Como a história se apropriou das lutas de Martin Luther King

Como a história se apropriou das lutas de Martin Luther King

por Henrique Santana
24 de abril de 2018
compartilhar
visualização
Cinquenta anos depois da morte de um dos maiores ativistas da história dos EUA, grande parte de seus ideias políticos parecem ter sido usurpados pela história, transformados pela mitologia que se construiu em torno de sua militância.

Em abril de 1968, Martin Luther King foi assassinado por um defensor da segregação racial. Cinquenta anos depois, a história oficial atém-se à imagem do pastor negro que lutava pelos direitos civis. Um patriota trabalhando pela reconciliação nacional.

Mas esta narrativa ofusca os verdadeiros ideias políticos e sociais de King, transformados pela mitologia que se construiu em torno de sua militância.

• Leia a reportagem completa: diplomatique.org.br/o-ultimo-combate-de-martin-luther-king/l

• Gosta dos nossos vídeos, inscreva-se no nosso canal:youtube.com/diplobrasil?sub_confirmation=1



Artigos Relacionados

RESENHAS

miscelânea

Edição 187 | Mundo
AMÉRICA LATINA PROGRESSISTA, UNIDA EM APOIO AO FUNDADOR DO WIKILEAKS

Onde Assange tem amigos

Edição 187 | América Latina
por Meriem Laribi
CINEMA DE IMPACTO

A serviço de boas causas

Edição 187 | Europa
por Pascal Corazza
ALEMANHA ORIENTAL

Uma mina de arte em uma mina de urânio

Edição 187 | Alemanha
por Jens Malling
ROBÔS POR TRÁS DAS CÂMERAS

Os bastidores da vigilância automatizada

Edição 187 | Mundo
por Thomas Jusquiame
O DISCRETO NÃO ALINHAMENTO DO VATICANO

O papa contra as cruzadas ocidentais

Edição 187 | Vaticano
por Timothée de Rauglaudre
ACENTUADA INCLINAÇÃO PARA A EXTREMA DIREITA

Israel, o golpe de Estado identitário

Edição 187 | Israel
por Charles Enderlin
CONFRONTOS ENTRE HINDUS E MUÇULMANOS NO REINO UNIDO

Em Leicester, a sombra de Narendra Modi

Edição 187 | Inglaterra
por Lou-Eve Popper