“Somos todos gregos” - Le Monde Diplomatique Brasil

DUZENTOS ANOS DE UMA GUERRA DE INDEPENDÊNCIA QUE AINDA DESPERTA PAIXÕES

“Somos todos gregos”

Edição 164 | Grécia
por Samuel Dumoulin
1 de março de 2021
compartilhar
visualização

Há dois séculos, em março de 1821, os gregos levantaram-se para acabar com a dominação otomana. Com oito anos de duração, essa guerra de independência fascinou diversos intelectuais europeus. Alguns, como o poeta Lord Byron, decidiram até juntar-se aos combatentes. Como explicar tamanho entusiasmo?

“Quem se lembra hoje da emoção que apenas o nome ‘Grécia’ despertava, entre 1821 e 1829?”, perguntava-se Edgar Quinet em 1857.1 O entusiasmo era intenso, queimava para aqueles que, tal como o poeta britânico Lord Byron, uniram o gesto à palavra a ponto de ir morrer junto aos muros de Mesolóngi. Seu objetivo: ajudar os …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

embates e resistência

A desigualdade agrária no brasil: o caso do Centro Paulo Freire

Online | Brasil
por Neto Tavares e Sabrina Colares Nogueira
VIDA ALTERNATIVA?

Neorrurais: os imigrantes da utopia

Online | Mundo
por Elaine de Azevedo
MEDIDA AGRAVA RISCOS COLOCADOS PELA PANDEMIA

PL retira pausas térmicas dos trabalhadores de frigoríficos

Online | Brasil
por Sandro Eduardo Sardá, Fernando Mendonça Heck e Roberto Carlos Ruiz
Tributação

Democracia leitora, leitura democrata

Online | Brasil
por Larissa Milanezi
POLÍTICA DE AUSTERIDADE

Mais da agenda econômica do “velho normal” no pós-Covid-19?

Online | Brasil
por Fernando Ferrari Filho e Marco Flávio da Cunha Resende
PARA ALÉM DE ESTEREÓTIPOS E CONSTRUÇÕES FICTÍCIAS

Precisamos entender a África

Online | África
por Gabriel Dantas Romano
GUILHOTINA

Guilhotina #112 — Eric Nepomuceno

UMA VITÓRIA SOBRE O MACHISMO INSTITUCIONAL

Por que o caso de Isa Penna é pedagógico para a política brasileira

Online | Brasil
por Beatriz Della Costa