve jantar.  Apesar de os dois estarem no mesmo hotel, também não houve reunião entre os dois. Trump, no entanto, manteve reunião reservada com os líderes de Cingapura, da Coreia do Sul,  da …

Socialismos: entre a reticência e o ponto final

Breve apontamentos introdutórios … não é fácil apagar o socialismo da memória dos povos e muito menos convencer a imensa maioria da humanidade, para a qual a solução dessas questões aparentemente elementares ainda continua pendente, de que o socialismo foi somente um equívoco dos que não haviam compreendido que a história acabou. Para esta humanidade …

Reforma da Previdência e a seguridade social no Brasil

A fisionomia e a cultura política de diversas nações são decorrência dos grandes acontecimentos do seu passado. E estes sempre desempenharam uma função exemplar, simbólica e viva. O passado nunca está morto e não é um fardo que os homens têm de carregar. Na verdade, ele se constitui como uma herança que requer ser mobilizada …

Gestão democrática em tempos de terrorismo na política educacional

“Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo. Os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo”. Paulo Freire No que se refere a uma administração educacional popular, o que significa participar e descentralizar? Para Paulo Freire, esses “objetivos estão presentes no discurso de políticos cuja orientação é oposta à nossa. O que nos diferencia …

A arte contra a opressão

Governos autoritários temem o poder de expressão e o anseio de liberdade manifestado pela criação artística através dos tempos. Ditaduras costumam tentar exercer forte controle ideológico sobre as manifestações artísticas, submetendo a criação ao crivo da censura ou tentando domesticá-la a partir da lógica da propaganda. A censura federal atuou durante a ditadura militar instaurada …

A sobrevivência das Borboletas

Este é um relato pessoal, mas não um exercício narcisista. É uma narrativa de interesse acadêmico, pois eu sou/estou professor universitário e pesquisador, apesar dos muitos obstáculos que atravessei para estar/ser/permanecer em instituições públicas de ensino superior. Sou da ordem das bixas lepidópteras. Rhopalocera E é sobre isso que vou falar: Ovo Larva  Pupa  Imago …

Por que obedecemos?

No começo de setembro, João Doria, governador de São Paulo, ordenou via Twitter o recolhimento de apostilas de alunos do 8º ano do ensino fundamental da rede estadual paulista, a maior do país. Motivo: impedir que os estudantes tivessem acesso a um texto que tratava das dimensões socioculturais da sexualidade – identidade de gênero. No …

Alternativa chilena como modelo na regulação no preço dos combustíveis

Um ataque militar realizado no dia 14 de setembro contra um complexo de processamento de petróleo na Arábia Saudita fez o preço do barril atingir sua maior alta desde a Guerra do Golfo, em 1990. No Brasil, os olhos se voltaram imediatamente para a reação que a Petrobras teria na definição do preço cobrado do …

50 anos do boicote à Bienal de Arte de São Paulo

Meses depois da promulgação do Ato Institucional nº 5, a exposição de arte que mais engajava os artistas internacionais no Brasil foi inaugurada em setembro de 1969, apesar do boicote lançado por diversos profissionais veteranos e acatado por alguns dos mais de cinquenta países participantes. O processo de construção da mostra foi controverso. Em um …

Bacurau e Pacarrete: (o interior do) Nordeste é uma ficção

O cinema e a região Nordeste são alvos do atual governo. Entre piadas sobre “nordestinos da cabeça grande” e uso do termo “paraíbas” de forma pejorativa, o governo Bolsonaro ameaça a Ancine e chegou a cortar 43% do Fundo do Audiovisual. Enquanto isso, nordestinos do cinema ganharam notoriedade em Cannes e no Festival de Gramado, …

A estética mórbida do Bolsonarismo e o espírito neoliberal

Qualquer um que tenha ligado a televisão ou acessado a internet nos últimos meses percebeu que o presidente Jair Bolsonaro faz uso de uma iconografia degradante ou mórbida. Pensemos, por exemplo, na exposição recorrente do presidente em situações críticas e de aparente fragilidade, e aceitemos o convite que ela nos faz a uma reflexão sobre …

Amazônia e soberania nacional

O mundo está acordando para a emergência climática. A crise das queimadas na Amazônia está trazendo à volta um debate antigo sobre o que significa a soberania nacional. E essa discussão deixa transparecer novas tensões que vão bem além da esfera doméstica. As queimadas são um lembrete do que já se sabia sobre as mudanças …

Quais regiões são socialmente eficientes no Brasil?

Vários indicadores, como o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), têm sido propostos para auxiliar os formuladores de políticas públicas na avaliação do bem-estar social. Entretanto, estes indicadores não levam em consideração o bom uso dos recursos financeiros (riqueza e gastos sociais) em prol da melhoria do desenvolvimento humano local. Pode-se argumentar que as regiões que …

Orçamento ou estamento (de classe)?

O governo Temer, em maio de 2018, remanejou verba da saúde para o fundo de segurança . E transferiu do orçamento da cultura e da educação para subsidiar o valor do óleo diesel e acabar com a greve dos caminhoneiros. Nada diferente do que o governo Bolsonaro fez no primeiro semestre de 2019, quando transferiu …

Quem são elas: o perfil das mulheres que abortam no Brasil

“Era uma pressão do tipo ou o emprego ou o filho”. Laura tinha 33 anos quando se sentiu coagida a realizar um aborto. Ela trabalhava como empregada doméstica na casa de uma família paulista e, quando descobriu que estava grávida, procurou os patrões para contar a notícia. Cecília, a dona da casa, respondeu que ou …

Função política da imaginação e a universidade pública

Estamos sob um governo que infunde terror contra a ciência e as universidades públicas, mas quero lembrar neste artigo que, por isso mesmo, não podemos renunciar a pensar. Muito pelo contrário. Nos últimos anos, quem trabalha com filosofia política tem observado o interesse crescente no papel da imaginação, naquilo que seria uma imaginação política ou …

Dissidência das Farc volta às armas

Tradicionalmente os colombianos despertam muito cedo com as notícias do rádio nas zonas rurais e até mesmo urbanas. Foi dessa maneira que desde as primeiras horas da quinta-feira de 29 de agosto a população alarmou-se com a informação de que uma dissidência do grupo Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) voltaria às armas devido a …

O autoritarismo de quem fala mais alto

Já não há como ficar em cima do muro. O insuportável tem nome e sobrenome. Teve urna também. E a utopia da farda, autoritarismo, o reino de Salomão, nada disso salvou o país de coisa alguma, apenas deixou mais claro as suas contradições. O que nos ensina muita coisa sobre essa terra tão bela e …

Evento internacional irá refletir sobre Democracia

De 15 a 19 de outubro acontece, em São Paulo, o seminário internacional “Democracia em colapso?”. Com a presença de cerca de 50 convidados nacionais e internacionais, o evento promoverá um amplo debate sobre as origens e as diferentes perspectivas históricas, políticas e sociais que perpassam o conceito de democracia. A programação conta com um …

O fim das deduções de saúde no IR pode ser um tiro no pé

Com as discussões sobre a reforma tributária surgiu a polêmica de acabar com as deduções de despesas de saúde no Importo de Renda, depois falou-se em colocar um teto. Mas quais os possíveis impactos desta medida para a sonegação? Em economia existe um conceito muito interessante chamado Curva de Laffer. Essa representação faz uma análise …

Desmistificando a reforma da Previdência

Em 2018, o déficit da Previdência (INSS) foi de 194 bilhões de reais. Argumentam os defensores da reforma da Previdência que o país está envelhecendo rapidamente e é um dos poucos do mundo que não exigia idade mínima, que passará a ser de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, com a aprovação …

Suicídio e a raridade da escuta

A campanha “Setembro Amarelo” ganha cada vez mais visibilidade na prevenção do suicídio. As campanhas de prevenção respondem ao fato de o suicídio ser mundialmente uma questão de saúde pública. São assustadores os dados epidemiológicos especialmente quando vemos que os suicídios aumentam em jovens. E isso parece causar perplexidade maior porque nos soa inconcebível querer …

Desafios quilombolas na luta pela titulação dos territórios

No dia 17 de setembro a 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre (RS), julgará dois recursos que envolvem direitos territoriais da comunidade quilombola Paiol de Telha, localizada em Reserva do Iguaçu (PR). Um dos recursos tratará de possível reintegração de posse em área ocupada pela comunidade desde 2017, …

