Sangue e lágrimas nas luvas malaias - Le Monde Diplomatique

A ESCRAVIDÃO NO CENTRO DAS CADEIAS DE ABASTECIMENTO MUNDIAIS

Sangue e lágrimas nas luvas malaias

Edição 163 | Malásia
por Peter Bengtsen
1 de fevereiro de 2021
compartilhar
visualização

Agora que o uso de luvas de látex ou nitrilo explode com a pandemia de Covid-19, os industriais da Malásia, maiores produtores mundiais, exploram uma mão de obra barata proveniente dos países vizinhos. A armadilha da dívida então se fecha sobre os imigrantes, obrigados a pedir empréstimos para ter o direito de trabalhar

Kuala Lumpur, fim de 2019. Nessa noite, Selif S.1 janta em um pequeno restaurante de um bairro industrial da capital malaia. Ele nos confirma que o trabalho escravo é corrente na Malásia: “Todas as pessoas que conheço se endividaram por anos a fim de pagar os agentes de recrutamento que lhes arrumam emprego”. E, para …

Conteúdo apenas para Assinantes



Artigos Relacionados

SER AMADO OU SER TEMIDO?

Lula à luz do “Príncipe” de Maquiavel

Online | Brasil
por Railson da Silva Barboza
A SOMBRA DO EXTREMISMO

Encarar o abismo

Online | Brasil
por Marcos Woortmann, Alexandre Araújo e Guilherme Labarrere
REACIONARISMO

Contra Olavo

Online | Brasil
por Felipe Luiz
MERCADO

O governo Lula e a “política” do mercado financeiro

Online | Brasil
por Pedro Lange Netto Machado
NEGLIGÊNCIA

Os Yanomami são um paradigma ético mundial

Online | Brasil
por Jelson Oliveira
APAGÃO JORNALÍSTICO

O escândalo da Americanas: bom jornalismo é ruim para os negócios

Online | Brasil
por Luís Humberto Carrijo
GENOCÍDIO

Extermínio do povo Yanomami e repercussões no direito penal internacional

Online | Brasil
por Sylvia Helena Steiner e Flávio de Leão Bastos Pereira
EDUCAÇÃO

A violência da extrema direita contra professores

Online | Brasil
por Fernando Penna e Renata Aquino