Charlie Hebdo - Le Monde Diplomatique

Charlie Hebdo

por equipe Le Monde Diplomatique Brasil
8 de janeiro de 2015
compartilhar
visualização

A equipe do Le Monde Diplomatique oferece às famílias da vítimas, assim como a seus amigos, suas condolências e reforça sua solidariedade.equipe Le Monde Diplomatique Brasil

 

O assassinato coletivo perpetrado quarta-feira, dia 7 de janeiro de 2015, na sede do Charlie Hebdo tinha por objetivo matar jornalistas e cartunistas em razão de suas opiniões. Ele enluta os defensores da liberdade de expressão e aterroriza o conjunto da sociedade francesa. A equipe do Le Monde Diplomatique oferece às famílias da vítimas, assim como a seus amigos, suas condolências e reforça sua solidariedade.

O massacre que acaba de ser cometido contribui a uma estratégia de elevação da tensão e de medo cujos elementos são, infelizmente, conhecidos: fanatismos pseudo religiosos, chamado a “choque de civilizações”, erosão das liberdades públicas sob o pretexto, ilusório, de garantir a segurança de todos e de vencer a “guerra contra o terrorismo”.

Uma batalha crucial se desenvolve. Ela tem como desafio a definição das divisões que formam a sociedade francesa. Os incendiários desejam enraizar na Europa uma clivagem que opõe frações da população definidas em função da sua origem, cultura e religião. Nós faremos, ao contrário, todo o possível para que um lado da barricada reúna o conjunto dos defensores de uma sociedade emancipada, solidária e alegre, pela qual lutavam também os jornalistas e ilustradores do Charlie Hebdo.

 

Quinta-feira, 8 de janeiro de 2015.



Artigos Relacionados

ORÇAMENTO SECRETO

A melhor forma de combate à corrupção não é o discurso

Online | Brasil
por Luís Frederico Balsalobre Pinto
DEMOCRACIA MILITANTE

A democracia do erro: Loewenstein e o Brasil de 2022

Online | Brasil
por Gabriel Mattos da Silva
COPA: FUTEBOL E POLÍTICA

Qual é a função dos bandeirinhas após o surgimento do VAR?

por Helcio Herbert Neto
EDUCAÇÃO

Um ensaio timidamente indecente sobre pânico civilizacional e educação

Online | Brasil
por Fernando de Sá Moreira
ECONOMIA E SAÚDE

O SUS e o relatório do TCU

Online | Brasil
por Vários autores
QUE A CLOROQUINA NÃO SE REPITA

Como conter a pulsão de morte bolsonarista

Online | Brasil
por João Lorandi Demarchi
RESPEITEM OS LOUCOS

A patologização do fascismo

Online | Brasil
por Roger Flores Ceccon
NOVO MINISTÉRIO, A CONCRETIZAÇÃO DE UM VERDADEIRO MARCO

Os povos indígenas e seu protagonismo na transição de governo

Online | Brasil
por Aline Ngrenhtabare Kaxiriana Lopes Kayapó, Edson Kayapó e Flávio de Leão Bastos Pereira