GameStop, um populismo de plataforma - Le Monde Diplomatique

FUNDOS ESPECULATIVOS DERROTADOS EM SEU PRÓPRIO CAMPO

GameStop, um populismo de plataforma

por Evgeny Morozov
1 de março de 2021
compartilhar
visualização

Em janeiro deste ano, milhares de pequenos investidores on-line coordenaram suas compras e vendas com o objetivo de aumentar os preços das ações de empresas em que grandes fundos de investimentos tinham apostado na baixa. Aplaudida da direita à esquerda, essa rebelião dos “pequenos” contra os “grandes” revela uma revolução ou um carnaval?

Apesar do caos que semeou nos mercados mundiais, a saga da GameStop não se resumiu a uma história de investidores individuais humilhando um punhado de fundos de investimentos arrogantes. Ela expressa um prolongamento imprevisível da invasão do Capitólio, em Washington, no dia 6 de janeiro passado. Os dois acontecimentos tiveram como protagonistas uma horda de …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

RESENHAS

miscelânea

Edição 187 | Mundo
AMÉRICA LATINA PROGRESSISTA, UNIDA EM APOIO AO FUNDADOR DO WIKILEAKS

Onde Assange tem amigos

Edição 187 | América Latina
por Meriem Laribi
CINEMA DE IMPACTO

A serviço de boas causas

Edição 187 | Europa
por Pascal Corazza
ALEMANHA ORIENTAL

Uma mina de arte em uma mina de urânio

Edição 187 | Alemanha
por Jens Malling
ROBÔS POR TRÁS DAS CÂMERAS

Os bastidores da vigilância automatizada

Edição 187 | Mundo
por Thomas Jusquiame
O DISCRETO NÃO ALINHAMENTO DO VATICANO

O papa contra as cruzadas ocidentais

Edição 187 | Vaticano
por Timothée de Rauglaudre
ACENTUADA INCLINAÇÃO PARA A EXTREMA DIREITA

Israel, o golpe de Estado identitário

Edição 187 | Israel
por Charles Enderlin
CONFRONTOS ENTRE HINDUS E MUÇULMANOS NO REINO UNIDO

Em Leicester, a sombra de Narendra Modi

Edição 187 | Inglaterra
por Lou-Eve Popper