Reconstruir as instituições e ressuscitar a Constituição Federal

Estamos nas ruínas da democracia. Podemos debater a profundidade do massacre dos valores e dos direitos humanos, da destruição das instituições e do fuzilamento da Constituição Federal. Mas para reconstruir precisamos realizar um mapeamento do desmonte da democracia brasileira. Não é pouca coisa e o processo ainda está vivo. Neste breve artigo, enquanto vivemos no …

Sentidos da aniquilação

“Eu quase que nada não sei. Mas desconfio de muita coisa” Guimarães Rosa   Um dos efeitos colaterais mais extraordinários que a língua humana provoca é o apagamento de sua origem. O sentido das palavras nos é dado como que por mágica e o tomamos como pré-existente a tudo. Esse fenômeno foi nomeado como “esquecimento …

As formas do neoliberalismo autoritário

Pretendia-se que o fascismo tinha morrido no fim da Segunda Guerra Mundial. Talvez esse decreto precipitado de morte tenha sido um grande erro de historiadores e teóricos da política. Se, 85 anos depois, uma forma de poder supostamente abolida volta a excitar as discussões é porque sua duração foi mal avaliada: não era apenas um …

Como a Lava Jato expõe os afetos da Justiça

Nos últimos dias a Vaza Jato trouxe à tona uma série de diálogos que tinham algo em comum: os afetos. As conversas dos envolvidos com a operação Lava Jato, que “avaliam” se o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva teria ou não direito de ir ao velório do irmão e do neto colocam em um …

Previdência, o debate desonesto

O livro de Eduardo Fagnani é muito bem definido nas suas primeiras páginas: “um ato exasperado diante da estúpida imposição de novo retrocesso ao processo civilizatório brasileiro”. Não há melhores palavras para definir o que o autor sente e enfrenta no país nestes tempos sombrios. Depois de décadas de intensa luta, Fagnani escreve um livro …

O tempo que vem e o campo que há no sertão de Bacurau

No espaço entre o eu e o outro cabe uma imensidão. Ou não cabe. Cabe o som que nos rodeia. Também cabe o silêncio. Cabe só um apartamento. Cabe o sertão inteiro. Cabe um Brasil que já não cabe em si. Ou não cabe. Cabe um cachorro no quintal. Cabe um mar com tubarão. Ou …

A devastação do Cerrado segue sendo ignorada pela sociedade

Nasci em 1952, na comunidade de Pedreiras, município de Caxias, no Maranhão. Cresci vendo minha mãe de palmeira em palmeira colhendo e quebrando o nosso sustento. Era do coco babaçu que minha família vivia. Foi do coco babaçu que aprendi que, além de dona Selvina, outra mãe também fazia parte de mim: a mãe palmeira. …

Uma relação de amor e ódio entre democracia e capitalismo

Como é possível que, depois do movimento Occupy Wall Street, totalmente contrário às elites financeiras dos EUA, um magnata como Donald Trump tenha vencido as eleições? Como o filho de um presidente declara que, “por vias democráticas a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade que almejamos”? A explicação deve levar em consideração o …

A fome, o analfabetismo e a questão racial nas raízes do Brasil

Segundo o relatório da FAO-ONU, 2018, o Brasil possui mais de 5 milhões de pessoas em estado de desnutrição. Em 2017 a situação de fome/desnutrição significou a morte de 15 pessoas por dia no país. O percentual de mulheres em idade reprodutiva com anemia foi de 27,2%. No mundo, entre os/as que não comem ou …

Petróleo, guerra e corrupção: para entender Curitiba

Os norte-americanos costumam festejar as duas grandes gerações que marcaram sua história de forma definitiva: a geração dos seus founding fathers, responsável pela criação do seu sistema político, na segunda metade do século XVIII. E a geração dos seus robber barons, responsável pela criação do seu capitalismo monopolista, na segunda metade do século XIX. Dentro …

A busca por um messias e nossas raízes autoritárias

Louco, sim, louco, porque quis grandeza Qual a Sorte a não dá. Não coube em mim minha certeza; Por isso onde o areal está Ficou meu ser que houve, não o que há. D. Sebastião, rei de Portugal No excerto do poema D. Sebastião, Rei de Portugal, do poeta português Fernando Pessoa, o eu – …

Templos indígenas da Amazônia estão ameaçados

Sob a espuma agitada do conjunto de cachoeiras que formam o Salto Augusto, localizado no rio Juruena, estado de Mato Grosso, emergem as cosmologias das etnias Rikbaktsa, Apiaka e outros grupos indígenas não contatados. Este enclave, que forma parte do Parque Nacional do Juruena, abraça diversos vestígios arqueológicos ainda pouco estudados e possui uma diversidade …

O escracho de Bolsonaro e o bom-senso de Macron

Enquanto o mundo pega fogo, às vezes literalmente, Macron e Bolsonaro armaram seu pequeno circo. Expressando a política como espetáculo, esta fogueira de vaidades mostra o político como celebridade, versão contemporânea da história feita por heróis. Discute-se a rinha entre os dois, enquanto a Amazônia queima. O enredo é conhecido: em julho, Macron ameaçou anular …

Recessão global e possíveis impactos para o Brasil

Recentemente vários países estão preocupados com a possibilidade de uma recessão global ou ao menos uma desaceleração mais forte. Quais são os motivos? E como poderia afetar o Brasil? Inicialmente é importante pontuar alguns fatores de instabilidades econômicas globais.  A guerra comercial entre China e EUA geram muita instabilidade e queda dos investimentos internacionais, bem …

Presos em greve nos Estados Unidos

De 21 de agosto a 9 de setembro de 2018, os presos dos Estados Unidos foram convocados a participar de uma greve nacional por diversos meios de ação, como paralisações trabalhistas, protestos e, principalmente, greves de fome. A escolha dessas duas datas é significativa: em 21 de agosto rememora-se o assassinato de George Jackson, importante …

Relação entre Estados e empresas petrolíferas nos EUA e Grã-Bretanha

Recentemente, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou um amplo pacote de privatizações e sinalizou que até o final do governo quase todo o sistema estatal produtivo, incluindo a Petrobras, deveria ser vendido à iniciativa privada. Tais afirmações reacenderam o debate sobre o papel público da Petrobras e as vantagens/desvantagens de uma possível privatização. Esse …

Mais-valia e previdência social

O Estado (poder público) é apropriador de mais-valia (sintética e resumidamente, lucro) pelo viés fiscal: ele recolhe os impostos e ainda administra empresas públicas. O Estado também é o garantidor da mais-valia privada do povo, do povo detentor de capital. E por capital não devemos entender, apenas dinheiro. Capital é isso, mas também são as …

Quebrada: São Paulo na visão dos cria

Vivemos em uma sociedade narrada pela imagem, por aquilo que se vê. Isso aprendemos desde muito cedo, na escola, nos livros didáticos, nos símbolos, gestos, nos álbuns de família, nos filmes, novelas e tudo aquilo que nos é ofertado para estimular nosso repertório. Entretanto, há uma seleção visual que nos é negada: a nossa versão …

O “Future-se” no capitalismo dependente brasileiro

A marca característica fundamental das economias dos países periféricos ou “em desenvolvimento” é, desde sempre, a dependência. São economias capitalistas cujas dinâmicas e trajetórias são fortemente condicionadas e restringidas pelo processo de acumulação de capital no plano mundial – que lhes impõem a necessidade de adaptar suas estruturas produtivas internas às exigências dos países dominantes. …

Esquerda reconciliada

Estupefatas, assim se encontram as esquerdas brasileiras. Sua relativa paralisia já ocupa a atenção de analistas e inaugura uma usina de reflexões que promete dissecar um defunto ainda quente. A dormência deve incomodar a quem traz em seu DNA o compromisso com a mudança. No entanto, o incômodo de fato precisa ser outro. Vive-se desde …

Ação desastrosa da Prefeitura empareda moradias na região da Luz

Jaqueline saiu por volta das 7 horas para levar, à pé, o filho à escola – localizada na região da Luz. Quando voltou, às 7:30, seu imóvel estava lacrado com tudo dentro: roupas, móveis e todos os produtos do seu pequeno comércio que fica no térreo do mesmo prédio. Jaqueline mora com seu filhos, marido …

A Amazônia e o óleo que inflama o fogo

Por trás do crescente interesse da comunidade internacional em torno da devastação e das queimadas na Amazônia há mais do que a preocupação com a preservação do meio ambiente e da floresta. Nos últimos anos, os rios e mares que orbitam o perímetro amazônico tem sido objeto de disputas petrolíferas cada vez mais intensas, por …

