Geração mangá - Le Monde Diplomatique Brasil - Edição 172

HISTÓRIAS EM QUADRINHOS

Geração mangá

Edição 172 | França
por Hubert Prolongeau
3 de novembro de 2021
compartilhar
visualização

É um triunfo absoluto. Desde que o mangá começou a se tornar conhecido na França, há aproximadamente três décadas, ele não parou de prosperar e de se diversificar. Se o país de Asterix é o segundo “consumidor” mundial do gênero – atrás do Japão –, ele desenvolve pouco a pouco um processo de criação específica

  Já se suspeitava que talvez nem todos os jovens fossem correr atrás dos livros de literatura clássica, mas ninguém pensou que a corrida em direção aos mangás ganharia essa amplitude. O “vale-cultura”, um cheque de 300 euros oferecido pelo Ministério da Cultura a todos os jovens de 18 anos, tornou-se um “vale-mangá”, aumentando ainda …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

Prefácio à edição brasileira

O liberalismo foi cumplice da escravidão e dos regimes nazifascistas

por Jones Manoel
Romaria pela Ecologia Integral a Brumadinho

Memória, justiça e esperança

Online | Brasil
por Dom Vicente Ferreira
3 anos do crime da Vale em Brumadinho

Enchente de lama tóxica, de impunidade e de contaminação

Online | Brasil
por Marina Paula Oliveira
ENTREVISTA DEBORAH DUPRAT

Sentir sede em frente ao rio

Online | Brasil
por Sabrina Felipe
40 MILHÕES

Encontrar a paz no quarto com cadáveres na sala

Online | Brasil
por Paulo Ferrareze Filho
REFLORESTAMENTO E "CIVILIZAÇÃO ECOLÓGICA"

Civilização ecológica em um só país?

Online | Mundo
por Z Fang do Coletivo Lausan (Hong Kong)
Guilhotina

Guilhotina #151 - Rafael Toitio

Precisamos falar sobre Cuba - Parte III

Atualidades e considerações gerais

Online | Cuba
por Maurício Brugnaro Júnior