A esquerda e a arte - Le Monde Diplomatique - Edição 169

POBREZA DAS POLÍTICAS CULTURAIS

A esquerda e a arte

Edição 169 | França
por Evelyne Pieiller
2 de agosto de 2021
compartilhar
visualização

Ao abrirem suas coleções ao público com o apoio do poder público, os bilionários franceses François Pinault e Bernard Arnault tornam-se os padroeiros empresariais das artes, cujo preço eles ajudam a definir. A indústria cultural promove formas que modelam a percepção e os valores. Para os progressistas, porém, a arte deve ter uma utilidade social

Momentos verdadeiramente engraçados foram muito raros durante a crise sanitária. Mas houve um, em pleno confinamento: quando o presidente Emmanuel Macron, em mangas de camisa, meio desgrenhado e irrequieto, dirigiu-se a alguns artistas para lhes explicar o sentido da vida e do timing: “Robinson Crusoé não se prende a grandes princípios, sai à rua em …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Descolonize o sistema, liberte o futuro

Online | Mundo
por Paloma Costa, Samela Sataré Mawé, Marcelo Rocha e Gabriel Mantelli
CIDADES DO AMANHÃ

Mudanças climáticas: lutar contra quem?

por Rodrigo Faria G. Iacovini e Victor H. Argentino de M. Vieira
Guilhotina

Guilhotina #135 – Tiago Muniz Cavalcanti

CÂNONE DA LITERATURA PELA MARGEM

Exposição apresenta o projeto literário da escritora Carolina Maria de Jesus

Online | Brasil
por Bianca Pyl
GRITO DOS EXCLUÍDOS – III

A moradia é a porta de entrada para todos os outros direitos

Online | Brasil
por Graça Xavier
GRITO DOS EXCLUÍDOS – II

Bolsonaro e o golpe

Online | Brasil
por Frei Betto
GRITO DOS EXCLUÍDOS – I

Mais 590 mil mortes, consciência ética e lutas contra o bolsonarismo em São Paulo

Online | Brasil
por Samantha Freitas
FRATURAS EXPOSTAS PELA PANDEMIA

Saúde: inovar é preciso, produzir também

Online | Brasil
por Alexandre Padilha e Jandira Feghali