Na Tunísia, as brasas persistentes do espírito de revolta

A REVOLUÇÃO FEZ 10 ANOS

Na Tunísia, as brasas persistentes do espírito de revolta

Edição 162 | Tunísia
por Olfa Lamloum
28 de dezembro de 2020
compartilhar
visualização

O jogo político competitivo consagrado pela nova Constituição, adotada em 2014, foi pervertido pelas intrigas dos partidos majoritários e pela onipresença do dinheiro privado – por vezes oculto, ou de origem estrangeira – no financiamento das organizações políticas e nas campanhas eleitorais 

Novembro de 2020. A um mês do décimo aniversário do início da revolução tunisiana, que provocou a queda do regime de Zine al–Abidine ben Ali, em 14 de janeiro de 2011, a cólera popular que se exprimia já há diversos meses se amplificou. Em Kasserine, Gafsa, Sidi Bouzid, Jendouba, Gabes e em outros lugares dessas regiões esquecidas pelo poder e …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

Economia

Trajetória da austeridade fiscal no Brasil: a institucionalização do neoliberalismo

Online | Brasil
por Alessandra Soares Freixo e Rafael Costa

Pandemics, housing crisis and the value of community-led housing initiatives in the global south

por Thaisa Comelli, Tucker Landesman and Alexandre Apsan Frediani
Pandemia e crise habitacional no sul global

A importância das experiências de moradias de iniciativa comunitária

por Thaisa Comelli, Tucker Landesman e Alexandre Apsan Frediani
UM FRACASSO EXITOSO

Massacre no Jacarezinho: necropolítica aplicada

Online | Brasil
por Thiago Rodrigues
CHACINA DE JACAREZINHO

Luto seletivo, estratégia de invisibilização

Online | Brasil
por Bruna Martins Costa e William Zeytounlian
CHACINA NO JACAREZINHO

Para o Estado, as vidas de negros, pobres e favelados não importam?

Online | Brasil
por Wallace de Moraes
SETOR ELÉTRICO

Cemig: a irracionalidade da proposta de privatização

Online | Brasil
por Diogo Santos
Editorial

Por que defendemos o impeachment de Bolsonaro

Online | Brasil
por Redação