Indígenas do Jaraguá organizam festival cultural - Le Monde Diplomatique

RESISTÊNCIA INDÍGENA

Indígenas do Pico do Jaraguá organizam seu primeiro festival cultural

Acervo Online | São Paulo
Abril 13, 2018
Imagem por Comissão Guarani Yvyrupa/Divulgação
compartilhar
visualização

Após sucessivos ataques e ameaças às suas terras, eles se organizam para dar visibilidade à própria cultura e uni-la a novos elementos que somem à luta, como o rap

Após a vitória dos indígenas guarani que habitam uma área no Pico do Jaraguá, em dezembro, com a decisão da justiça federal de São Paulo de derrubar em caráter liminar a proposta que reduziria suas terras, eles agoram se articulam para somar forças e organizam o primeiro Festival Guarani de Cultura e Arte na Terra Indígena do Jaraguá, na zona oeste de São Paulo. Promover essa visibilidade é extremamente importante considerando que estão em constante estado de alerta e insegurança.

Em agosto do ano passado, viram essas terras, que hoje correspondem a 532 hectares, ameaçadas por medida do governo Temer que, por meio da revogação da portaria 581/15, pretendia reduzir o espaço para apenas três hectares. De maneira confusa, o Governo Federal justificou a ação afirmando que em 1987, quando o território foi reconhecido, não houve participação do estado de São Paulo, um “erro administrativo no procedimento inicial”. Os indígenas da região chegaram a enfrentar quatro processos de reintegração de posse e, em setembro, ocuparam o Parque do Jaraguá e a Avenida Paulista em protesto.

O festival, que acontece nos dias 14 e 15 de abril, contará com programação voltada à cultura guarani, com reuniões das lideranças, apresentações de corais das crianças, shows e performances. O evento é gratuito e organizado por colaboradores e artistas voluntários, e, para a locação de equipamentos de som, luz e imagem, foi lançada uma campanha de arrecadação on-line no site Catarse, que ainda não atingiu a meta.

Para saber mais sobre o festival e contribuir, acesse a campanha no site e o evento no Facebook.



Artigos Relacionados