Amazônia e uma pós-verdade inconveniente

Em 2016, a Universidade de Oxford elegeu a pós-verdade como palavra do ano. O termo, segundo o Oxford Dictionaries (2016), denota “circunstâncias nas quais fatos objetivos têm menos influência em moldar a opinião pública do que apelos à emoção e a crenças pessoais”. A pós-verdade ganha destaque com o que estamos vendo na Amazônia. Mas …

O “necroambiente” brasileiro e a política da devastação

O Estado brasileiro tem sido palco de inúmeros entreveros e discussões acaloradas no âmbito internacional em razão da recente postura governamental de descaso, flexibilização e falta de compromisso com a legislação nacional e acordos internacionais em matéria de conservação e desenvolvimento do meio ambiente. A relevância da conservação e desenvolvimento sustentável dos recursos naturais foi …

Herzer queria que as pessoas fossem mais humanas

“Vi a lenta corrupção, Vi o olhar do corruptor, Vi uma vida na destruição Eu vi o assassinato do amor” (Trecho do poema “A Gota de Sangue”, Anderson Herzer, A queda para o alto, 1982)   Para Jaques Ranciére, um dos mais importantes pensadores contemporâneos, a política da literatura não diz respeito à política dos …

A pejotização como via para a terceirização de indivíduos

Como se não bastasse o avanço da terceirização, avolumam-se casos de pejotização, uma forma controversa de “terceirização individual” como mecanismo de composição da força de trabalho. A terceirização é uma política organizacional convencionalmente utilizada nas relações de trabalho há muito tempo. Ferramenta estratégica da gestão empresarial ou mais uma articulação de precarização do trabalho social …

Liberdade como fundamento, igualdade como tática, fraternidade como estratégia

Relembrando uma fábula de La Fontaine, alguns ratos se esgueiravam furtivos pelos cantos de uma grande casa, mas nela, havia um gato indiscutivelmente rápido e que caçava aqueles que se aventuravam a sair muito longe da toca. O conselho das ratazanas se reuniu para discutir o que eles poderiam fazer e um ratinho teve a …

As disputas monetárias internacionais e a posição do Brasil

“É óbvio que profundas mudanças exigem a adaptação de organizações financeiras internacionais e repensar o papel do dólar, que se transformou em um instrumento de pressão do país e de emissão sobre o resto do mundo.” Vladimir Putin   Nos últimos anos, pesquisadores e parte da mídia descobriram a relação entre guerras e moedas. Embora …

Do reconhecimento à superação da fome

Ao declarar que no Brasil não se passa fome por não ver “gente pobre pelas ruas com físico esquelético”, Jair Bolsonaro reforçou mais um senso comum que pesa sobre essa temática. É verdade que pouco depois o presidente voltou atrás e disse que alguns passam fome no país, mas fez questão de ressaltar que não …

O risco à inovação e o descaso com a vida

“Pouca saúde e muita saúva os males do Brasil são” (Mário de Andrade – Macunaíma) Desde o século XIII quando Edward Jenner desenvolveu a primeira vacina, a imunização representa uma estratégia eficaz, de excelente relação custo-benefício, de fácil implementação para enfrentar problemas de saúde da população e reduzir indicadores de mortalidade. Essa estratégia, porém, depende …

Discriminação de motoristas de aplicativos e o direito à cidade

Recentemente, surgiu uma nova denúncia de discriminação e violência lgbtfóbica cometida por motorista da Uber. O caso ganhou repercussão a partir das redes sociais de Clarice Falcão, atriz e cantora que denunciou em sua conta de Twitter a agressão sofrida por Célio Júnior, roteirista. Ele relatou o comportamento lgbtfóbico violento do motorista, que teria chegado …

A burocracia, coitada, é mesmo a última a saber?

“O Direito constitucional passa, o direito administrativo permanece”. A frase de Otto Mayer, escrita em 1924, é retomada por Gilberto Bercovici ao analisar a persistência da estrutura administrativa de 1967 após a ditadura militar. A reflexão, que poderia parecer datada, renova-se atualíssima. No Brasil do bolsonarismo, em que o Judiciário se imbricou em um projeto …

O fim da eleição e a continuidade das tensões na Guatemala

A ebulição social experimentada pela Guatemala diante da intensa agenda de mobilizações registradas nos últimos meses contrastou com a baixa participação dos eleitores no segundo turno das eleições presidenciais que confirmou a vitória do conservador Alejandro Giammattei, do partido Vamos. Com isso, acabou, mais uma vez, as chances de Sandra Torres tornar-se a primeira mulher …

A mestiçagem a partir de Portinari

Em 1934, Candido Portinari transformou em protagonista de uma tela um homem mestiço. À época, o Brasil tinha pouco mais de quarenta anos de uma liberdade racial questionável, milhas e milhas distante dos conceitos de justiça e de igualdade. Uma das muitas romantizações que a história ficcionalizou sobre o processo de colonização do nosso País …

A institucionalização das desigualdades e o populismo xenofóbico

Desde o dia 22 de julho, a Folha de S. Paulo (2019) vem publicando semanalmente uma série de reportagens especiais sobre a desigualdade global. A despeito da ausência de proposições óbvias para mitigar o problema – tributação progressiva, taxação de heranças e grandes fortunas, combate à evasão de divisas e aos paraísos fiscais etc. –, …

Para pensar com Hannah Arendt

Nos últimos dias, o presidente Jair Bolsonaro criticou a postura da Ordem dos Advogados do Brasil no caso de Adélio Bispo e não perdeu a oportunidade de comentar que sabia como o pai do atual presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, tinha desaparecido na ditadura militar, afirmando que lhe contaria se ele quisesse saber. Seu …

Invisíveis no Bel Paese: o drama dos apátridas da Itália

A primeira vez que eu descobri que uma pessoa poderia não ter nacionalidade alguma foi na Itália. Estava jantando com amigos em um restaurante, no Norte do país, quando conhecemos um senhor de etnia rom, da ex-Iugoslávia, que nos contou sobre sua difícil condição como apátrida (apolide em italiano). A palavra italiana na verdade deriva …

Poder econômico e corrupção para além da Operação Lava Jato

O poder econômico e a corrupção política são faces de uma mesma moeda, a bem da verdade: o capitalismo acontece naquela antessala mal iluminada, em horários duvidosos, onde se encontram os donos do dinheiro e os donos do poder. A negociação de decisões do Executivo, do Legislativo ou do Judiciário como barganha para interesses de …

Tecnologia a favor dos migrantes

Migrantes, solicitantes de refúgio e deslocados internos raramente dispõem de canais confiáveis de informação e comunicação. Chegar em um novo destino pode ser frustrante, e a tecnologia pode oferecer alívio. Como afirmou um migrante venezuelano na fronteira do Brasil, “ter uma conexão de celular não é só útil pelas aplicações práticas, como acessar informações ou  …

O homem bestial

“O Estado não é uma ampliação do círculo familiar, uma integração de certos agrupamentos, de certas vontades particularistas, de que a família é o melhor exemplo”  Sérgio Buarque de Holanda, Raízes do Brasil O homem bestial – que encontra sua manifestação plena no presidente da República, sua prole e seus acólitos – é uma degeneração do …

Free the diet! Liberem a dieta!

Em terras tupiniquins, na década de 1960, aconteceu a mais peculiar demonização de um alimento – a do leite materno. Com o suporte de estudos científicos apoiados pelas indústria alimentar e pela agricultura moderna baseada na extensiva monocultura de grãos  – base da ração que promovia o aumento da produção de leite bovino – pediatras …

“Future-se” indica a refuncionalização das universidades e institutos federais

Abstraindo a polêmica sobre a originalidade do nome do projeto “Programa Institutos e Universidades Inovadoras” – FUTURE-SE, o presente texto – notas e pontuações preliminares – tem como objetivos subsidiar um estudo mais sistemático sobre o mesmo e indicar os aspectos mais relevantes do referido Projeto de Lei (PL) que, por seu teor, exigem o …

Days Gone e a representação anarquista no mundo dos games

Como afirma a professora Lucia Leão “alguns jogos parecem ser criados como propostas subversivas e funcionam como elementos desestabilizadores”. Em seguida, a professora da PUC-SP, especialista em mídia e tecnologia, em um texto que analisa a lógica subversiva dos games, salienta que “a game art se desvela como uma intervenção lúdica de alto poder político. …

Habitação em São Paulo: a truculência dos cortes no auxílio aluguel

Na manhã de 22 de julho de 2019, a Prefeitura de São Paulo anunciou um corte no pagamento do auxílio aluguel de 4.879 famílias à revelia das assistentes sociais responsáveis pelo acompanhamento do serviço junto aos beneficiários. O Ministério Público de São Paulo questionou a ação, em 30 de julho, por meio da promotoria de Justiça …

O esculacho nosso de cada dia

Praticamente todos os dias somos surpreendidos com acintes de pessoas que, a princípio, deveriam preocupar-se com o bem-estar de qualquer brasileiro/a. São expressões e frases que demonstram uma visão de mundo enviesada para o aproveitamento individual, sempre, e para os “iguais”, sempre que possível. Nós, ou melhor, eu, quando ouço alguns comentários do governo, sinto …

A universidade contra a barbárie e o obscurantismo

Desde o início do governo de Jair Bolsonaro as universidades federais têm sofrido ataques sistemáticos, primeiro com acusações de que são antros ideológicos de esquerda, depois espaço de balbúrdia, um celeiro de incompetência e irrelevância científica e, agora, exemplo de má gestão. A solução para tudo isso se apresenta com o nome de Future-se, o …

O que fazer após a orgia neoliberal?

