A paz roubada da ilha de Socotra - Le Monde Diplomatique - Edição 170

AMBIÇÕES DOS EMIRADOS ÁRABES NO GOLFO DE ÁDEN

A paz roubada da ilha de Socotra

Edição 170 | Emirados Árabes
por Quentin Müller
1 de setembro de 2021
compartilhar
visualização

Há um ano, Socotra, arquipélago iemenita por muito tempo negligenciado pelo governo central, está nas mãos de separatistas apoiados militarmente pelos Emirados Árabes Unidos e, de maneira mais discreta, pela Arábia Saudita. Abu Dhabi pretende reforçar assim sua presença militar para controlar essa posição marítima estratégica do Golfo de Áden

Na ilha acossada pelas ondas do Oceano Índico e por poderosos ventos, Hércules travou um combate de morte com um dragão de cem cabeças. O sangue do monstro correu e se transformou na seiva rubra que hoje irriga o dragoeiro, uma árvore fóssil emblemática da vegetação única de Socotra, o arquipélago iemenita situado no Golfo …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

DIREITO À CIDADE

Os desafios da precarização do trabalho e o avanço da nova informalidade nas metrópoles

por Vários autores
COPA: FUTEBOL E POLÍTICA

Brasis no Catar: primeiro carnaval, primeiro pelourinho também

por Helcio Herbert Neto
SEGURANÇA ALIMENTAR

Entre o consignado e a fome: tumultos e cozinhas solidárias

Online | Brasil
por Denise De Sordi
IDEIAS PARA UM BRASIL DEMOCRÁTICO

A democracia na mira das plataformas digitais

Online | Brasil
por Aline Souza, Nataly Queiroz e Sheley Gomes
RESGATE DE IDENTIDADE E HONRA DE UMA ETNIA PERSEGUIDA

Justiça retributiva e vingança

Online | Mundo
por Felipe Labruna
ENTREVISTA

Editor do Wikileaks: 'o jornalismo está sob grave ameaça'

Online | Mundo
por Carolina Azevedo
A CRISE NA CULTURA

Editais de cultura no Paraná: campo de influência na capital controla o estadual

por Por Rodrigo Juste Duarte com colaboração de pesquisadores da rede do Observatório da Cultura do Brasil
A CRISE DA CULTURA

Lei Aldir Blanc e os editais do “cercadinho de Curitiba”

por Rodrigo Juste Duarte com colaboração de pesquisadores da rede do Observatório da Cultura do Brasil