Guilhotina #75 – Marcelo da Silveira Campos - Le Monde Diplomatique

Guilhotina

Guilhotina #75 – Marcelo da Silveira Campos

Guilhotina | Brasil
17 de julho de 2020
compartilhar
visualização

O convidado deste episódio é o sociólogo Marcelo da Silveira Campos, autor do livro “Pela metade: a lei de drogas do Brasil”. Neste episódio ele explica o processo de transformação de usuários em traficantes desde a alteração da lei de drogas. Ouça em seu player favorito ou nesta postagem.

No fim de 2004, 65,5% das pessoas incriminadas por drogas foram consideradas usuárias; contra 34,5% enquadradas como traficantes. Cinco anos depois, esses números se inverteram: 87,5% dos incriminados eram traficantes, enquanto apenas 12,5% passaram como usuários. Esse processo de transformação de usuários em traficantes é evidenciado e explicado pelo convidado deste episódio, o sociólogo Marcelo da Silveira Campos, que levantou os dados acima em seu doutorado. Professor adjunto de Sociologia da Universidade Federal da Grande Dourados, professor convidado da Faculdade de Medicina da USP e pesquisador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Estudos Comparados em Administração de Conflitos (UFF), ele lançou em 2019 o livro “Pela metade: a lei de drogas do Brasil”, em que analisa a tramitação e os impactos da nova lei de drogas em vigor no Brasil desde 2006. Bianca Pyl e Luís Brasilino conversam com Marcelo sobre o deu errado com a mudança legislativa que, em certa medida, assumia princípios modernizantes, como a despenalização do uso; a intenção dos legisladores; a explosão da população carcerária brasileira neste século XXI e o papel da nova lei de drogas nisso; e, claro, o que leva uma pessoa ser considerada traficante e não usuária. Spoiler: não é nem a quantidade, nem o tipo de droga.

Ouça o episódio em seu player favorito ou clicando na imagem abaixo ou aqui

 

 

 

Links citados no episódio: “Cidadania vertical”; “Entre doentes e bandidos: a tramitação da lei de drogas (no 11.343/2006) no Congresso Nacional”; “Pela metade: Implicações do dispositivo médico-criminal da ‘Nova’ Lei de Drogas na cidade de São Paulo”; e “O julgamento do recurso extraordinário 635.659: pelo fim da guerra as drogas”.

 

Trilha: Chico Buarque, “Cordão”; e Elza Soares, “A mulher do fim do mundo” (Romulo Fróes e Alice Coutinho).

 

 



Artigos Relacionados

Opinião

O Brasil em “1984”

Online | Brasil
por Luis Manuel Fonseca Pires e Pedro Estevam Alves Pinto Serrano
OPERAÇÕES POLICIAIS E CHACINA

Um olhar sobre o Jacarezinho

Online | Brasil
por Diogo Lyra, Daniel Hirata, Carolina Christoph Grillo e Renato Dirk
Violência de gênero

A criminalização do stalking e a proteção da mulher

Online | Brasil
por Gabriela Reston Pinto Morais e Maria Carolina de Moraes Ferreira
CHACINA NO JACAREZINHO

O Estado que tira o brilho dos olhos de crianças

Online | Brasil
por Mariana Ferrari
OBSERVATÓRIO DA ECONOMIA CONTEMPORÂNEA

Política industrial para a saúde além da pandemia

por Julia Paranhos e Fernanda Steiner Perin
NOVO IDH VERDE

Desigualdades climáticas no desenvolvimento humano: ricos emitem mais

Online | Mundo
por Jose Sergio Gabrielli de Azevedo
GUILHOTINA

Guilhotina #116 — Serge Katembera

Séries Especiais | África
CRISE DO CAPITAL E OPORTUNIDADES PERDIDAS

A ordem em perigo e a brecha à esquerda

Online | Brasil
por Philippe Scerb