Podcast Guilhotina #44 - Edson Teles - Le Monde Diplomatique Brasil

GUILHOTINA

Guilhotina #44 – Edson Teles

Guilhotina | Brasil
24 de outubro de 2019
compartilhar
visualização

Qual a correlação entre as mortes e torturas cometidas pela ditadura militar nos anos 1960 e 1970 e as chacinas atuais? Essa conexão e os impactos da impunidade das violações cometidas por agentes de Estado foram o tema da conversa com o professor Edson Teles.

Há uma linha clara que liga as mortes e torturas cometidas pela ditadura militar nos anos 1960 e 1970 e o assassinato pela polícia de cerca de 600 pessoas da periferia de São Paulo e na Baixada Santista em 2006, no episódio conhecido como Crimes de Maio. Essa conexão está sendo evidenciada pelo trabalho do convidado deste episódio do Guilhotina, o professor Edson Teles.

Autor de diversos livros, dentre eles o mais recente é “O abismo na história, e militante da Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos da Ditadura, ele coordena desde janeiro o Centro de Antropologia e Arqueologia Forense (Caaf) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). O órgão realiza estudos com remanescentes ósseos da Vala de Perus, onde foram enterrados os corpos de diversos desaparecidos políticos do regime autoritário, e analisa as circunstâncias de 60 casos de assassinatos cometidos em maio de 2006 na Baixada Santista. Os traços de violência policial em cada caso são marcantes.

Na entrevista, Edson analisa os impactos da impunidade das violações cometidas por agentes de Estado durante a ditadura. De acordo com ele, a anistia de crimes contra a humanidade não só não faz sentido enquanto etapa de consolidação da democracia, no que se convencionou chamar de “reconciliação nacional”, como abre brechas para a sua própria corrosão. Realidade evidenciada pela correlação entre os crimes dos anos 1960 e 1970 e as chacinas de hoje.

Ouça em seu agregador favorito ou clique na imagem abaixo:

 

Confira a dissertação de mestrado de Marielle Franco.

Trilha: Racionais MCs, Mil Faces de um Homem Leal (Marighella).

E-mail: guilhotina@diplomatique.org.br.



Artigos Relacionados

RESPEITEM OS LOUCOS

A patologização do fascismo

Online | Brasil
por Roger Flores Ceccon
NOVO MINISTÉRIO, A CONCRETIZAÇÃO DE UM VERDADEIRO MARCO

Os povos indígenas e seu protagonismo na transição de governo

Online | Brasil
por Aline Ngrenhtabare Kaxiriana Lopes Kayapó, Edson Kayapó e Flávio de Leão Bastos Pereira
IDEIAS PARA UM BRASIL DEMOCRÁTICO

Por que incluir práticas pedagógicas de mídia e educação nas escolas?

Online | Brasil
por Elaine Dal Gobbo e Franciani Bernardes
O CASO DE LUANA BARBOSA DOS REIS SANTOS

Anatomia de um crime

Online | Brasil
por Dina Alves
PODER PASTORAL E NEOLIBERALISMO GOLPISTA

A bíblia e o palácio

por João Roberto Barros II
A QUESTÃO DA PLURINACIONALIDADE NO CHILE

O processo constituinte e os povos originários

por Fernando Pairican
INVERTENDO O ALVO E MIRANDO NO SISTEMA DE JUSTIÇA

O que faz o caso Luana Barbosa tão assustador?

Online | Brasil
por Vários autores
RESENHAS

Miscelânea

Edição 185 | Mundo