O sociólogo americano Richard Sennett advertiu recentemente que “o capitalismo global está construindo a mesma cidade em todo o mundo”. Com isso ele se referia ao fato de ver, ao sair de um avião em qualquer lugar, que as cidades estão cada vez mais parecidas, vítimas da padronização formal das construções cujo efeito é a …

Sob o governo dos homens falo

Após milênios de hegemonia e de dominação heterossexual patriarcal, em que o másculo estava inarredavelmente associado à força viril, o século XX produziu os primeiros discursos contra o patriarcalismo falocêntrico, problematizando condições e normativas sobre a ordem e as instituições sociais.  Eduardo Galeano lembra que o Malleus Maleficarum, conhecido código penal das bruxas na Idade …

Conspiração e corrupção: uma hipótese muito provável

É comum falar de “teoria da conspiração”, toda vez que alguém revela ou denuncia práticas ou articulações políticas “irregulares”, ocultas do grande público e que só são conhecidas pelos insiders, ou pelas pessoas mais bem informadas. E quase sempre que se usa essa expressão é com o objetivo de desqualificar a denúncia que foi feita …

Future-se e o aporte de recursos de empresas

Em 17 de julho, O Ministério da Educação lançou o que parece ser o núcleo da política cognitiva (de educação e de ciência, tecnologia e inovação) da gestão de Jair Bolsonaro: o programa Future-se. Este texto procura complementar as várias manifestações que têm surgido desde então. Ele foca a sua intenção em equacionar o que …

Economia Solidária e a reorganização do governo Bolsonaro: o caminho é a mobilização

A lei 13.844 cristaliza uma concepção de governo, na qual a participação social, os direitos econômicos, sociais, culturais e ambientais são relegados ao terceiro plano ou diretamente extintos. Essa lei é fruto da Medida Provisória 870/2019, que apresentou ao país a perspectiva de organização do governo de Jair Bolsonaro e suas prioridades na gestão pública. …

A jurisprudência do erro: a prisão de Lula na suprema corte brasileira

Desde a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 07 de abril de 2018, discute-se, no Brasil, a ilegalidade de tal ato. A primeira discussão sobre a legalidade da prisão diz respeito ao princípio da presunção de inocência, o qual é garantido no Art. 5º, inciso LVII da Carta Magna brasileira. Dentro de …

Tirano de fachada: Bolsonaro e a paralaxe zizekiana

Muitos criticam a veia ditatorial do presidente, principalmente suas atitudes que desprezam a opinião pública, como nomear seu filho embaixador dos EUA. Tentando justificar tal atitude, Bolsonaro usou palavras dignas de um tirano que dispensa o processo eleitoral: “Não vai votar mais em mim? Paciência.” Contudo, em seu governo, medidas ultraliberais, que agradam grandes setores …

Patrimonialismo e estamento burocrático no Brasil

O patrimonialismo foi um conceito trabalhado por Max Weber (1864-1620) que buscou analisar o modo do exercício de poder de dominação que ocorre na sociedade nos aspectos político e econômico. Esse fenômeno é marcado por uma miscelânea entre o público e o privado em que um grupo ou indivíduo utiliza o Estado em benefício particular. …

Nada admirável mundo novo

Em maio de 2017, o já presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, anunciava que “a agenda da Casa tem como foco o mercado“. Em entrevista concedida cerca de um ano depois ao jornalista Datena, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, chamou a Constituição Federal de 1988 de populista, aludindo aos muitos direitos …

Autocuidado: a ciranda política das mulheres negras

A ideia de ativismo, engajamento por direitos e mudanças na sociedade sempre esteve associada à militância e à formação política. Era comum ver as lideranças dedicando suas vidas às causas, deixando à parte suas subjetividades pessoais. Hoje, há uma ampliação dessa perspectiva, com a inclusão do afeto e a compressão de que a militância é, …

A privatização silenciosa do crédito público

Levando o termo ao pé da letra, só poderíamos falar em privatização ou desestatização em andamento no mercado de crédito brasileiro se ativos do setor público já estivessem, de fato, sendo vendidos. Embora as privatizações estejam na agenda dos governos que assumiram o país a partir de 2016, até agora as principais instituições financeiras sob …

O que a África pode nos ensinar sobre imperialismo

Na história contemporânea mundial, nenhum continente foi tão atacado e submetido quanto o continente africano. Primeiro pelo tráfico escravagista, depois pelo colonialismo destrutivo. A África passou pelas maiores calamidades que seres humanos podem impor a outros seres humanos. Desde a segunda metade do século XIX, um desses responsáveis tem nome: imperialismo. E, depois de tantos …

O interminável ciclo de golpes no Brasil

O Brasil iniciou o ciclo de golpes de Estado em 1889, quando o marechal Deodoro da Fonseca derrubou o imperador Pedro II. A partir dessa desobediência constitucional consolidou-se a tradição dos golpes, que de tempos em tempos assola este país, que trabalha duro para não dar certo. Com o fim da escravidão, os grandes latifundiários fecharam …

Democracia em transe

“Escute: a luta de classes existe! Qual é sua classe?” As palavras são do líder ultraconservador Porfírio Diaz, personagem do filme Terra em Transe, de Glauber Rocha – premiado no Festival de Cannes em 1967. A advertência de Diaz ressurge na boca da jovem cineasta Petra Costa, diretora de Democracia em Vertigem. Sucesso de público …

A colonização do outro

Estudei praticamente a minha vida inteira em escolas públicas. Do ensino fundamental ao médio, do mestrado ao doutorado. A única exceção foi a minha graduação, já que não existia universidade pública com o curso de História em minha cidade. Meus encantos pelos livros se iniciaram na Escola Municipal Prefeito Max Colin, em Joinville, Santa Catarina. …

Os cortes no Censo 2020: vergonha nacional ganha relevância estatística internacional

Com o tema “Empoderando pessoas e garantindo inclusão e equidade”, Fórum Político de Alto Nível sobre Desenvolvimento Sustentável acontece, em Nova Iorque, desde o dia 9 de julho. O evento é promovido anualmente pela ONU para monitorar a situação de implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Representantes de governos, da sociedade civil e do …

Para Antunes

“nem faço muita questão da matéria do meu canto ora em [torno de ti como um ramo de flores absurdas mandado via postal [ao inventor dos jardins.” C.D.A “– Você acredita na vida depois da morte? – A minha sempre foi.” Beckett   Tela branca. Palco vazio. Choro. Oscilo. Sangro. Respiro. Mas me falta ar, …

A função social da propriedade: pedra angular da Constituição Cidadã

Compulsando algumas agendas que conformam o tema geral do direito à terra e à reforma agrária, notadamente desde a conjuntura que antecede o golpe parlamentar-judicial-midiático, que levou ao afastamento da presidenta Dilma Rousseff e, com ela, à derrocada do projeto popular-democrático que abriu ensejo à construção dessas agendas e, logo, à instalação de uma governança …

Justiça reconhece direitos territoriais dos caiçaras da Comunidade Rio Verde

A perseguição às comunidades caiçaras do Rio Verde, localizadas em Peruíbe, litoral Sul de São Paulo, na Estação Ecológica da Jureia, resultou na demolição violenta e arbitrária de duas casas e no despejo de famílias, no dia 04 de julho. Contudo, o juiz da 1ª Vara Judicial da Comarca de Iguape, Guilherme Henrique dos Santos …

Cadê o Amarildo? – O desaparecimento do pedreiro e o caso das UPPs

No meio de tantas obras que buscam interpretar a situação penosa de nossos dias, Cadê o Amarildo? – O desaparecimento do pedreiro e o caso das UPPs, recém-publicado pela Baioneta Editora, se distingue pela profundidade e clareza na demonstração de uma situação de completa normalização da violência institucional. A selvageria habitual, como forma de controle, …

Conflitos socioambientais e a mineração no Brasil

A intenção desta reflexão é abordar a questão ambiental enfrentada no contexto brasileiro, visando os enfrentamentos e posicionamentos do Estado às constantes instalações dos projetos de mineração e seus impactos para as populações. Por trás dessas relações, está o modelo de desenvolvimento excludente que, em prol de um desenvolvimento a ferro e fogo, cumpre sua …

Bolsonaro testa sua popularidade na final da Copa América

“É o povo vai dizer se estamos certos ou não.” A frase do presidente Jair Bolsonaro, aventada quanto à sua participação na final da Copa América, levanta uma dúvida pertinente ao nosso momento: à que “povo” ele se refere? Será que ele realmente se referia à etimologia da palavra de ser o conjunto de habitantes …

Política externa brasileira: onde estamos e para onde vamos?

