Uma guerra midiática no continente africano

DEPOIS DA INGLATERRA E DA FRANÇA, AS OFENSIVAS RUSSAS, CHINESAS E TURCAS

Uma guerra midiática no continente africano

Edição 185 | África
por André-Michel Essoungou
2 de dezembro de 2022
compartilhar
visualização

Na cúpula da Organização Internacional da Francofonia, em Djerba (Tunísia), em 20 de novembro, Emmanuel Macron denunciou novamente a propaganda das “potências” que querem “prejudicar” a imagem da França na África. Países que incomodam Paris estão travando uma guerra midiática para promover seus interesses e prejudicar os concorrentes

Istambul, 25 de maio de 2022. Dezenas de diplomatas e jornalistas de 45 países participam da primeira cúpula de mídia Turquia-África. O objetivo declarado é “reforçar a imagem de ambas as partes e sua cooperação bilateral”. Na ocasião, Fahrettin Altun, diretor de comunicação da presidência turca, lamentou que seu país esteja entre os que “mais …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

MERCADO

O governo Lula e a “política” do mercado financeiro

Online | Brasil
por Pedro Lange Netto Machado
NEGLIGÊNCIA

Os Yanomami são um paradigma ético mundial

Online | Brasil
por Jelson Oliveira
APAGÃO JORNALÍSTICO

O escândalo da Americanas: bom jornalismo é ruim para os negócios

Online | Brasil
por Luís Humberto Carrijo
GENOCÍDIO

Extermínio do povo Yanomami e repercussões no direito penal internacional

Online | Brasil
por Sylvia Helena Steiner e Flávio de Leão Bastos Pereira
EDUCAÇÃO

A violência da extrema direita contra professores

Online | Brasil
por Fernando Penna e Renata Aquino
CONJUNTURA POLÍTICA

Pensando o 8 de Janeiro

Online | Brasil
por Coletivo Desmedida do Possível
CONJUNTURA POLÍTICA

Brasil como laboratório da insurreição fascista - II

Online | Brasil
por Augusto Jobim do Amaral
CONJUNTURA POLÍTICA

Brasil como laboratório da insurreição fascista – I

Online | Brasil
por Augusto Jobim do Amaral