Cidade livre #02 – Lucio Gregori e Luiza Erundina - Diplomatique Brasil

PODCAST

Cidade livre #02 – Lucio Gregori e Luiza Erundina

Cidade livre | São Paulo
20 de outubro de 2020
compartilhar
visualização

Lucio Gregori e Luiza Erundina relembram neste podcast a tentativa de introduzir a tarifa zero em São Paulo no início dos anos 1990

Segundo episódio da série especial Cidade livre, parceria do Guilhotina com a Fundação Rosa Luxemburgo (FRL), lembra a experiência pioneira da cidade de São Paulo, que na virada dos anos 1990 tentou aplicar a tarifa zero no transporte municipal. Para contar essa história, Bianca Pyl e Luís Brasilino recebem seus dois principais protagonistas, a então prefeita da capital Luiza Erundina e seu secretário de Transporte, Lucio Gregori. Erundina é assistente social, foi prefeita de São Paulo entre 1989 e 1992 e atualmente exerce seu 6º mandato como deputada federal. Já Lucio Lucio é engenheiro civil, foi diretor de Planejamento da Emurb, diretor técnico da Emplasa e de Planejamento da Fundação Seade e, na Prefeitura de São Paulo atuou como secretário de Serviços e Obras e secretário de Transportes. Eles contaram sobre a situação de precariedade em que encontraram os ônibus que operavam na cidade; de onde surgiu a ideia de instituir o passe livre; a resistência ao projeto por parte da imprensa, da oposição e do próprio PT, o partido da prefeita; os frutos do projeto que, mesmo não aprovado, deixou um legado para o transporte público do município; e a atualidade da proposta de passe. A série Cidade livre reúne em dez episódios vinte ativistas, pesquisadores e gestores públicos para discutir a mobilidade urbana à luz das publicações “Passe livre: as possibilidades da tarifa zero contra a distopia da uberização” (https://rosalux.org.br/passe-livre/) e “Tarifa zero: a cidade sem catracas” (https://rosalux.org.br/lancamento-do-livro-tarifa-zero-a-cidade-sem-catracas/), ambas da Autonomia Literária com a FRL.

Ouça em seu player favorito ou clique na imagem abaixo

Trilha: Rincon Sapiência, “Transporte Público”; e Tom Zé, “Povo novo”. Ilustração: Rodrigo Corrêa.

Esta publicação foi realizada com o apoio da Fundação Rosa Luxemburgo e fundos do Ministério Federal para a Cooperação Econômica e de Desenvolvimento da Alemanha (BMZ). O conteúdo da publicação é responsabilidade exclusiva do Le Monde Diplomatique Brasil e não representa necessariamente a posição da FRL.



Artigos Relacionados

ORÇAMENTO SECRETO

A melhor forma de combate à corrupção não é o discurso

Online | Brasil
por Luís Frederico Balsalobre Pinto
DEMOCRACIA MILITANTE

A democracia do erro: Loewenstein e o Brasil de 2022

Online | Brasil
por Gabriel Mattos da Silva
COPA: FUTEBOL E POLÍTICA

Qual é a função dos bandeirinhas após o surgimento do VAR?

por Helcio Herbert Neto
EDUCAÇÃO

Um ensaio timidamente indecente sobre pânico civilizacional e educação

Online | Brasil
por Fernando de Sá Moreira
ECONOMIA E SAÚDE

O SUS e o relatório do TCU

Online | Brasil
por Vários autores
QUE A CLOROQUINA NÃO SE REPITA

Como conter a pulsão de morte bolsonarista

Online | Brasil
por João Lorandi Demarchi
RESPEITEM OS LOUCOS

A patologização do fascismo

Online | Brasil
por Roger Flores Ceccon
NOVO MINISTÉRIO, A CONCRETIZAÇÃO DE UM VERDADEIRO MARCO

Os povos indígenas e seu protagonismo na transição de governo

Online | Brasil
por Aline Ngrenhtabare Kaxiriana Lopes Kayapó, Edson Kayapó e Flávio de Leão Bastos Pereira