A santíssima trindade: nação, Deus e os inimigos disso daí

Bolsonaro não inova ao invocar nação e Deus, colocando ambos na arena política junto de seu nome. Sabe que com isso os conceitos totalizantes tornam-se ao mesmo tempo excludentes. Quem ataca Bolsonaro é inimigo “da pátria”, logo de Deus