Um jogo de Monopoly? - Le Monde Diplomatique

INTERNET

Um jogo de Monopoly?

por Pierre Lazuly
1 de outubro de 2003
compartilhar
visualização

No universo da “nova economia”, o Google é um OVNI, uma ’start-up’ que deu certo. Enquanto a maioria delas não sobreviveu ao estouro da “bolha Internet”, o Google soube consolidar rapidamente sua viabilidade financeiraPierre Lazuly

O faturamento do Google, projetado em quase 1 bilhão de dólares para o ano de 20031 , baseia-se na venda de dois tipos de serviços. Antes de tudo, sua tecnologia de pesquisa, que oferece, pronta para ser usada, a clientes como Yahoo!, Cisco, Vodafone e o Exército norte-americano. Mas também, e cada vez mais, sua competência em publicidade dirigida: as mensagens publicitárias exibidas na página do Google – textos simples, mas correspondendo precisamente à pesquisa solicitada – são, em média, cinco vezes mais visitadas do que os anúncios tradicionais.

Embora muita gente o considere o candidato ideal para participar do mercado de capitais, o Google continua se recusando a entrar na Bolsa de Valores, persuadido de que suas ambições tecnológicas seriam contrariadas por uma administração de curto prazo, imposta pelos acionistas. “Nós somos mais ou menos bons, mas ainda estamos longe de sermos perfeitos. E não o seremos ainda por um bom tempo”, afirma Larry Page2 . Talvez seu sonho também seja o de fazer do Google uma nova Microsoft e só entrar na Bolsa quando dispuser de um quase-monopólio. Como numa longa partida de Monopoly…

(Trad.: Jô Amado)

n t

1 – “Google announces corporate search customers”, agência Reuters, 12 de agosto de 2003.

2 – “Inside Google”, San José Mercury News, 4 de maio



Artigos Relacionados

GENOCÍDIO

Extermínio do povo Yanomami e repercussões no direito penal internacional

Online | Brasil
por Sylvia Helena Steiner e Flávio de Leão Bastos Pereira
EDUCAÇÃO

A violência da extrema direita contra professores

Online | Brasil
por Fernando Penna e Renata Aquino
CONJUNTURA POLÍTICA

Pensando o 8 de Janeiro

Online | Brasil
por Coletivo Desmedida do Possível
CONJUNTURA POLÍTICA

Brasil como laboratório da insurreição fascista - II

Online | Brasil
por Augusto Jobim do Amaral
CONJUNTURA POLÍTICA

Brasil como laboratório da insurreição fascista – I

Online | Brasil
por Augusto Jobim do Amaral
BRASIL E AMÉRICA DO SUL

Uma década de desestabilização e guerra híbrida

Séries Especiais | América Latina
por André Luís André
SANEAMENTO BÁSICO

Mil razões para pedir desculpas

Online | Brasil
por Vicente Andreu
DADOS OFICIAIS DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA

A comprovação indiscutível do não acesso à justiça por brasileiras violentadas

Online | Brasil
por Vários autores