Férias para todos, uma utopia distante - Le Monde Diplomatique Brasil

DO PROJETO DE EMANCIPAÇÃO AO CONSUMISMO

Férias para todos, uma utopia distante

Edição 169 | França
por Geneviève Clastres
2 de agosto de 2021
compartilhar
visualização

Os confinamentos aumentaram a necessidade de ar livre, à qual muitas ofertas comerciais respondem visando a uma clientela endinheirada. Mas parte considerável da população permanece excluída. Os dispositivos criados para favorecer viagens de férias estão enfraquecendo na França, a exemplo das atividades sociais e culturais dos comitês empresariais, corroídas pelo espaço mercantil

Até a Libertação da França, ao final da Segunda Guerra Mundial, as “obras sociais” das empresas ficavam à disposição apenas dos empregadores, em um espírito paternalista. A criação dos comitês empresariais (CEs), entre 1945 e 1946, permitiu que se confiasse a uma instância eleita pelos trabalhadores as ações sociais, esportivas ou culturais financiadas por uma …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

Descolonize o sistema, liberte o futuro

Online | Mundo
por Paloma Costa, Samela Sataré Mawé, Marcelo Rocha e Gabriel Mantelli
CIDADES DO AMANHÃ

Mudanças climáticas: lutar contra quem?

por Rodrigo Faria G. Iacovini e Victor H. Argentino de M. Vieira
Guilhotina

Guilhotina #135 – Tiago Muniz Cavalcanti

CÂNONE DA LITERATURA PELA MARGEM

Exposição apresenta o projeto literário da escritora Carolina Maria de Jesus

Online | Brasil
por Bianca Pyl
GRITO DOS EXCLUÍDOS – III

A moradia é a porta de entrada para todos os outros direitos

Online | Brasil
por Graça Xavier
GRITO DOS EXCLUÍDOS – II

Bolsonaro e o golpe

Online | Brasil
por Frei Betto
GRITO DOS EXCLUÍDOS – I

Mais 590 mil mortes, consciência ética e lutas contra o bolsonarismo em São Paulo

Online | Brasil
por Samantha Freitas
FRATURAS EXPOSTAS PELA PANDEMIA

Saúde: inovar é preciso, produzir também

Online | Brasil
por Alexandre Padilha e Jandira Feghali