Fatos são fatos: na segunda década do século XXI, o Brasil ainda é o país mais industrializado da América Latina e é a oitava maior economia do mundo. Possui um Estado centralizado, uma sociedade altamente urbanizada e é o principal player internacional do continente sul-americano. E apesar de sua situação atual, absolutamente desastrosa, segue sendo …

“Justiça social continua sendo uma urgência para o Brasil”, afirma Marilene Felinto

“É como mexer em defuntos”, diz Marilene Felinto ao folhear exemplares de livros que estão dispostos na mesa de centro na sala de sua casa, em São Paulo. As obras, entre inéditas e novas edições, serão lançadas na Festa Internacional Literária de Paraty (FLIP), que começa dia 10 e vai até dia 14 de julho. …

Por que não existiram grandes mulheres artistas na história?

A pergunta do título desse texto foi feita em 1973, pela historiadora da arte Linda Nochlin, em artigo homônimo. Nele, a estadunidense logo avisa que a questão – tão comum e repetitiva até os dias de hoje – é ardilosa, porque vem disfarçada de dúvida, mas na verdade reforça uma afirmação equivocada que ecoa na …

Governo brasileiro deixa de arrecadar bilhões com isenção fiscal aos agrotóxicos

Neste momento da política brasileira domina a agenda da austeridade econômica e o enxugamento da máquina da administração pública, com cortes nos investimentos sociais. O discurso é certeiro: a reforma da previdência é necessária para não quebrar o Estado brasileiro. Contudo, nenhuma palavra é dita sobre os bilhões estimados que se deixa de arrecadar para …

Padre Júlio Lancelotti: Profissão de fé e coragem

De domingo à domingo, Júlio Lancelotti toca o sino de mesa às 7h da manhã e inicia a celebração na Paróquia de São Miguel Arcanjo, no bairro da Mooca, em São Paulo. Na última segunda-feira de maio, a leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João falava da perseguição aos primeiros cristãos e dos …

Sobre canudinhos e vacas

O ativismo ambiental de sofá é uma estratégia de manifestação de apoio a causas ambientais, através do compartilhamento e “curtição” das notícias nas redes sociais. Tais redes podem ser uma poderosa estratégia de conscientização ambiental e algumas notícias que vêm circulando nelas chamaram a nossa atenção. O whatsapp entregou um alerta endereçado para mulheres que …

Nem tão heróis assim: como a Disney equilibra o nível mental entre adultos e adolescentes

A indústria do cinema vem batendo recorde atrás de recorde nos últimos anos por um motivo muito simples: os filmes e acessórios que tinham como alvo os adolescentes, hoje são também consumidos por adultos. Isso se dá pelo fato de os adolescentes de outrora terem crescido em um mundo bombardeado por essa indústria nas mais …

Democracia em Vertigem: o desafio de narrar o Brasil

O documentário Democracia em Vertigem, de Petra Costa, tem mais méritos do que defeitos. De partida, é preciso lembrar que o lançamento do filme no último 19 de junho ocorreu simultaneamente em 190 países via Netflix. Nesse cenário, um dos seus méritos mais imediatos é oferecer uma possibilidade narrativa do Brasil para o mundo, sobre …

Como o governo brasileiro abastece a crise climática

A despeito da grave crise econômica e dos cortes de gastos públicos que estão atualmente na pauta da política nacional, os combustíveis fósseis têm recebido vultosos investimentos e incentivos fiscais para seu desenvolvimento. Mas há necessidade de subsidiar um setor responsável por impactos sociais e ambientais que agravam o quadro das mudanças climáticas? Para responder …

A Lava Jato e a academia norte-americana de Direito

Em sua aparição perante o Senado para responder a questões sobre as mensagens que teria trocado com os procuradores da força tarefa Lava Jato, o ex-juiz e atual Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, lançou mão de uma defesa com duas frentes, por vezes contraditórias. Por um lado, ele argumentou que as mensagens …

Juruena Resiste: Luta histórica por um rio

“Se construírem a usina vão destruir um lugar que sempre ocupamos; vão destruir a natureza; vão destruir a água pela poluição; pela diminuição de oxigênio que a queda do Salto permitia; já na construção vão poluir a água que cria peixe para nós, a água na qual banhamos, a água que levamos para nossas casas…”. …

A falência de uma grife chamada Macron

O espetáculo macabro do incêndio da Catedral de Notre-Dame de Paris completou dois meses. As análises sobre a reação do presidente Emmanuel Macron em face do episódio foram bastante heterogêneas. Alguns especialistas acreditavam que Macron seria, em alguma medida, responsabilizado pela tragédia. Outros, por sua vez, destacaram a celeridade com a qual o presidente se …

A Travessia: refugiadas no Brasil

Através de céus, fronteiras ou oceanos e mares. De lá pra cá ou daqui pra lá, o fluxo de migração não é nenhuma novidade do século XXI. Com o passar dos anos e a evolução dos meios de transporte, a movimentação ficou ainda mais intensa. Os motivos são inúmeros: algumas buscam se aventurar, outras, melhores …

Vaza Jato, um soldado e um cabo: o sistema judicial contra a parede

Mesmo para os que já eram críticos da Operação Lava Jato, a leitura dos diálogos entre o então juiz Sérgio Moro e os procuradores federais, notadamente Deltan Dallagnol e Carlos Fernando, choca e gera repulsa. Publicados e editados pelo site Intercept, e logo apelidados de Vaza Jato, os diálogos são, no entanto, bem mais do …

Uma obra de arte para o momento de Sérgio Moro

“Não acredito que vocês imbecis realmente compram isso” é o título de uma obra de Banksy, o artista inglês famoso por seus graffiti e intervenções urbanas, feitas em diversas partes do mundo, da Disney à Palestina. O nome da peça está estampado dentro dela mesma. A composição mostra uma cena de leilão de obras de …

Uma pequena história da corrupção e do petróleo

A conjuntura brasileira tem sido dominada pelas revelações sobre a forma problemática de relação entre juízes e procuradores na Operação Lava-Jato. Os primeiros indícios indicam uma proximidade, no mínimo, inadequada entre julgadores e acusadores. Sabe-se que, no transcurso da operação, as acusações realizadas pelos procuradores criminalizaram uma parcela do espectro político nacional, e com ela …

Imaginação sociológica na fratura brasileira

Normalmente, quando pensamos no sintoma de uma doença – uma tosse persistente, sintoma de um resfriado, por exemplo – pensamos na relação entre um grande problema, a infecção nas vias respiratórias, e um pequeno problema, a tosse. E o médico parece confirmar que se tratam mesmo de dois problemas, porque receita dois remédios para nós …

A formação dos idiotas úteis e o útil idiota formado no poder

Paulo Freire dizia que ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para sua produção ou construção. Da mesma forma, Rubem Alves acreditava que ensinar é um exercício de imortalidade. O fato é que enfrentamos desafios gigantescos no campo educacional. E esses “desafios” são potencializados por políticas públicas inconsequentes que dificultam os papeis tanto …

Anarcocapitalismo digital, monopólios tecnológicos e precarização das relações de trabalho

Nos cursos de graduação em ciências econômicas e nos manuais da área, a disciplina de microeconomia costuma ser dividida em duas partes. Primeiramente, é apresentado aos estudantes o equilíbrio de mercado em concorrência perfeita. Em seguida, são analisados os problemas relacionados à concentração e às falhas de mercado. A premissa básica da competição perfeita é …

