Guilhotina #110 -Tiago Santos Salgado - Le Monde Diplomatique

GUILHOTINA

Guilhotina #110 -Tiago Santos Salgado

1 de abril de 2021
compartilhar
visualização

Neste episódio, Bianca Pyl e Luís Brasilino conversam com o historiador Tiago Santos Salgado, autor do livro “Democracy delivers: a intervenção dos EUA na Venezuela chavista”, lançado em março pela editora Telha. A obra lança mão de documentos oficiais do governo norte-americano, vazados pelo Wikileaks, para investigar se houve ou não interferência de Washington na Venezuela entre 2004 e 2009, durante o governo de Hugo Chávez.

Neste episódio, Bianca Pyl e Luís Brasilino conversam com o historiador Tiago Santos Salgado, autor do livro “Democracy delivers: a intervenção dos EUA na Venezuela chavista” (https://bit.ly/39pSCbI), lançado em março pela editora Telha. A obra lança mão de documentos oficiais do governo norte-americano, vazados pelo Wikileaks, para investigar se houve ou não interferência de Washington na Venezuela entre 2004 e 2009, durante o governo de Hugo Chávez. Houve, claro. Tiago, contudo, consegue comprovar isso e desvendar seu funcionamento por meio de mensagens produzidas pelo próprio Departamento de Estado e suas embaixadas. Falamos sobre a importância de utilizar o Wikileaks como fonte primária, da conjuntura venezuelana – dos anos pré-Chávez ao mandato de Nicolás Maduro –, da participação norte-americana no golpe de 2002 e da mudança da atuação dos Estados Unidos em direção ao soft power: quais agências da Casa Branca foram mobilizadas? quais organizações/pessoas venezuelanas foram utilizadas? que tipo de treinamento era oferecido? como essas organizações atuavam? Discutimos ainda sobre as possibilidades dessa tática ter sido replicada em outros países e a urgência de um estudo similar sobre o caso brasileiro. Tiago é graduado em História pela Unesp, mestre e doutor em História pela PUC-SP e pesquisador do Centro de Estudos de História da América Latina.

 

Ouça em seu tocador favorito ou dê o play:

*Trilha: Bob Dylan, “The times they are a-changin”; e Manu Chao, “Mr. Bobby”.



Artigos Relacionados

RESPEITEM OS LOUCOS

A patologização do fascismo

Online | Brasil
por Roger Flores Ceccon
NOVO MINISTÉRIO, A CONCRETIZAÇÃO DE UM VERDADEIRO MARCO

Os povos indígenas e seu protagonismo na transição de governo

Online | Brasil
por Aline Ngrenhtabare Kaxiriana Lopes Kayapó, Edson Kayapó e Flávio de Leão Bastos Pereira
IDEIAS PARA UM BRASIL DEMOCRÁTICO

Por que incluir práticas pedagógicas de mídia e educação nas escolas?

Online | Brasil
por Elaine Dal Gobbo e Franciani Bernardes
O CASO DE LUANA BARBOSA DOS REIS SANTOS

Anatomia de um crime

Online | Brasil
por Dina Alves
PODER PASTORAL E NEOLIBERALISMO GOLPISTA

A bíblia e o palácio

por João Roberto Barros II
A QUESTÃO DA PLURINACIONALIDADE NO CHILE

O processo constituinte e os povos originários

por Fernando Pairican
INVERTENDO O ALVO E MIRANDO NO SISTEMA DE JUSTIÇA

O que faz o caso Luana Barbosa tão assustador?

Online | Brasil
por Vários autores
RESENHAS

Miscelânea

Edição 185 | Mundo