Na Itália, a linguagem dupla de Giorgia Meloni

NÚPCIAS DO NEOLIBERALISMO COM A EXTREMA DIREITA

Na Itália, a linguagem dupla de Giorgia Meloni

Edição 185 | Itália
por Hugues Le Paige
2 de dezembro de 2022
compartilhar
visualização

Em visita a Bruxelas, Giorgia Meloni apresentou suas credenciais: a primeira-ministra italiana promete respeitar os tratados europeus, cumprir o dogmatismo com rigor, apoiar a Ucrânia a todo custo… Posições que ela combina com o ultraconservadorismo autoritário em questões sociais. Porém, isso interessa menos às autoridades da União Europeia

“Se os italianos votaram em Giorgia Meloni, isso não significa que desejam a volta do fascismo, mas, bem ao contrário, que a consideram impossível.”1 O autor dessa frase, o psicanalista Massimo Recalcati, gosta de paradoxos. Mas não se pode negar-lhe uma parcela de verdade. O sucesso dos Fratelli d’Italia [Irmãos da Itália] nas eleições legislativas …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

ARQUITETURA

Brasília: imagens de Três Poderes

Online | Brasil
por Adalberto da Silva Retto Júnior
DISPUTA EM ABERTO

O papel vindicado pelos trabalhadores plataformizados na atual agenda de governo

Online | Brasil
por Gabriela Neves Delgado e Bruna Vasconcelos de Carvalho
PUNITIVISMO

Sobre morfinas, terrenos e o 8 de janeiro

Online | Brasil
por Hamilton Gonçalves Ferraz e Pedro Amorim
CAPITAL ESPECULATIVO

Globalização e Forças Armadas

Online | Mundo
por Antônio Carlos Will Ludwig
MIGRANTES VENEZUELANOS

Impressões do campo em Roraima

Online | Brasil
por Sofia C. Zanforlin
PARA COMPREENDER O NEOFASCISMO

O "fascismo eterno", revisitado

Online | Brasil
por Liszt Vieira
POVOS INDÍGENAS PÓS GOVERNO BOLSONARO

O Brasil verde-amarelo é um país sem cor

Online | Brasil
por Vinício Carrilho Martinez e Márcia Camargo
DIREITO À CIDADE

Inovação como integrante de um projeto social e político emancipatório

por Regina Tunes