A Lava Jato pós-Vaza Jato e as medidas necessárias à recuperação do Estado de Direito

Desde que a Operação Lava Jato iniciou as atividades em 17 de março de 2014, sempre me perguntei por que no meio de todas estas investigações sobre corrupção política tão poucos membros do Sistema de Justiça, sobretudo do Judiciário e do Ministério Público, tinham sido denunciados ou condenados. Uma das únicas exceções a isto foi …

Milhares de Antígonas pela Educação

Enquanto as manifestações do dia 26 de maio foram convocadas para organizar apoio popular em torno do Presidente da República, as dos dias 15 e 30 do mesmo mês, reconhecidas como movimentos pela Educação, sustentaram princípios muito mais amplos do que a oposição à determinação governamental de contingenciamento do orçamento do setor educacional (o que, …

Indígenas têm suas identidades invisibilizadas nas prisões do Brasil

Os povos indígenas no Brasil possuem memórias de longa duração das diferentes formas como os colonizadores, de ontem e de hoje, tentaram transformar suas culturas e fazer desaparecer suas sociedades e identidades. Mas a violência assimilacionista dos brancos não se limita aos usos deturpados do boi, da bala e da Bíblia. Com o número crescente …

A Filosofia entre juízes, bispos e capitães: sobre pobreza, resistência e formas de vida

De Rousseau a Marx, de Kant a Rancière, a pobreza tem sido tema da Filosofia, ainda que um tanto marginal. Sempre tida, ao menos na aparência, como filha bastarda do processo civilizatório, a experiência da falta e da privação não deixa de ser compreendida como um problema de real grandeza, em boa medida graças às …

Agrotóxicos deixam um rastro de doenças e mortes pelo Brasil

O governo Bolsonaro liberou 197 agrotóxicos em cinco meses. Neste pacote estão produtos considerados cancerígenos, como o paraquat, da Syngenta (nome comercial Gramoxone 200) e o glifosato, da Monsanto/Bayer. O paraquat – proibido em mais de 50 países e em todo território europeu desde 2007, inclusive em seu país de origem, a Suíça –  é um …

O que faz algo ser arte?

Desde que o mundo é mundo, muita gente já arriscou uma definição sobre o que é arte. Apesar de corriqueira, contudo, essa questão sempre volta à tona para inquietar os corações. Tentar responder “o que é arte” é uma tarefa das mais injustas por dois motivos: primeiro porque todo mundo parece se sentir autorizado a …

Bolsonaro: 1984 ou Black Mirror?

Desde que Jair Bolsonaro assumiu a presidência em janeiro, muito tem se falado sobre como sua equipe ministerial estaria tentando reeditar, mais do que 1964, 1984. Estaríamos então numa espécie de distopia, similar àquela do livro clássico de George Orwell. Mesmo que o consenso no campo acadêmico seja o inverso, Vélez, o ex- ministro da …

A década de 1980: a torturante função da educação (II)

Geração que nasce, geração que cresce Década de 1980. A geração nascida entre as duas primeiras décadas de ditadura cresceu. Da infância à juventude nossa geração vivenciou mudanças substantivas sem conseguir ver os bastidores que compunham o palco da aparente ordem e progresso, regido pelo violento poder militar. Nossa geração – 1960-1970 – é herdeira …

Para entender a conjuntura: Neoliberalismo, neofascismo e burguesia no Brasil

Introdução O objetivo deste texto é discutir a conjuntura imediata que, nas últimas semanas, tem se acelerado de forma impressionante. Para isso, se faz necessário tentar identificar e estabelecer o nexo, as relações existentes, entre neoliberalismo, neofascismo e burguesia no Brasil; tal como se evidenciou a partir do movimento social de massa que desembocou no …

Game of Thrones: o jogo de poder na guerra dos tronos

Game of Thrones (GOT) é o nome da série da HBO baseada na epopeia fantástica de George R. R. Martin: As Crônicas de Gelo e Fogo. A série estreou em abril de 2011 e terminou em maio de 2019, completando oito anos de duração, tendo marcado um ciclo inteiro da vida de muitas pessoas. Como …

“Políticas de austeridade são terreno fértil para extrema-direita”, diz fundador do Podemos

As eleições para o Parlamento Europeu, que ocorrem entre os dias 23 e 26 de maio, podem marcar o avanço definitivo de radicais de direita sobre o continente europeu. É o que afirma o cientista político e um dos criadores do partido político espanhol Podemos, Juan Carlos Monedero. “As crises nos colocam num modo de …

Cultura também é direito humano fundamental

A ideia de cultura habita uma dicotomia complexa no imaginário social. Ora é vista como luxo, ora é vista como balbúrdia. Independentemente da escolha, ambas acabam reforçando discursos que afirmam sem dó que ela é descartável, desnecessária em uma sociedade faminta e sofrida, e endossa supostas justificativas para que sejam as primeiras políticas a serem …

Escola e universidade com todas as partes

Todo e qualquer curso de formação superior possui um documento chamado Projeto Político Pedagógico (PPP), que é aprovado por cada instituição de ensino superior vinculada ao Ministério da Educação, no quadro de deveres, marcos e garantias constitucionais. Em conformidade com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) toda escola deve possuir um …

A cruzada bolsonarista contra a ciência

Os cortes e contingenciamentos de recursos no ensino superior foram anunciados pelo governo Bolsonaro como parte das medidas supostamente necessárias para a garantia do ajuste fiscal e do saneamento das contas públicas. Ao promover a asfixia financeira das universidades, o presidente colocou em prática uma estratégia que tem dois objetivos centrais. Além de ganhar terreno …

O perdão que Padilha não merece

As declarações públicas de José Padilha, para divulgar a segunda temporada de “O Mecanismo”, continuam extremamente controversas. Autocrítica e humildade não são, definitivamente, virtudes cultivadas pelo diretor. Em entrevista, justificou o injustificável, e disse não se arrepender da primeira temporada, mesmo após a eleição de Bolsonaro e a entrada de Sérgio Moro no governo. A sua …

Reinventar o 18 de maio em memória de Araceli

06Chegamos ao mês de maio em que novamente o dia 18 foi reavivado como Dia Nacional de Enfrentamento do Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes. Como nas 18 edições anteriores, neste ano os entes estatais e a sociedade civil estão a planejar e implementar diferentes medidas mobilizatórias, educativas e sensibilizadoras para colocar em …

Regressão industrial na periferia do desenvolvimento do subdesenvolvimento

Até 1980, o Brasil estava entre as três economias do mundo que mais cresciam. Durante o milagre econômico (iniciado em 1968) a renda per capita foi dobrada. Crescíamos a taxas chinesas, de mais de 10% ao ano nos 1970 e nossas exportações de manufaturados aumentavam exponencialmente, de 24%, em 1974, para 44,8%, em 1980, e …

Nova Rota da Seda chinesa completa seis anos com mudanças à vista

No final de abril, a China deu início à segunda cúpula da Iniciativa Cinturão e Rota (BRI, na sigla em inglês), apelidada de a nova Rota da Seda chinesa. O mega plano de Pequim de interligar diversos continentes por meio de milhares de obras de infraestrutura e investimentos de bilhões de dólares completou seis anos …

O retorno dos militares ao meio ambiente

Passados cinco meses desde o início do seu mandato, Jair Bolsonaro está mais à vontade para atentar contra o meio ambiente brasileiro. No dia 29 de abril, durante um grande encontro do agronegócio em Ribeirão Preto, ele admitiu que uma das principais metas de seu governo é “fazer a limpa” nas duas principais autarquias ambientais …

Mercado total

Avança politicamente no país a ideia de que Estados, ao interferirem excessivamente em mercados, distorcem preços, criam ineficiências e alimentam privilégios. No caso brasileiro, diante da crise econômica que se prolonga desde 2015, reformas “pró-mercado” seriam cruciais para colocar o país nos eixos e, em suma, retomar o crescimento econômico. Ao menos é essa a …

Evangélicos e a ascensão da extrema-direita no Brasil

A Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) é um complexo que envolve um império midiático não voltado apenas à propagação de seus preceitos religiosos e morais e ao proselitismo, mas também como a expressão do crescimento extraordinário evangélico no Brasil, em especial o do neopentecostalismo, cujo cerne está na Teologia da Prosperidade e da …

Para que serve a filosofia em tempos de mistificadores?

