Geração mangá - Le Monde Diplomatique Brasil - Edição 172

HISTÓRIAS EM QUADRINHOS

Geração mangá

Edição 172 | França
por Hubert Prolongeau
3 de novembro de 2021
compartilhar
visualização

É um triunfo absoluto. Desde que o mangá começou a se tornar conhecido na França, há aproximadamente três décadas, ele não parou de prosperar e de se diversificar. Se o país de Asterix é o segundo “consumidor” mundial do gênero – atrás do Japão –, ele desenvolve pouco a pouco um processo de criação específica

  Já se suspeitava que talvez nem todos os jovens fossem correr atrás dos livros de literatura clássica, mas ninguém pensou que a corrida em direção aos mangás ganharia essa amplitude. O “vale-cultura”, um cheque de 300 euros oferecido pelo Ministério da Cultura a todos os jovens de 18 anos, tornou-se um “vale-mangá”, aumentando ainda …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

O AGRO NÃO PRODUZ COMIDA, PRODUZ FOME

Por que a reforma agrária não acontece?

por Cosme Henrique Gomes Miranda
O AGRO NÃO PRODUZ COMIDA, PRODUZ FOME

Por que podemos dizer que agro é fome?

por Yamila Goldfarb
O agro não produz comida, produz fome

As doenças do capitalismo e a luta contra o agronegócio

por Allan Rodrigo de Campos Silva
OPINIÃO

Por que Lula? Nem caserna, nem casa-grande

Online | Brasil
por Berenice Bento
AMAZÔNIA OCUPADA #3

Madeira da Amazônia: normas avançam, mas só 10% da extração é regular

Online | Brasil
por Felipe Betim
CHILE – LIÇÕES DE UMA DERROTA

Jogar o jogo: nove parágrafos para uma nova força transformadora

por Jorge Arrate
O RETUMBANTE TRIUNFO DO REJEITO NO PROJETO CONSTITUCIONAL

No Chile, o futuro que nos escapou

por Álvaro Ramis
QUAL É O PLANO?

Programa de Bolsonaro quase assume a responsabilidade pela tragédia na educação

por Antonio Carlos Souza de Carvalho