Quando o Estado paga para desaparecer - Le Monde Diplomatique Brasil

A TERCEIRIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS, PONTO CEGO DO DEBATE ELEITORAL NA FRANÇA

Quando o Estado paga para desaparecer

Edição 172 | França
por Arnaud Bontemps, Prune Helfter-Noah e Arsène Ruhlmann
3 de novembro de 2021
compartilhar
visualização

Redigir leis, convocar mesários para as eleições, encomendar máscaras, organizar campanhas de vacinação… Cada vez mais as responsabilidades do serviço público são confiadas a consultorias, como a McKinsey. O custo dessa transferência, contudo, está excluído do debate público, assim como a perda do know-how do serviço público

“Bem-vindo ao VFS Global, parceiro oficial das autoridades francesas na Argélia”, proclama o site de um prestador de serviços encarregado pelas autoridades francesas de fazer a triagem dos dossiês de vistos para a França.1 Há dez anos, Paris confia a ele o tratamento das demandas que lhe são dirigidas por alguns países do mundo, como …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

Prefácio à edição brasileira

O liberalismo foi cumplice da escravidão e dos regimes nazifascistas

por Jones Manoel
Romaria pela Ecologia Integral a Brumadinho

Memória, justiça e esperança

Online | Brasil
por Dom Vicente Ferreira
3 anos do crime da Vale em Brumadinho

Enchente de lama tóxica, de impunidade e de contaminação

Online | Brasil
por Marina Paula Oliveira
ENTREVISTA DEBORAH DUPRAT

Sentir sede em frente ao rio

Online | Brasil
por Sabrina Felipe
40 MILHÕES

Encontrar a paz no quarto com cadáveres na sala

Online | Brasil
por Paulo Ferrareze Filho
REFLORESTAMENTO E "CIVILIZAÇÃO ECOLÓGICA"

Civilização ecológica em um só país?

Online | Mundo
por Z Fang do Coletivo Lausan (Hong Kong)
Guilhotina

Guilhotina #151 - Rafael Toitio

Precisamos falar sobre Cuba - Parte III

Atualidades e considerações gerais

Online | Cuba
por Maurício Brugnaro Júnior