O ensino e a pesquisa nas áreas de Filosofia e Ciências Sociais estão sob ataque dos cultuadores da ignorância e da violência. Bolsonaro e o novo ministro da educação anunciaram uma “descentralização” de investimentos. A proposta de cortar verbas de cursos de Humanas tem pouco peso prático. E muito ideológico. Jair Messias e o ministro …

A administração neoliberal em Porto Alegre

O neoliberalismo é a oficialização do crime social — Hideraldo Montenegro O neoliberalismo é como Robin Hood ao avesso: tira dos pobres e beneficia os ricos — João Felipe Cavalcante Liberal, ultra liberal Uma forma de verificar as teses de Michel Hardt e Antônio Negri presentes em Assembly (Ed. Políteia, 2018) é verifica-las na realidade …

A privatização do setor público de saúde

          Nas décadas de 1970 e 1980, os sanitaristas explicitaram suas concepções teóricas acerca de um novo modelo de atenção em saúde para substituir o modelo médico-assistencial privatista. Destacaram as contradições internas do modelo em vigor e propuseram as premissas da universalidade, igualdade, integralidade, equidade, descentralização e participação popular para compor um novo modelo.           …

Estado miliciano: a consolidação da ideologia

A análise que pretendemos desenvolver aqui enfrenta algumas dificuldades. Em primeiro lugar, pensar a forma de um poder político marcado pela deformação, pela instabilidade, pela corrosão das instituições, pelo improviso, pelo movimento, pelo ritmo das postagens nas redes sociais. Tentar, em segundo lugar, demonstrar o caráter anti-democrático desse poder em um contexto no qual o …

WhatsApp e eleições: quais as características das informações disseminadas

“Eu acredito que o melhor meio de mídia, que presta o melhor papel à verdade, à divulgação dos fatos, se chama YouTube”, disse um apoiador de Jair Bolsonaro ao jornal Folha de S. Paulo no início de abril. A forte utilização da plataforma de vídeos como fonte de informações políticas não é exclusividade dos apoiadores …

O refúgio na arte

Das manchetes de jornais e dos dados estatísticos, a situação dos migrantes e refugiados passou com mais força aos palcos de teatro, filmes renomados e até novelas de TV. Tornou-se corrente a produção sobre eles, a reconstrução de seus dramas e a expressão de suas biografias em arte. No entanto, há um hiato entre a …

A estratégia da esquerda maranhense para barrar o conservadorismo

O Partido Comunista do Brasil coloca em marcha uma “revolução democrática” no estado do Maranhão. Estas são as palavras que os comunistas maranhenses usam para definir o governo Flávio Dino, que começou em 2015, após o desgaste do povo sob o domínio oligárquico de 56 anos do clã Sarney, e se consolidou na eleição de …

O renascimento do Cavalo de Troia

Em 12 de maio de 2017, o sistema de saúde do Reino Unido entrou em colapso. Pessoas que buscaram ajuda em hospitais foram mandadas embora e pacientes dentro de ambulâncias não chegaram aos seus destinos. Nas telas dos computadores dos hospitais, uma mensagem: “Ops! Seus arquivos foram criptografados!”. Fabricantes de automóveis com produções paradas, empresas …

Tripudiar do capitalismo

Existe um protesto político, uma revolta social não verbalizada, latente, em meio à atual onda conservadora no país. Um protesto que, de certa forma, é o mesmo que se camufla na desorientação de setores progressistas. Explicitá-lo talvez seja o caminho para dar um norte a uma sociedade à deriva, com risco cada vez mais palpável …

A desigualdade social e a erosão da democracia

É razoável supor que, num país democrático, o governo seja capaz de conter facilmente o crescimento da desigualdade social empregando políticas públicas que redistribuam a renda e desconcentrem a riqueza. O raciocínio é elementar: na medida em que a riqueza se concentra cada vez mais nas mãos de uma ínfima minoria, a vasta maioria da …

A realidade a ser enfrentada pelo próximo presidente do Panamá

Nos arredores do famoso canal do Panamá e dos milionários bancos que por anos abrigaram a condição de paraíso fiscal a massa anônima e empobrecida de panamenhos enfrenta cotidianamente a décima pior distribuição de renda do mundo conforme o Banco Mundial. O contraste entre a moderno Casco Viejo no malecón da capital – construída pela …

Prisão em flagrante ou preventiva: quem a polícia prende e quem a justiça solta?

As audiências de custódia, instituídas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em 2015, constituem um instrumento importante, por se tratarem do primeiro encontro da pessoa com a autoridade judicial, após sua prisão em flagrante. Nesse sentido, o programa Justiça Sem Muros, do ITTC, realizou a pesquisa “MulhereSemPrisão: enfrentando a (in)visibilidade das mulheres submetidas à justiça …

Pior que crack! Como essa droga f*** meu cérebro

Eu era um cara normal, cheio de amigos, divertido e boa pinta. Apesar de ter minhas frustrações e minhas manias, afinal, ninguém é perfeito, né!? Me orgulhava em ser um careta de tudo. Não bebia, não fumava e sempre que possível optava pela escolha mais saudável do cardápio. Alimentação orgânica, sal rosa do Himalaia, em …

Estado e nação: um estranho caso

Um dos efeitos mais curiosos da literatura é que, quanto mais parece afastar-se das situações humanas concretas, mais pode referir-se a elas de um ponto de vista original. E uma das características que distinguem os grandes escritores é o conhecimento de como manipular essa medida inexata entre o real e o remoto. Robert Louis Stevenson …

A necessária recuperação do debate estrutural na América Latina

Dois temas ocuparam lugar de destaque na agenda das discussões socioeconômicas neste início do século XXI: o redesenho do mapa geopolítico e a polarização crescente da riqueza e do poder mundial; e a pauperização de grandes massas populacionais, sobretudo na periferia do sistema capitalista. Estes não são problemas novos, pois vêm sendo discutidos há muito …

Por que não a Filosofia?

Uma sociedade que decide condenar a Filosofia precisa explicar por que o faz. Ela é inútil? Supérflua? Desnecessária? Seja qual for o adjetivo usado para (des)qualificá-la, será necessário argumentar para defender uma posição. E argumentar, com honestidade intelectual, requer apresentar boas razões para que uma determinada conclusão possa ser sustentada. Para isso, é preciso utilizar …

É o petróleo, estúpido (sobre a Venezuela)

Dick Cheney (cuja vida foi retratada no excelente filme “Vice”) foi CEO da empresa petrolífera Halliburton. Nos bastidores, a empresa trabalhou para que ele fosse candidato à presidência dos EUA. Devido a uma questão de sua vida pessoal (sua filha era lésbica), ele não concorreu. Mas acharam um meio de colocá-lo no poder, a fim …

Populismo de direita e carnavalização da política: O popular em meio a distopia

Na ultima quarta-feira de cinzas, o Brasil iniciou seus 40 dias da quaresma com a manchete: TWITTER AVALIA SE PUNE BOLSONARO POR BAIXARIA ESCATOLÓGICA[1]. E concluiu o rito de conversão e arrependimento no domingo de pascoa com outra manchete global: HUMORISTA ZELENSKIY É ELEITO PRESIDENTE DA UCRÂNIA COM DISCURSO ANTISSISTEMA: “ “Não sou um político, …

As grandes mentes de esquerda do século XX

O presidente Jair Bolsonaro busca deixar claro seu ódio contra a esquerda e o comunismo, contudo é obrigado a se conformar diariamente com o fato de que habita uma casa projetada por um comunista. Outrora os militares tiveram que fazer o mesmo. Oscar Niemeyer está vivo em seus monumentos! Quando se fala mal da esquerda, …

O colóquio do amor

Na linda Lausanne, pesquisadores e pensadores de diversos países se reúnem para discutir tempos melhores. Para debater educação infantil. Reflito sobre nossas diferenças e sobre a honra de ser uma das representantes, na Suíça, de um vitorioso projeto brasileiro de educação inclusiva. Apresentamos, sob aplausos, como convidados especiais, no 5º Colóquio Internacional sobre Desigualdades Escolares, …

Não formar cidadãos para formar bandidos: o projeto de nação do governo

Em termos sociais, o projeto de poder do governo Bolsonaro é apenas um: não investir em educação e cultura para aumentar o índice de criminalidade. A Petrobrás deixa de patrocinar eventos culturais, questão que era uma marca da estatal. O governo tira investimentos na educação e nomeia um economista, que nunca produziu nada na área, …

Um porrema para Adorno

Se há dúvidas a respeito da verdadeira autoria da frase “Escreva bêbado, edite sóbrio”, frequentemente atribuída a Ernest Hemingway, ninguém questiona que o escritor tenha afirmado que a bebida é “o único alívio mecânico” para “a opressão mecânica” da vida moderna. O livro Porremas se apresenta como inspirado no primeiro conselho, mas, ao mesmo tempo, …

O perigo da participação social

A quem não interessa uma gestão participativa na vida pública brasileira? E por que o modelo de participação social está sendo sucateado no Brasil? Em análise das práticas do Orçamento Participativo (OP) em administrações municipais, no país, o professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Leonardo Avritzer, constatou que, desde o final da década …

As confusões por trás da política de reajuste de preços da Petrobras

Na última semana, a intervenção do presidente Jair Bolsonaro na política de reajuste de preços da Petrobras ganhou destaque nas manchetes dos grandes jornais brasileiros. A ingerência criou um reboliço do mercado financeiro com os papeis da Petrobras apresentando uma queda de 7% na sexta-feira (12/04). É impossível dissociar a apreensão do mercado com o …

2013, livro punk

Ataque sonoro é nome de uma coletânea punk lançada em 1985. Na capa, dois mísseis, um estadunidense e um soviético miravam para a cidade de São Paulo, mostrando as forças antagônicas agindo em conjunto contra o que não seria governado por elas. Esta é a descrição da coleção Ataque, organizada por Acácio Augusto e Renato …

Tecnoinaptocracia

Apesar do título, este é um artigo sobre educação. Nesses últimos meses, a população brasileira tem sofrido com uma série infindável de indefinições. Foram muitas promessas pré-eleições e uma desorientação absoluta no pós-eleições. Uma das grandes promessas foi a nomeação de ministros de acordo com a capacidade técnica, o que, considerando o histórico de troca …

O grau zero da destruição

Para analistas políticos e jornalistas, o marco dos cem primeiros dias de um governo, que no caso de Bolsonaro aconteceu agora, no dia 9 de abril, costuma ser um momento importante de balanço. Convencionou-se utilizar a data para entender como determinado governo converte o discurso eleitoral em práticas políticas concretas, e avaliar o desempenho das …

Presidente anuncia uma tragédia ainda maior do que a que já vivemos nas ruas e estradas

No Brasil, a segurança viária é um tema tão delicado e importante quanto o da segurança pública. Se anualmente 60 mil pessoas são assassinadas por armas, outras 50 mil são vítimas fatais de incidentes no trânsito. Mais do que mortes, a guerra no trânsito é responsável por deixar anualmente mais de 400 mil pessoas com …

Intermitentes e imprevidentes

Neste país muito macunaímico, tragédias, farsas e comédias frequentemente se mesclam e se confundem, convertendo-se assim em mecanismos vitais de obliteração de nossas mazelas. E assim la nave va… Faz muito que aprendemos que, “se tal coisa não for feita”, o país soçobra. Para não voltarmos muito no tempo e na história, Collor dizia que, …

Bolsonaro e a antipolítica

Inúmeras hipóteses têm sido apresentadas a fim de explicar a ascensão de Jair Bolsonaro à Presidência da República. Antes do processo eleitoral, muito embora o então candidato figurasse como favorito nas pesquisas – notadamente quando se excluía o ex-presidente Lula da lista apresentada aos entrevistados – poucos confiavam em sua capacidade de vencer o pleito. …

De onde vem o nosso super-ministro da economia?

  Ninguém se reinventa. E ninguém é chamado para dirigir a 8ª economia do mundo sem ser apoiado por um conjunto de interesses. Neste país onde se cobra ao mês juros que no resto do mundo se cobra ao ano, e se afundou em dívidas 64 milhões de adultos, mas também as pequenas e médias …

Literatura infantil e democracia – Parte 3

“Por que os reis são reis? Os reis são reis porque eles dizem que são: mas isso somente enquanto as pessoas, por força ou por vontade, a eles obedecem. Quando as pessoas se dão conta de que os reis são homens iguais aos outros, e elas bastante fortes para botá-los para correr, proclama-se a república.” …

Literatura infantil e democracia – Parte 2

“Por que Pinóquio falava sempre mentiras? Nem sempre. No fim do livro também Pinóquio aprendeu a falar a verdade, que é a coisa mais bonita do mundo. E também, coitado, todos sabiam quando ele falava uma mentira, porque o nariz dele ficava mais comprido. Se a todos os mentirosos crescesse o nariz como ao coitado …

Literatura infantil e democracia – Parte 1

“[…] E o silêncio era cada vez maior. Todo mundo quieto, esperando que alguma coisa acontecesse… Até que um dia… História é bom por causa disso! Tem sempre uma hora em que quem está contando a história diz: ‘Até que um dia…’”. (ROCHA, Ruth. O reizinho mandão. Ilustrações Walter Ono. São Paulo: Quinteto Editorial, 1997, …

Renda fiscal do petróleo: a Noruega é uma inspiração para o Brasil?

A atual crise fiscal brasileira, principalmente no âmbito de estados e municípios, tem suscitado um amplo debate nas diferentes esferas federativas a respeito de medidas que fossem capazes de diminuir as despesas e aumentar as receitas governamentais. Num contexto de dificuldade de retomada da atividade econômica e de rigidez na gestão do orçamento, as rendas …

Justiça enfrenta dois processos contra seu silêncio diante dos crimes da ditadura

Às voltas com os 55 anos do golpe civil-militar, completos neste dia 1º de abril, juízes, procuradores e ministros do STF se viram no centro das atenções. Tudo por conta das provocações do governo de Jair Bolsonaro, que reviveu a questão da ditadura mais uma vez ao determinar que quartéis celebrassem a data. Entre falas …

Letrado ou viado

Uma criança de seis anos, a pedido da mãe, se dirige a uma “venda”, no interior da Bahia, e diz ao atendente: – Eu gostaria de comprar seis pães. Uma cena simples do cotidiano foi observada por um estranho, que não titubeou e inquiriu o menino: – Você é letrado ou viado? Esta poderia ser …

O que estamos fazendo com os nossos meninos?

Qualquer tentativa de oferecer uma explicação exaustiva para o massacre de Suzano está fadada a figurar no hall das pretensões narcísicas de dar a um evento imponderável à medida daquilo que mais nos importa. A maior segurança na escola depende das pessoas se sentirem pertencidas naquele espaço e não de qualquer controle rígido de circulação …

Marighella: entre o fato, a fake news e a ficção

Marighella, o filme A proximidade do lançamento no Brasil do filme Marighella, de Wagner Moura, aliado à repercussão da passagem do estreante diretor baiano pelo Festival de Berlim, onde o filme foi exibido, tem movimentado os debates sobre o caráter da ditadura (1964-1985) e da luta armada no país. O fato de que o cinema …

Resistir pela arte aos cultuadores da violência

O governo Bolsonaro é uma pulp sensacionalista, impressa em material de segunda classe. Seus membros cultuam a estupidez e o senso comum, tentando tornar o reino das opiniões e a paixão pela ignorância algo visto como uma grande novidade criativa, a ser valorizada positivamente e até mesmo cultuada. No culto da ignorância e da estupidez, …

Populismo, golden shower e firehosing

Passado o alarde inicial, o núcleo político do governo federal parece ter chegado à conclusão de que Jair Bolsonaro cometeu um grave erro ao publicar um vídeo com conteúdo explícito no Twitter. No cálculo do presidente, a postagem deveria cumprir uma dupla função: responder aos protestos entoados por vários blocos de carnaval do país e …

O mapa dos conflitos da Vale no Brasil

Em 25 de janeiro de 2019, um mar de lama varreu prédios administrativos e o refeitório da mina Córrego do Feijão e parte da comunidade da Vila Ferteco em Brumadinho, provocando o soterramento e a morte de mais de trezentas pessoas. Uma tragédia humana e ambiental, incomensurável e anunciada. Novamente, o rompimento de uma barragem …

A ameaça do terrorismo tecnológico

O apagão na Venezuela que começou na quinta-feira (7) tem provocado acusações mútuas entre governo e oposição e acirrado a crise política e social que o país vive. No terceiro dia de falta de energia elétrica, o caos tomou conta dos serviços de telefonia, internet e metrô e os hospitais tem sido um ponto nevrálgico nessa …

Privatização e desproteção social: a essência da previdência bolsonarista

As primeiras medidas já tomadas pelo governo Bolsonaro, assim como aquelas em elaboração ou tramitação legislativa, notabilizam-se pela profunda arrogância e simplismo no trato de assuntos tão complexos como os são, por exemplo, os do crescimento econômico, das finanças públicas, do mercado de trabalho e das políticas sociais, apenas para ficarmos nos mais evidentes desde …